[Comentários] 5×16 – Dark Side Of The Moon

O que achou do décimo Sexto episódio da nova temporada?

Tem alguma teoria? Gostaria de discutir com alguém?

Então fiquem a vontade para dar suas opiniões e teorias sobre “Dark Side Of The Moon”

Aviso: Os comentários contém spoilers.

Related posts

116 thoughts on “[Comentários] 5×16 – Dark Side Of The Moon

  1. Rafael Ackles

    Nem vi porra e ké comentario se ke comentario coloka a legenda com o epi logo pow site demorado pakas só falando assim demora um ano pra colokar legenda e ainda ker comentario.

  2. Anonymous

    Rafael Ackles
    para fazer a legenda, ‘upar’ etc e tal, não é questão de meia hora não, leva tempo e as pessoas que fazem o FAVOR de legendar tem outras coisas na vida para fazer. então relaxe aí ou vá fazer um curso de inglês 😉

  3. Rafael M. M.

    Ridiculo esse post desse rafael –‘
    faz ele mesmo ou procura outro site melhor então, o que é dificil.. usa ainda reclama aah cada um..

    Espero ansioso pelo rmbv e logo comento ><

  4. Rafael Ackles

    Me desculpe foi um momento de pura raiva e ódio e descontei nesse site ótimo espero o RMVB legendado desculpem guys adoro esse site.

  5. Se “The song remais the same” e “My bloody valentine” já foram devastadores,”Dark side of the moon” é a certeza da desgraça que nos aguarda.
    Que o Sam é um cara egoísta já é certo desde a primeira temporada, mas este capítulo realmente estraçalhou com qualquer boa perspectiva que eu possa ter do personagem. Completos estranhos são sua visão de paraíso? Não se importar com o desespero do irmão que o pensava morto e tratar tal ato como algo desejavel, como sua visão de paz e felicidade, isso já é demais, até para Sam.
    Deus não se importa, o que antes já parecia um tanto óbvio, mas a expressão no rosto de Cass com a certeza, é a imagem da mais pura traição. Cass parecia ser o único anjo a acreditar no “amor de Deus” e em sua justiça e piedade e toda a sua fé foi simplesmente jogada fora. Descartada.
    As primeiras cenas de Dean com Mary foram lindas e tocantes, assim como a cena com Sam ainda criança.
    Mas nada pode ser mais chocante que ver Dean jogar fora o amuleto na frente do irmão. Conseguiria imaginar Dean até matando Sam se, no fim, fosse necessário, mas não abandonando aquele objeto que é a lembrança do “Sam” que ele cuidou a vida inteira e que parecia ama-lo de verdade. Naquele amuleto residia o “Sam” de antes ao invés do “Sam” agora. Dean acabou por perceber que por mais que se esforce, nunca será o bastante e que tudo o que para ele era importante não significa, nem jamais significou nada para Sam.
    E não existe nada que possa repor esse vazio. De alguma forma, Dean já desistiu.
    Um capítulo para arrasar com qualquer tipo de esperança ainda possível, com a cena final mais improvável e impactante da história de Supernatural na minha opinião.

  6. Rafael Ackles

    Meu deus quero ver esse episódio logoo antes dos meus estudos pra prova.

  7. Anonymous

    OHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH,
    EHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH,

    @_@

    Esse ep. está de+++++. Concordo plenamente com o comentário de L.Lemke… sempre achei tb o Sam egoísta, mimado,…

    …mas qto ao de+, eu ainda acho q tdo é um teste pro Dean…

    …sei lá, mas a face do Cas, embora o q ele tenha falado… aliás, um pouco antes, qdo ele olhou p/ cima, .., parecia q ele tava recebendo alguma mensagem… e a expressão dele, pelo menos para mim, foi a mesma q ele deu ao Dean qdo Dean mentiu sobre ter traído a Ana, acho q no 4X9… Sabe aquele olhar eu sei o q vc tá escondendo…
    … mas como disse, foi minha impressão. De qqr forma, não percam esse ep. É o kripsss chips em seu melhor.

  8. Joshua (Josué) é Deus. Pra mim isso é fato. Convenientemente o amuleto que comprovaria minha tese não estava presente na cena em que ele conversa com Sam e Dean. E vamos encarar os fatos galera, Joshua não disse que Deus não se importa com nada, só disse que Ele já fez o que considera suficiente, salvou os protagonistas mais de uma vez (mais uma vez nesse episódio, livrando-os do Zachariah), e deixou tudo nas mão deles. Se Deus não se importasse, ou não tivesse um propósito, porque ressuscitar o Dean e o Sam? Porque Ele se deu ao trabalho de ajudar antes?

  9. Detalhe que esqueci de mencionar antes. Curioso o nome ‘Josué’ significar “Deus é auxílio”. Além de ser um dos nomes pelos quais Jesus era conhecido.
    Definitivamente, não acho que esse nome foi escolhido a toa.

  10. tudo que eu acho é que sam ainda vai mudar pos ele pegou o anuleto confio nele , so dele dizer que ele não devia estar no céu . ainda gente tnho esperança mesmo quando ele é mimado ,dean ultimamente so esta quebrado onde esta aquele dean de the end durão amo os dois com tdos seus defeito e qualidades SERA dise que sam vai agir bem então e so espera para o adam aperecer

  11. Anonymous

    Ainda não assisti ao episódio, mas pelo que vcs estão postando isso faz parte para o Dean chegar no eposódio 100 pensando no ‘sim”.

  12. Vendo o episodio eu vi também que sam queria uma vida normal .que ele carrega o peso da maldição .agredito que ele não querio o dean por perto por achar ser o culpado da desgraça do fim do mundo ou a desgraça de toda sua familia acho que sente como culpado de tudo e queria sumir de tudo . tem um cachorro que so pode ser o cachorro do jared lindo deve ser a sadie , por sua vez dean so queria ver sam como uma criança ingenua que era sam. Olha sam era daquele geito como não si apaixonar por ele e como o mundo en quen dean e seu pai viveram o brutalizou sam si perdeu no meio do caminho sim foi arrastado para o inferno mesmo que ele não quizese , mas o querido dean depois da morte de sua mae perde tudo que ele amava uma familia mornal depois so inferno ele tinha uma memoria da mãe talvez do pai

    onde esta john acho que vi ciumes e dor no sam de quando ele fugiu e esta totalmente so fugir da matança do terror. como não fugir de tudo isto ele não queria este destino so ficar seguro até mesmo de dean que adorava caça com o pai que fazia tudo que o pai queria que tinha o john como seu heroi mas sam so via sangue talvez medo do seu futuro agente via nos primeiro episodios de quando ele queria uma vida normal mas seria imposivel graças a mary e seu pacto. talvez sam a tenha culpado a li na hora pois so deu seu amor para o dean e não ele não sei que foi doloroso ver que ´até deus os deichou e dean não tem fé acho que nunca teve pois ele so viu uma coisa morte e destruição de seus amigo familia porque lutar?. não a nada para lutar nen por sam que ele achou que sam não quer ele junto mas eles são almas gemeas então sempre sera dean e sam mesmo que as vezes fique meio doloroso para os dois um episodi muito bom nas terrivel , achei o céu parecido como inferno zacarias manipulou sua memoria so para quebrar mas o dean para eles ficarem mas separados , sim e so o que eles querer que eles digão acho que sam vai mostra para o dean o quanto o ama também no final

  13. Aniinha

    Não choro tanto em um episódio desde Abandon All Hope.E,pra começar,Dean jogando o amuleto que ele tanto amava no lixo????QUE POHA FOI AQUELA?Tomara que Sam tenha pego >.<
    O céu do Sam me fez deixar de gostar dele,que cara egoísta da pitomba u_ú Podia ter aparecido a Jess pra melhorar *-* Ameei a primeira aparição de Mary,foi muito fofo quando Dean abraçou ela e disse “Dad still love you” Mas já a segunda aparição dela realmente me deu medo o_o E o Zacareca tirou onda alisando ela,foi nojento,écati!Se fosse com minha mãe ele tava ferraaado!Adoreei o Dean dizendo que ele pode zombar o quanto quiser,mas ainda é careca husaushaushaushauhsu ri muuiito.O Ash aparecendo fui muito lindo,sempre gostei muito dele,me lembrou os velhos e bons tempos em que eles perseguiam o YED *-* Tenho saudades disso.Já a Pamela…nunca gostei muito dela e continuo não gostando.Quanto a Joshua,acho que ele é Deus ou Jesus.O final…a cada episódio as esperanças vão diminuindo,já tá me agoniando!Não acho saída para eles.Ou Deus colabora ou Dean diz sim.Mas em geral,apesar de ser um episódio que acaba com o resto da reputação do Sam e tira muitas esperanças,eu gostei muito.

  14. Anonymous

    Enquanto os cavaleiros tentam forçar o sim do Sam, os anjos também jogam pesado tentando o sim do Dean.

    Não vi nenhum egoísmo da parte do Sam. Apenas foi ressaltado o que Sam sempre quis, que era ter uma vida normal. Talvez, no fundo, soubesse do seu “destino” e quissesse fugir dele. Cruel é sempre a forma como o Dean coloca isso, como se fosse abandono da família.´

    O jogar o amuleto não vi como uma desistência do Dean pelo Sam. O Castiel é que falou que o amuleto serviria para encontrar Deus, e saber que Deus está sabendo de tudo e não está se importando, fez o amuleto perder o sentido para Dean.

    Para mim a história foi mais uma tentativa de dobrar o Dean (o cara é osso duro de roer).

  15. Anonymous

    só uma coisa a dizer AFF –‘

  16. Ola,

    primeiramente, gostaria de dizer que não concordo com quem esta chingando o Sam. Pelo amo de Deus. as memórias dele so mostraram o que todo mundo ja sabe: que ele sempre quis uma vida normal. Além do mais, quem, quando era cirança ou adolecente, nunca fugiu ou saiu de casa sem avisar? e Vcs realmente se pensaram que os seus pais estavam preocurpados. É fácil falar do outos, né?!
    Ainda, todo mundo é egoísta, isso é fato, inclusive o Dean. Afinal, ele fez de tudo para que o Sam voltasse a caçar com ele. e ele não entende que o Sam nunca o abandonou, mas sim a vida que eles levavam.
    Acredito também que o céu foi uma armadilha para o Dean, inclusive o Asch. Achei muito estranha a quela conversa do Dean com a vidente. Sei nao. Para mim, zacarias estava por tras de tudo.
    Também duvido que Deus tenha dito tudo aquilo, e sabe porque, se Deus realmente quisesse que o apocalipse acontecesse, os meninos ja teriam dito sim a muito tempo.
    Também espero que Sam tenha pego o amuleto. Sabe, acho que sera o Sam quem achara Deus.
    Bom, to louca para ver os proximos epi.

  17. NINA

    A CENA DOS FOGOS DE ARTIFÍCIOS FOI A MAIS TOCANTE DE TODAS!!! QUANDO SAMMY FICA NO MEIO DOS FOGOS FELIZ DA VIDA E O DEAN A OBSERVA-LO, FELIZ PELA FELICIDADE DO IRMÃO. E O MOMENTO EM QUE SAMMY ABRAÇA DEAN…QUE CENAS MARAVILHOSAS!!!!!

  18. Anonymous

    Gostei muito do episódio. Mostrar o céu como um lugar de suas boas lembranças foi uma boa saída.

    As lembranças do Sam só poderiam ser as de uma vida normal. Aliás, é preciso ficar claro que os desejos do Sam não diferem muito daqueles do Dean. A diferença é que sempre o Sam deixou isso muito claro.

    O Dean tem uma certa mágoa do pai em não ter protegido a família (sonhe comigo, o irmão, e agora esse episódio mostram isso). Em sonhe comigo, o desejo do Dean também é de ter uma esposa, cerveja, cortar a grama, etc.

    Ele ainda não perdoou o Sam por ter optado pela escola ao invés das caçadas.

    Não teve lógica aquela conversa da Mary, sobre ser queimada, ser direcionada ao Dean, afinal, o pacto não foi em relação a ele. Ao contrário, ele foi um filho mais que desejado, o que demonstra que tem dedo de anjo na história.

    Acho que o que vai erguer o Dean é quando o Sam dizer com todas as letras que o ama, que ele é a sua família, que também morreria por ele.

    Também acho que Deus está colocando nas mãos dos meninos a escolha sobre o apocalipse. Mas que é uma maneira cruel, isso é.

  19. Comentário é o que não falta sobre esse episódio em especial, tenho que admitir… XD

    Eu gostei muito do episódio, bem diferente da maioria dos fillers dessa temporada, mas esse foi o que mais me chamou a atenção. Eu tenho uma teoria baseada no fim das outras temporadas que mais cedo ou mais tarde, os irmãos vão sim concordar em serem os receptáculos, mas começo a ter minhas dúvidas.

    Joshua apareceu, falou com Deus e mandou a mensagem… achei incrível essa coisa de Deus não estar nem aí! Mas posso achar comigo mesma que foi só uma jogada do episódio do primeiro de abril, e no fim das contas, acho que Sam vai guardar aquele amuleto e quando eles tiverem completamente ferrados, aquela porcaria vai queimar! XD Seria divino/hilário. Afinal, Joshua mesmo concordou, Deus está na Terra.

    Mas o que mais me deixou angustiada, foi o Dean. Ele está indo de mal a pior! Tá mais como se os dois tivessem trocado de personalidade, agora quem continua seguindo em frente é o Sam. E depois do que o Zachariah fez a mãe dele comentar, sobre todos abandonarem-no, eu realmente tenho pena dele, porque ele está agora mais do que quebrado. Tenho que admitir entretanto que não esperava isso do Dean. Okay, eu sei que tá na hora dele começar a cair, ele é humano… mas mesmo assim, ele nunca acreditou em Deus, devia continuar não acreditando agora e dar um jeito nas coisas como ele sempre deu desde a primeira temporada. Sei que Deus era a última esperança dele, mas se não deu certo, partir pra uma nova, como o Sam está fazendo agora no lugar dele… e sem contar que metade do peso do Apocalipse não deixa de estar nas costas dele, mesmo que todo mundo só fique culpando o Sam. Afinal, se uma “alma pura” não tivesse se rendido ao Azazel e às torturas do inferno, nenhum dos 66 selos teria começado a se quebrar.

    Acho que é mais ou menos isso… XDDD

  20. Concordo com a galera que defende o Sam!O Dean tem que parar com essa mania de pensar que o Sam está abandonando a familia só porque ele quer seguir o próprio caminho e respeitar as decisões dele!!!!!!!!

  21. Concordo com o que você disse Azulongmon. Deus está apostando nos dois, o que os impede de ver isso são suas (de Dean e Sam) avaliações psicológicas distorcidas. Pra mim Deus os está testando,bem como você disse, avaliando o que vão fazer a partir dessa informação de que Ele não irá interferir.

    Bom, disse isso uma vez e vou tornar a repetir. Não sou partidário dessa briguinha quase que pueril dos fãs com relação a Dean e Sam. Desculpe se posso ser entendido como grosseiro, mas não é minha intenção. O que eu não entendo é pra que é necessário, alguns que preferem o Dean terem que afundar o Sam para elevar o mais velho? Um episódio tão rico de análise como esse, e ficam focando em Sam ser egoísta, que ele não vale nada e etc, etc, etc? Eu sempre tentei analisar os episódios pelos pontos de vista dos dois, justamente para aproveitar mais de cada episódio e nunca me arrependi disso. E digo que não julguei Sam em nada do que aconteceu.

    Vamos primeiro lembrar que o Céu era constituído de MEMÓRIAS BOAS PARA A PESSOA E EXCLUSIVAMENTE PARA ELA!!!!E como Sam disse VOCÊ NÃO CONTROLA O QUE APARECE!! A própria promo do episódio disse: o céu de um é o inferno de outro.Pois bem, o que isso significou no episódio: Dean é um cara família. Novidade? Nenhuma. Mas a memória dele com a mãe, algo ótimo para ele foi extremamente doloroso para Sam, que nunca teve amor de mãe. Isso ficou claro quando ele disse para Dean: “Eu nunca tive quem cortasse a casca pra mim.” Por melhor que Dean tenha sido para ele, Mary era insubstituível. Mas Sam respeitou e deixou Dean aproveitar seus momentos com a mãe. Quando foi a vez dele com o cão, Dean também magoado não deu nem tempo dele brincar com o cachorro. Não gostei dessa atitude do Dean mas eu o julgarei por isso? NÃO. Falarei sobre isso a seguir.

    O céu do Sam , em primeiro lugar foi uma amostra minúscula do que realmente é de verdade. Vocês realmente acham que Sam não tem nenhuma memória boa com Dean? É claro que tem!! Só que não foi mostrado no episódio. O que eu vi mostrou claramente algo condizente com um Sam adolescente e que trouxe felicidade pra ele: uma ação de graças com uma família NORMAL, indo para Stanford para ter uma vida NORMAL (lembrem-se que Mary tinha o mesmo desejo que ele), estar com um cão e cuidar de si próprio, ou seja ser INDEPENDENTE. Se ponham no lugar do Sam nessa faixa de idade: viva com um pai autoritário, que não ligava para feriados e datas comemorativas, com um irmão superprotetor que o sufocava. Foi certo ele ter fugido de casa por duas semanas? Não, mas ele estava feliz por estar um tempo com ele mesmo. O ponto chave pra mim foi que em todas essas boas memórias de Sam, o que ele de fato queria era se afastar de JOHN, mas infelizmente isso levava a se afastar de Dean também,e ele não havia levado em consideração o quanto isso machucava Dean, até ter visto a forma como Dean reagiu no Céu.A prova de que Sam não queria nem quis magoar seu irmão intencionalmente foi a memória de Stanford. Sam não queria que Dean soubesse o que era. Esse episódio foi fantástico para Sam pois ele tem uma noção muito mais clara do estado psicológico de seu irmão.

  22. Voltando a falar do Dean como havia prometido,analisemos o estado psicológico dele. Ele está destroçado, fragilizado e que suas barreiras não funcionam mais pra nada. Portanto é natural que qualquer coisa que aconteça, por ele se sentir muito inferiorizado, ele vai achar que é contra ele. daí ele não ter tentado parar para analisar o que o Céu do Sam representava pro caçula. Pelo contrário, tudo ele tomou para si como algo agressivo, quando no fundo o Céu de ambos só representou a vontade de serem amados. Dean teve um período de convivência com Mary, portanto ele já vivenciou o que é ter uma família de verdade, algo que Sam nunca teve. Por mais que Dean e John tenham tentado protege-lo, sabemos que não é a mesma coisa. Portanto acho perfeitamente natural a noção de família de ambos ser diferente, relembrando o que Sam disse: “Eu nunca tive quem cortasse a casca pra mim”. O que Dean não entende no momento, por estar muito ferido e magoado, é que é possível eles terem noções diferentes de família e se amarem. Dean quebrado + o que ele achou que viu no Céu do Sam + Deus “dando as costas” + Castiel abatido = amuleto na lata do lixo. Gostei disso? Nem um pouco, mas entendi o porque dele ter feito isso, dado seu estado mental no momento. Por isso tudo, não ataquei nem um nem outro.

    O que me resta a dizer para não me alongar ainda mais XD. Sam é o único em pé com esperança e fé. E restará a ele a tarefa de reerguer Castiel e Dean. De fato acho que isso é tão importante, pois já saíram spoilers acerca do episódio 100 sobre Dean, Miguel e Castiel. mas Sam está mantido em segredo.

  23. Só um adendo. Deus mostrou a Sam que o caçula está perdoado por Ele. Além disso, ele resolveu no 5×13 o que ele tinha internamente com o pai, colocando pra fora tudo que ele sentia a respeito de John. Se vermos, Sam está se fortalecendo ao passo que Dean está se afundando. Isso não é ao acaso. Pra mim é o caminho da redenção de Sam que está se abrindo e o caçula vai carregar Dean junto o fortalecendo.

  24. Anonymous

    Xelipe, me emocionei com suas impressões. Vc escreve muito bem e consegue visualizar a história com muita lucidez. É exatamente assim como penso, embora não tenha conseguido expressar nos comentários que já fiz.

    E estou começando a achar que vc ou é a Sera ou o Eric disfarçado.

  25. Muito obrigado por concordar comigo, Xelipe.Li os seus comentário e assino em baixo com ele.Também acredito que o Sam é quem vai levatar o Dean e o Castiel no episódio 5.18.

  26. Xelipe amei o seu comentário… Acho uma piada dizerem k o Sam é egoista? Toda a gente sabe que o Sam sempre quis ter uma vida normal e ele nunca escondeu isso de ninguém. Portanto acho uma piada as pessoas ficarem todas espantadas com isso agora… Tanto que algumas pessoas dizem mal do Sam e no final vão todos levar uma estalada de luva branca… Quanto ao Dean eu acho que ele vai se sentir tentado a dizer o sim mais do que nunca ( pobre Sam, Dean e até pobre Castiel é tudo o que consigo dizer…

  27. Episódio muito bom. Ver a crise do Dean me parte o coração, mas é algo que se a gente parar para pensar começou lentamente no inicio da 4ºtemporada e que ganhou força desde Abandone All Hope.

    E com as lembranças de cada um , foi possivel entender melhor a dinâmica dos dois.Se o Sam é egoista (pq ele realmente é),a vida do Dean foi toda dedicada a família.Eles são mesmo como Lucifer e Michael… A questão é se vão ter forças para achar um caminho diferente do deles…

    E Deus nessa história ? Minha unica conclusão é que ele tb quer resolver a pendencia entre Micheal e Lucifer…

    PS: Amei a participação do Ash. E achei interessante a insinuação de que John Winchester não está no céu… rs

  28. Anonymous

    outro detalhe: não vou agora querer crucificar o John pq até o Sam já o perdoou, mas ele conseguiu dar uma vida normal para o Adam. Mas com os meninos, como disse o Xelipe, não tinha domingo, nem feriado, tudo se resumiu na caça. Esses meninos não tiveram na infância um dia sequer de normalidade. O Sam, por ser o mais novo, conseguiu se insurgir contra isso (e nas nossas famílias também não é assim? Geralmente, o mais novo é o mais rebelde), já o Dean só consegue expor essa revolta pelo John em seus pesadelos.

  29. Anonymous

    Vcs não entendram nada do epi seus asnos!!! Putz eu to vendo comentarios d criticas ao Dean por ele estar quebrado e não eh pra menos, o pai jogou responsabilidades dele nas costas do filho, o menino se apegou na familia q o via soh como um soldado, O pai morreu por ele, e depois o irmão morre ,ele faz pacto, eh torturado por 40 anos no inferno volta e tem responsabilidade d evitar o apocalipse, o irmão q ele amava o trai, ele descobre q quebrou o selo, não evita o apocalipse, se ve na situação de negar Miguel para salvar o mundo, e agora ateh a mãe deles o desprezou!!!Miguel-SP

  30. Obrigado a Azulongmon, Catarina e anônimo.

    Sobre a eterna tecla de Sam ser egoísta, sim ele é, sobretudo e principalmente pelos atos mostrados na quarta temporada. Mas Dean também não é o santo que pintam. Eles são humanos e portanto imperfeitos.

    O que não consigo entender é por que é necessário para se ressaltar o Dean, ter que afundar o Sam? E vice-versa? Se querem defender Dean, o façam mas utilizando suas qualidades. O mesmo com Sam. Chega dessa briguinha nonsense.

    A única coisa que ficaria muito decepcionado com os roteiristas é se eles fizerem Sam se desculpar por ter ido para Stanford. Isso seria demais pra mim. É egoísmo você querer seguir um caminho diferente do que o seu pai impôs? Seria algo do tipo: um pai é médico e quer que seu filho seja também, mas o filho decide ser psicólogo. Depois o filho diz: “Desculpa por ter sido psicólogo.” Inaceitável pra mim. Sam apenas se utilizou do direito dele de fazer da vida dele o que bem entendesse na ocasião.

  31. Você caiu naquela manipulação do Zacarias, sabe-se lá quem?

  32. Aew Xelipe impressões perfeitas!
    Concordo!

  33. Anonymous

    1.um dos melhores episódios da série.

    2.Xelipe, concordo plenamente com todas as suas opiniões.

    3.Só mesmo um Dean muito fragilizado para ainda ficar triste com a escolha do Sam pela universidade. Aliás, um fato que deveria ser orgulho para qualquer família, é motivo até hoje para separar os irmãos.

    4.Como disse o Sam, ele não controlava as memórias que apareciam, então, o fato de o Dean não ter aparecido nelas pode ter sido mais uma manipulação, já que só apareceram aquelas especialemnte dolorosas para o Dean e vice-versa. Da mesma forma como foi a fala da Mary. Ou alguém acreditou que ela realmente diria tantos absurdos ao Dean?

  34. nossa adorei os comentario desta vez azulongmon muito legal xelipe demais muita vezes fico triste como as pessoas ve a vida do sam mas muita vezes mi ponho no lugar dele eu também ia querer fugir de tudo . entendo o dean mas ele julga demais o sam . é o que sam dise deicha eu crescer ele devia pensar como sam via seu mundo aquilo tudo e doentio pois ´até o dean não esta aguentando tanta pressão logo dean amo tanto ele mas ele não devia tem jogado o cordão fora aquilo foi presente do sam também acho que ele deve tem pegado dinovo parabens eu adoro ler coisa inteligente

  35. Esse episodio só serviu pra mostra como o SAm é ruim.
    Não foi memso a toa que ele foi o escolhido por Lucifer pra fazer tanta merda, pra ser o receptaculo e tal, ele é RUIm.
    Como pode fazer isso? como ele pode jogar toda a vida do Dean fora desse jeito? Sim, pois foi o que ele fez, magoou o Dean mais ainda, quando eu pensei que não seria possivel fazê-lo. Todas as boas lembranças foram coisas tristes para o Dean, ele não tinha nenhuma lembrança boa com o irmão que sacrificou a vida diversas vezes por ele, o rimão que foi para o inferno por ele!
    Sam é muiot FDP e o coração de Dean morreu de um vez, se ainda restava algo vivo dentro dele morreu depois de estarem no céu e o colar no lixo foi a maior prova disso.

    Chorei muito e fiquei com muita pena do Dean. E mais odio ainda do SAm.

  36. Anonymous

    Vcs não entendram nada do epi seus asnos!!! Putz eu to vendo comentarios d criticas ao Dean por ele estar quebrado e não eh pra menos, o pai jogou responsabilidades dele nas costas do filho, o menino se apegou na familia q o via soh como um soldado, O pai morreu por ele, e depois o irmão morre ,ele faz pacto, eh torturado por 40 anos no inferno volta e tem responsabilidade d evitar o apocalipse, o irmão q ele amava o trai, ele descobre q quebrou o selo, não evita o apocalipse, se ve na situação de negar Miguel para salvar o mundo, e agora ateh a mãe deles o desprezou!!!

  37. Só comentando os comentário dessa vez.
    Sim, Sam é um egoísta e o fato de ele querer uma vida normal, não siginificarai excluir o irmão da vida dele.
    O Dean não ficou triste pelo Sam ter escolhido uma “vida normal”, ele se ressente pelo fato de o Sam tê-los abandonado, o pai e ele, e partido, ou seja, escolhido FICAR LONGE da familia.
    Para o Dean, é a afamilia que importa, seja onde estiverem.
    Dean sempre desejou ter uma familia de verdade também, como quando ele era criança, já provou diversar vezes que passaria a etrnidde no inferno se pudesse dar aos pais e ao irmão uma vida normal. Dean tambéms empre quis uma vida normal com as pessaos que ele ama feliz.

    Por outro lado a Vida normal do Sam significava uma voda longe do PAI e do IRMÃO, vida normal não incluia a familia, pq para o Sam, esta era a culpada pela vida RUIm que ele levava.
    Ele não se importava com o PAI, com quem só brigava, e nem com o irmão. Nese episodio ele PROVOU isso, ELE NUNCA PENSOU NO LADO DO DEAN, quando passou a Ação de Graças com ESTRANHO, quando FUGIU, quando foi pra STANFORD, ele não pensou em como Dean se sentiria com isso. ELe nunca amou o irmão!

    Como não dizer que o Sam não é egoísta?

  38. Outra coisa, tem gente dizendo que tudo pode ter sido manipulado. Concordo e também pensei que tudo isso poderia ser manipulação do Zach, principalmente.

    ENTRETANTO, o que muda nisso?
    Exceto pela parte da Mary, é claro, nada modifica o fato de AS BOAS LEMBRANÇAS DO SAM NÃO INCLUIREM O DEAN, de o SAM TER como boas lembranças Situações que destroçavam o Dean.

    Ele é tão egoista que na lembrança do Dean com Mary queriam que saissem correndo dali, pq ELE NÃO estava na lembrança.

    Dou os meritos a Kripke, que talvez desde o inicio tenha escrito isso para ser assim, para que os irmãos fizessem uma oposição perfeita que se encaixasse mais perfeitamente ainda com Lucifer e Miguel, o que visando seus proprios objetivos se voltou contra Deus e o que obedeceu ao pai.

  39. Discordo em parte com você, Rayto.O Sam é um pouco egoista sim.Mas não foi crime nenhum ele ter decidido ir pra faculdade.Não devemos nos esquecer que foi o próprio John disse pro Sam se afastar caso ele deixasse a familia.E no final das contas John pecebeu que cometeu um erro em afastar-lo.O Dean precisa se cosientisar que familiares tem o direito de seguir o seu próprio caminho.Como eu já disse antes.Familia também é separação!!!!!!!

  40. Anonymous

    Quem garanta 100% q Mary não dizia a verdade, sera q ela não tava botando pra fora!!! Por Pam e Ash eram normais e ela não, credo com Zacarias!!!

  41. A única pessoa em quem a Mary pode disparar um desabafo é no John, vai lá saber quem!E é claro, sem sair depois de ter ouvido o dela…

  42. Anonymous

    Gosto da Pam e o comportamento dela nesse episódio foi estranho, pq ela demonstrava uma queda pelo Sam, e nesse epísódio veio com a conversa de que o céu é bom e ainda deu mole pro Dean, sei não…

  43. Claro qu enão foi crime escolher ir pra faculdade.
    Eu também fiz isso, mudei de cidade pra estudar.
    Mas no caso do Sam foi diferente, mesmo o Jonh mandando ele se afastar.
    Ele ACATOU COMO NUNCA HAVIA FEITO A ORDEM DO PAI, sem ter um pingo de dor na consciência. Somente porque AQUILO ERA CONVINIENTE AS VONTADES DELE, acho que se o Jonh tivesse dito “vá, telefone e escrerva pra contar como está indo lá” teria feito o mesmo efeito.

    O que era a familia para ele então?

  44. A diferença entre o Ash e Pamela e a Mary é que AQUELA não era a Mary e sim a lembrança do Dean e produto da manipulação do Zach!

    isso, é claro, contanto que os dois eram realmente eles e não projeção do Zach!

  45. É isso mesmo Xelipe… Esse é o problema de muita gente- é que para enalteceem o Dean ou vice versa falam mal do outro ( nem toda a gente é obrigada a gostar do Dean e nem toda a gente é obrigada a gostar do Sam obviamente)… Nem o Sam é perfeito nem o Dean… e ainda bem… Se eles fossem personagens perfeitas esta série era uma seca. Eu pessoalmente também acho que o Sam é um pouco egoísta ( o que não faz dele má pessoa na minha opinião) mas também acho que o Dean é muito co depedente… e xelipe também espero que os escritores n se lembrem de por o Sam a pedir desculpas por seguir um sonho e querer estudar ( não quero parecer que estou a engraxa-lo lol mas voçe deve ser das pessoas mais sensatas que conheci na fandom de Supernatural…

  46. Amei o episódio, apesar de ser extremamente melancólico. Concordo com quem não culpa Sam, acho que ele foi egoista, sim, na infância e adolescência (mas quem de nós não foi?). Agora, ele está mudando e lembre-se no episódio Mistery Spot qdo ele fica devastado ao perder o Dean, o problema é que ele deveria verbalizar este amor, o Dean está sofrendo e ele está vendo, ele vê a maior insegurança do irmão, que é ser abandonado, e não diz nada, dando a entender que isto vai acontecer de novo. Cara, é díficil racionalizar inseguranças, o Dean precisa de apoio, coisa que ele sempre deu.
    Quanto a Deus, acredito que ele não abandonou ninguém, ele só quer que todos os envolvidos resolvam seus problemas sozinhos

  47. Leo

    Eu tambem achei um egoismo do Sam , porque o Dean tinha como momentos bons os que ele passava com a familia como o dos fogos de artificios ali ele tava feliz e o da Mary , e o Sam não , nem ligava para a familia , quando ele brigou com o pai e foi para stanford , ele viu aquilo como uma coisa boa sem pensar nos outros que estavam tristes. e tambem não acho que ele jogou o amuleto no lixo só porque ele ta com raiva de Deus , porque se foce só isso ele nao jogaria fora , é um presente do irmão uma lembrança , e jogar na frente dele daquele geito , se ele jogou fora foi porque ele não liga para as lembranças já que Sam não deu a minima também!!! Achei bem estranho a atitude de Deus , eu acho que é um teste de dele pra ver se os irmãos tem fé e se continuarão lutando .

    É esperar para ver!!!

  48. Anonymous

    Além do egoísmo,não vamos esquecer a traiçao,escolher a bitch Ruby ao invés do irmão.Já que alguns acham que o Dean está errado,vão querer que ele se desculpe por ter sido traído,é só o que falta!!!!!!!
    Dean é o herói com todas as fraquezas,imperfeições,incertezas,inerentes ao ser humano,por isso é um personagem tão rico,profundo e fascinante.

  49. Anonymous

    Pra todos aqueles que conseguem ver a história também da perspectiva do Sam: não esquentem com as críticas ao Sam. É muito mais comovente a cena do Dean com o Sam no início do episódio (com os fogos de artifício) do que a cena do Sam com o cachorro.

    Eu me comovi com cada expressão do Sam tentando explicar pro Dean que ele também é sua família. Mas acho que o Dean só vai entender isso no epísódio 100.

  50. Anonymous

    Pra todos aqueles que conseguem ver a história também da perspectiva do Sam: não esquentem com as críticas ao Sam. É muito mais comovente a cena do Dean com o Sam no início do episódio (com os fogos de artifício) do que a cena do Sam com o cachorro.

    Eu me comovi com cada expressão do Sam tentando explicar pro Dean que ele também é sua família. Mas acho que o Dean só vai entender isso no epísódio 100.

  51. Episódio excepcional! Daqueles que te dão orgulho de acompanhar a série ao mesmo tempo que apertam seu coração e o quebram em milhões de pedacinhos!
    A dor do Castiel, a traição nos olhos dele por saber que Deus não pretendia mais ajudá-los foi dolorosa mas ao mesmo tempo mostrou que ele é mais que os outros anjos, que ele sempre foi mais… Que ele realmente tinha fé e esperança em Deus desde o começo!
    Quanto a atitude do Joshua, supondo-se que ele realmente está levando o recado de Deus (li bastante teorias por ai de pessoas que pensam que ele é o próprio, mas não vou me precipitar), me faz crer que Deus sabe o que está fazendo. Apesar da rispidez das palavras, da indiferença, eu acredito que de certa forma ele só esteja os empurrando para o caminho certo… Qual é? Eu ainda não estou certa, mas acredito que Deus tenha fé nos Winchesters para salvar o mundo do apocalipse. Realmente espero que seja isso e não o que ficou claro no episódio, que ele não dá a mínima para nada que está acontecendo, porque isso seria triste!
    Quanto ao Sam, eu também sinto raiva da forma como ele age, do jeito egoísta, mas a raiva morre em questão de segundos… Ao povo que vive culpando ele, eu não posso nem imaginar a dificuldade pela qual ele passa! Não importa o que aconteça, ele ama o irmão mais velho. Acho que o povo julga muito as coisas sem pensar! O Dean está acabado e eu sinceramente confio na força do Sam para reerguê-lo do chão. E quando ele fizer isso, eu sei que vamos todos nos emocionar e muitas pessoas vão engolir as palavras ruins que dizem sobre o rapaz. Ele está longe de ser perfeito, mas é isso que o faz um personagem cativante! Essa briga entre os fãs de Sam e os fãs de Dean é rídicula! Todos que amamos a série temos que amar aos dois, ta certo que é dificil fazer isso igualmente (eu mesma gosto mais do Dean), mas criticar o Sam e culpá-lo por tudo de ruim que acontece não leva a lugar algum!
    Eu espero que eles consigam fazer o Sam mostrar seu valor, realmente. Porque essa história das lembranças boas dele serem todas momentos em que o Dean não estava por perto doeu muito nele e aposto que doeu no coração de todos nós, porque aquela cena linda da lembrança do Dean de soltar fogos com o Sammy foi… Linda ahhaah! E eu queria mesmo que o Sam tivesse vivenciado alguma cena de ternura com o irmão! Eu me sentiria traída como ele se sentiu ao saber que os melhores momentos de Sam foram todos ao sair de perto dele. E quando eles falaram do dia em que o Sam foi pra Stanford, eu pensei que a gente ia finalmente ver essa cena e até me empolguei! XDD Mas infelizmente não aconteceu, mas sabemos que foi um dos piores dias da vida do Dean (e eu já imaginava isso, obviamente xD)
    E a parte em que ele joga o amuleto fora foi… Triste demais, angustiante na verdade! E na cara do Sam! Eu rezo para que o Sam tenha pego o amuleto e que o devolva para ele quando tudo estiver bem, porque essa cena simbolizou quase que o fim dele, e a perda da fé do Dean… Eu espero que isso não acabe de vez com ele e espero também que o episódio 100 que será centrado no Dean seja para reerguê-lo, e não para afundá-lo ainda mais em desespero, porque eu acho que fica dificil passar de um certo limite.
    Enfim, episódio dramatico e lindo ao mesmo tempo. Incrivel mesmo! *-*
    Beijinhos a todos ^^
    Rosetta

  52. O Egoismo do Sam não tem nada a ver com ter ido para a faculdade. O egoismo dele está em não ter entendido o lado das outras pessoas envolvidas.Nisso ele mostrou que amadureceu quando conversou com o jovem John sobre seu pai. Mas as lembranças “felizes” do Sam, são sim um indício que ele sempre valorizou mais o sonho de “normalidade” do que pessoas que amavam ele.

    Não é questão de culpar o Sam para defender o Dean. Se trata de perceber o que a série mostra.

    o Sam não é a pior pessoa do mundo, e sim, teve uma infancia terrivel.Mas culpou as pessoas erradas por isso… Se John não o tivesse criado como “guerreiro” ele teria sido um alvo mais facil ainda para os Dêmonios, e hoje estaria morto ou desfilando “vestido” de Lucifer por ae.

    O John fez o que pôde, e o Sam teria feito exatamente igual.Isso fica claro no episódio em que os dois conhecem o Adam. Sam quer treina-lo e Dean protege-lo. O objetivo dos dois é o mesmo:proteger o garoto, mas os médotos são completamente diferentes.

    E a dedicação do Dean a familia tb não tem nada a ver com “santidade”. Tem a ver com sobrevivencia. Ele perdeu a mãe , a casa e a chance de uma vida normal, então se apegou ao que havia sobrado: o pai e o irmão.

    Agora negar que o Sam é um personagem mais dificil que o Dean não dá. Toda vez que ele se rebelou o resultado foi dor para ele e para outras pessoas. E se realmente no final dessa temporada for ele a cuidar do Dean , vou achar ótimo. Pq o Sam precisa mesmo de algum tipo de remissão (?) e o Dean de um pouco de descanso…

  53. Este comentário foi removido pelo autor.

  54. Este comentário foi removido pelo autor.

  55. Anaa

    Concordo em termos com o egoísmo do Sam…ele querer a propria vida…faculdade…blzaa….mais nenhuma das boas lembranças dele inclui o irmão q fez TUDO por ele…naum levar em consideração o que as escolhas dele causou em outras pessoas eh PURO egoísmo!!
    O ep eh FODA….cenas lindas…cheias de emoção…a cena dos fogos de artificio…do dean com a mae deles…do Ash…FANTASTICAS!
    Agora…a cena do Cas totalmente descrente de que Deus de fato tinha tacado um foda-se e o Dean jogando o colar no lixo me destruiu…chorei pra kct.
    Fiquei me perguntando como issu vai acabar “bem”…como q ngm vai sair machucado dessa baderna td…como da pra seguir em frente se naum tem um rumo certo pra seguir??….Tah foda!!

    PS:Achei mto interessante um coment q eu li aqui (acho q do Lyncoln) do nome do Joshua (Josué) significar “Deus é auxilio”…dps d fik sabendo dissu tbm acho q esse nome naum foi escolhido a toa…tem mais coisa aí!! ctza

  56. Concordo totalmente com Mjuice, Sam sempre falou muito mal do jeito que Jonh os criou mais ao se ver na mesma situação com o Adam ele tomou a mesma atitude. Na minha opinião eles sempre bateram muita cabeça porque tem as personalidades muito parecidas, senão iguais.
    Também acho que as lembraças foram manipuladas por Zacareca, pois foram exatamente aquelas que mais machucariam Deam. E até para aqueles que defendem o Sam tem que adimitir que ele sempre foi um pouco egoísta desde criança (lembram daquele episódio em que eles só tem sucrilho pra comer na janta e o Sam fica enchendo o saco até Deam dar tudo pra ele no lanche? Acho que foi no episódio de Natal da terceira temporada), e não podemos esquecer que ele escolheu seguir os conselhos de um DEMÔNIO a confiar no julgamento do irmão por teimosia e vingança cega, gente reconhece a cagada que o Sam fez!
    Dean também não é perfeito, ele deve parar de ser tão dependente de outras pessoas que foi o que de certa forma começõu todo esse rolo, mais infelizmente foi como ele foi criado desde cedo e acho que o Sam também o recente um pouco por sempre ter ficado ao lado do pai nas discussões de famíla.
    Deus está apenas dando aos humanos o livre arbítrio, seja para se salvarem ou se destruírem (embora eu acho que ele/ela? ainda vai aparecer e botar pra quebrar! rsrs).
    E Castiel? *tear* Ele está completamente destruído coitado! E se sentindo traído, caminhando cada vez mais para aquele ser sem vida que estava apenas “funcionando” em 5×04 sem nenhum propósito!(ainda acho que eles precisam de um abraço em grupo rsrs)
    Segurem os lenços pra o episódio 100, vai ser phoda!!!!

    *fim do bla bla bla e desculpem as repostagens*

  57. Como diria um amigo meu :”Mermão, episódio tenso!”

    Foi mais um daqueles episódios que classifico como fundamentais para a série. A partir dele podemos começar a vislumbrar o que acontecerá na season finale.

    Sam tem defeitos, mas não é um monstro egoísta. Ao contrário do Dean, ele não tem noção nenhuma do que seja uma vida normal. É o maior desejo dele e não vamos culpá-lo por isso. O problema é que boa parte das memórias mais felizes do Sam são as piores do Dean.

    Zachariah é a versão “made in heaven” do Alastair. Ele faz o Uriel parecer um cara muito legal. A manipulação dele está passando dos limites.

    Amei rever o Ash e a Pamela. Ellen e Jo NÃO ESTÃO NO CÉU??? Isso tá me cheirando a informação relevante para o 5×22… A gente sabe que a equipe da séria não dá ponto sem nó.

    Joshua, gostei dele. A conversa dele confirmou algo que muita gente apostava e revelou coisas de nos deixar com o cabelo em pé. Deus não movendo uma palha? Esquisito, mas acho que ele se importa com os humanos. O que Ele não quer é que suas criaturas sejam tão dependentes dele. Afinal, o livre arbítrio tem que servir para alguma coisa.

    Cena final de cortar o coração. Cass puto com o Magnânimo, Dean com a auto-estima baixíssima e Sam tendo que segurar as pontas. E espero que ele tenha tirado o amuleto do lixo.

  58. Adendo rápido: Joshua é só um anjo. Não acredito que ele seja Deus. Caso o Todo Poderoso apareça vai ser em grande estilo e no último episódio.

  59. Esqueci de comentar sobre Joshua. Eu gostei desse personagem e não acho que ele seja Deus como alguns estão supondo. Mesmo trazendo notícias arrasadoras para os rapazes ele diz que está torcendo para eles, então é mais um anjo team Winchester! Mais uma vez derrubando aquele bla bla bla da Anna de que os anjos não tem sentimento.
    Com eu comentei antes, Deus está dando a nós nosso tão falado livre arbítrio, o que é um pouco contraditório também se agente pensar que há uma profecia sobre esses fatos que estão ocorrendo…*mente em parafuso*
    E como eu ainda estou de coração partido pelos garotos, vai um link para uma arte feita por uma fã que eu acho que deveria ter sido o final do episódio:http://maskedfangirl.livejournal.com/29759.html. Não precisa nem entender inglês para sentir as emoções nessa cena :C

  60. Não vi nenhum egoísmo da parte do Sam. Apenas foi ressaltado o que Sam sempre quis, que era ter uma vida normal. Talvez, no fundo, soubesse do seu “destino” e quissesse fugir dele. Cruel é sempre a forma como o Dean coloca isso, como se fosse abandono da família.´

    O jogar o amuleto não vi como uma desistência do Dean pelo Sam. O Castiel é que falou que o amuleto serviria para encontrar Deus, e saber que Deus está sabendo de tudo e não está se importando, fez o amuleto perder o sentido para Dean. [2]

    Qto ao Joshua, acho que no fundo seja Deus, e que seu aparente não estou nem aí, é na verdade uma forma de dizer que confia na capacidade dos irmãos Winchester nesta luta, como bem disse o azulongmon. Tb não acho a Pâmela essas coisas todas e preferiria se tivesse aparecido a Helen e a Jo. Ah, sim, faltou o John também, mas no conjunto… este foi um dos melhores episódios da temporada!

  61. Ah, sim, Xelipe vc analisou mto bem o episódio e o real sentido, por assim dizer, do céu do Sam. Aliás, sua impressão foi tão boa e bem escrita quanto as da Polly, parabéns. E sim, acho que Sam está a caminho da redenção e, porque não? De renovar a fé e a esperança de Dean e Castiel? Que venham logo os próximos episódios!

    P.S: Tb acho ridículo alguns entenderem que preferir o Dean signifique odiar, xingar e só falar mal do Sam. E como disseram em comentários acima, ele tb tem parcela de responsabilidade pelo Apocalipse, ao topar realizar as torturas no inferno e assim abrir o primeiro selo. Infelizmente, culpar sempre somente ao Sam, é mais “fácil e melhor” do que se lembrar disso.

  62. Este comentário foi removido pelo autor.

  63. Este comentário foi removido pelo autor.

  64. Só prestem atenção, o suposto Joshua,diz antes de mais nada.
    “Vou dizer o que voces querem ouvir.”

    Todo o resto,depois de ter dito isso, se torna muito duvidoso.

    Ainda acredito no final feliz.

  65. Esse episodio me deixou fatigada. Não só pela carga dramática que jogaram nos meus heróis. Foi também pelo modo que trataram o céu e Deus sei lá (esses roteiristas viu ¬¬.). Sinto tanta dor quando vejo o Dean sofrendo, tipo, ele lá com seus melhores momentos todo fofo sempre com o Sam e a mãe. Ai me vem o bocó do Sam com seus melhores momentos longe do Dean( ok entendi oq vcs estão querendo dizer sobre o Sam). Nem sei mais. Foi devastador ver como o Cass (tadinho) e o Dean ficaram com esse negócio de “Deus caga pra tudo” (tenho aqui minha inocente esperança, de que isso não é verdade). aguardando as cenas do próximo capitulo! Espero que o Sam tenha pego o amuleto.

    Ps¹: Não aguento mais esse careca, que anjo é esse minha gente?! Infeliz esse ser.

    Ps²: Não estou xingando ou dizendo que o Sam é um FDP. Só acho que foi bem triste para um Dean fragilizado ter que rever seus “traumas”. Repararam na parte que o doidinho (sempre esqueço o nome), disse algo sobre almas gemeas?? Aposto (meio obvio) que o Sam e o Dean são um tipo de almas gemeas!

    ps³:Amei as impressões do Xelipe *-*’

  66. SamDemon

    Um episódio muito bom, esse é realmente para se refletir muito sobre a série e analisar e do princípio ao fim foi tenso, porém faltou uma ‘ação final’, ficou cansativo aquela busca pela tal estrada.

    Sam egoísta? É o que todos veem logo de cara, mas todo mundo se analisar bem vai ver que não é bem assim. Claro que ser a melhor coisa da vida da pessoa ser o dia em que abandonou a família, é um pouco demais, mas se pensar pelo lado dele, era o que ele queria e o fazia feliz, ele não queria caçar, ele nunca se deu bem com John, e ele fez o que foi preciso para correr atraz dos sonhos dele e ele sinceramente, não está orgulhoso disso tanto é que no final do episódio ele disse: “Vamos lutar, eu e você Dean, juntos”.
    O céu de Dean nem tinha como o Sam ter o mesmo, ninguém nunca cortou uma fatia de pão para ele, quer dizer, ele tinha alguma lembrança boa da família? Quando se conheceu por gente já não tinha mãe e um pai sumido e quando estava em casa estava bêbado, como foi citado.

    Esse episódio foi pura reflexão e manipulação angelical, quem Joshua é para Zacariah o respeitar tanto? Mesmo que ele fale com Deus, porque Zac o respeitaria, se Deus não está nem ai, como foi dito? Isso não foi verdade, não confiei no que foi dito, nem na conversa de Dean com a Pâmela.

    No final Cas se sentindo totalmente desorientado e traido, espero que o Sam pegue o amuleto, e analisando aqui é ele que encontrará Deus, pois a série está se tratando de escolhas e fé, Sam sempre teve fé, seria justo que ele encontrasse com Deus para o redimir e também o ‘coroar’ por ser aquele que teve fé, pelo menos boa parte do tempo, já que Dean sempre foi o oposto.

  67. SamDemon

    Estou gostando muito da maneira que Sam está se comportando, mesmo que muitos criticaram e não quero ser imparcial, mas o grande egoísta ali não foi o Sam e sim o Dean, o Dean está com mania de perseguição, está se desvalorizando ao máximo que ele pode, qualquer coisa ‘você nos abandonou na primeira oportunidade’ e a frase que rezume esse ‘conflito de egoísmo’ que estão citando é: “Eu nunca tive quem cortasse a casca para mim”.

    Agora sim Zacariah parece um anjo, quero dizer, parece ter atitude e poder. Tem que chegar para colocar medo mesmo, chega de conversinhas e que cada um dê o melhor de si, o Zacariah está precisando aparecer mais nesses ultimos episódios.

    Estou um pouco apreensivo quanto ao final da temporada, algumas coisas estão nada claras ainda, como os cavaleiros. Eles simplesmente sumiram, morreram, o que houve? E o menino Jesse? E a Meg que Kripke tanto a queria de volta, se limitou a Sympathy for the Devil e Abandon all hope? E Bobby, qual o papel dele nessa temporada? E Rafael, o tão poderoso não aparece mais porque? Seria interessante e quem sabe seria importantíssimos revê-los ou ter alguma noção sobre o que houve com eles, senão vai ficar incompleto “/

  68. Anonymous

    O ator que faz o Bobby disse que o impossível acontece no fim da temporada. O que será?

    Como já disse é mais fácil se comover com a cena dos fogos de artifício do que a cena do cachorro. Ver além do óbvio é que é difícil. E sobrenatural, graças a Deus (rsrsr), tem fãs que são perpicazes e conseguem enxergar além do carência afetiva do Dean (todos me abandonaram). Até a lembrança da mãe é uma visão (manipulada ou não) em que ela o despreza.

    Querer que a lembrança feliz de um dia de ação de graças de um menino de 11 anos seja numa casa desarrumada, com uma comida ruim, desde que seja em companhia do irmão super-herói, fala sério. O Sam de hoje entendeu como o Dean se sentiu, mas o Dean não consegue entender as emoções de um menino de 11 anos? E o Sam é que é egoísta?

    A ida para Stanford sempre foi um motivo de alegria para o Sam, que nunca escondeu isso. Deixar a vida que não queria, estudar (fazer o que sempre gostou) e o prêmio foi ser expulso de casa. E ele ainda é condenado por isso!!!!!

    Acho que o Dean, enfim, se mostrou para o Sam como ele realmente é: inseguro, carente, com o complexo de que todos me abandonaram. Até o John que morreu por ele, Dean não conseguiu ver nisso um ato de amor, mas só o “ele não pensou como eu me sentiria”, “ele me abandonou”.

    Vai dar trabalho levantar a auto-estima do herói.

  69. Anonymous

    E o Colin Ford? Nem precisa abrir a boca. É o Sam menino.

    E o Joshua tem mais poder que o Zac?

    E o Castiel perdeu a fé rapidinho, nem cogitou de jogo sujo de anjo. Estranho, né?

  70. Ótimo episodio! O começo foi eletrizante e o fim melancólico!
    Pelo menos ja esclarece uma duvida que fez muita gente a criar teorias mirabolantes,a de que foi Lucifer que tinha transportado Dean e Sam para o aviao,e ressuscitado Castiel! NÃO FOI!Foi Deus!!
    Ja disseram e varias vezes que Sam é egoista…e sim,parece que suas lembraças foram egoistas.Mas ele nao tem só essas lembranças,com certeza ele teve bons momentos com Dean tbm.E para ser franco, o Sam é o unico que continua com fé! Mesmo depois do que Joshua disse, ele ainda tenta lutar contra o Apocalipse.
    Ja Dean( o meu preferido )ta muito arrasado, sem esperança,talvez seja o primeiro a dizer o “Sim”.
    Agora o Castiel me pareceu traido nas sua crença,porem eu tenho uma pequena teoria: Na hora que Castiel ta lá reclamando ele olha para cima como se estivesse ouvindo algo(isso ja foi citado antes) depois disso ele devolve o amuleto a Dean e diz ser inutil,na minha opniao ele disse isso pois a mensagem que recebia era a de Deus,assim nao precisaria de amuleto pois ja sabe o seu paradeiro! Bom é o que eu acho!
    Resumindo, esse foi um bom episodio!

  71. Galera, primeiramente parabéns aos comentários, em especial do Xelipe. Extremamente inteligente!

    Ao término deste episódio pensei: Puta que pariu, este vai dar o que falar!

    Pois é. Tenho umas considerações que servirão como complemento dos comentários do Xelipe. Vamos observar a estória do ponto de vista do Dean:

    – Garoto de 4 anos que perde a mãe de forma bizarra, cujo pai delega a função de pai-mãe para cuidar do irmão de 6 meses. Esta cena é a mais marcante do episódio piloto: John dando o Sam pro Dean correr com o bebê nos braços… Toda e qualquer memória que Dean tem de Mary reflete o pouco de memória que alguém tem até 4 anos de idade… Para Dean houve um mínimo de relação familiar, e, mesmo assim, não se pode dizer mais que isso. Sempre admirou o pai, pois tinha o mínimo entendimento que John estava tentando vingar a sua mãe, que ele conheceu. Criou o irmão e tem por ele um grande amor e uma necessidade constante de protegê-lo, afinal de contas, foi incumbido desta missão. Assume a personalidade de pai de Sam, do tipo eu falo e você cumpre e tamos conversados. Não se conforma que Sam foge de casa e vai atrás dele quando o pai some de casa, pois é a única família que tem. Sempre na tentativa de proteger o irmão, vai pro inferno e acaba com seu psicológico. Volta do inferno, após quebrar o primeiro selo e descobre que seu querido irmão o trocou por um demônio. Fica puto. Tenta convencer o irmão que ele está errado, da mesma forma que sempre fez: eu falo e você obedece. Ponto. Sam quebra o último selo e liberta Lúcifer, apesar das tentativas do irmão.

    Vamos ver o lado de Sam:

    – Criança que não conheceu a mãe, mas soube que circunstâncias cabulosas a mataram. Foi criado pelo irmão, pois o pai estava sempre ausente tentando vingar a morte da mãe. Foi envenenado goela a baixo com sangue de demônio desde bebê (sem escolha alguma), o que o tornava “diferente”. Na primeira oportunidade que tem tenta vazar da vida de caçador, a exemplo da mãe que nunca conheceu. Tem ódio do pai que nunca via e não entendia muito o porquê de suas caçadas. Não podia questionar muito com o irmão, pois o pai sempre tinha razão e afinal de contas ele, o caçula tem que calar a boca. Sempre. Inicia uma vida feliz com sua namorada e faculdade, mas a namorada é chamuscada igual sua mãe. Resolve ir atrás do pai com o irmão pra vingar a morte da namorada (familiar isso, não?). Cai na cilada de um demônio após a morte do irmão, o qual morreu para salvá-lo e foi pro inferno. Pela primeira vez na vida sente-se importante, pois tem um poder. O irmão volta do inferno. Tenta mostrar pro irmão que tem valor. Que ele também é fodão. Descobre a cagada que fez após quebrar o último selo.

    A mesma estória com dois pontos de vistas totalmente distintos? Exatamente isso.

    É o que o episódio nos mostrou: o céu de Dean só poderia ter lembranças boas: seu irmão, sua mãe e mais ou menos o pai (que na lembrança estava brigando com a mãe).

    O céu de Sam trouxe as lembranças boas para ele: ação de graças na casa da namoradinha, o cachorro que teve na cabana, o dia que fugiu de tudo para faculdade.

    O céu de Dean (família), o inferno de Sam (família?).

    O céu de Sam (vida normal), o inferno de Dean (vida normal?).

    Lógico que nenhum vai entender o outro. Foram vivências totalmente diferentes.

  72. Continuando:

    Bom, agora o que eu pensei de tudo isso: Manipulação total para forçar o “sim” do Dean. Vamos rever todos os momentos que manipularam o psicológico de Dean:

    1) Sua melhor lembrança envolveu Sam – no 4 de julho ao som de Gun’s and Roses.

    2)A conversa com Pamela.

    3) As lembranças de Sam, nenhuma envolvendo sua presença, e pior, uma delas sendo sua pior lembrança.

    4) A pressão do Zacareca.

    5) A conversa com Joshua.

    Pra fuder mesmo com o Dean. O cara já tá sem fé, acabado e mais essa agora! Os anjos estão quase lá. Ponto para os anjos neste episódio.

    E mais uma vez: Ponto pro Sam no seu caminho de redenção. Entendeu numa boa as memórias de Dean, não se magoando pelo não reconhecimento dele pela própria mãe. Desculpou-se de forma inteligente ao irmão, justificando que nunca percebeu seus atos pelo ponto de vista do irmão (óbvio).
    Este episódio associado a sua resistência ao vício no episódio da Fome traduzem que está mais fácil o “sim” do Dean que o “sim” do Sam.

    Os anjos estão utilizando o artifício de baixar a auto-estima de Dean para que se revolte contra o irmão, da mesma forma que Ruby fez com Sam (convencendo-o que ele era mais forte que Dean, ou seja, baixando a auto-estima para elevar depois).

    Esta temporada talvez seja a vez da cagada do Dean, assim como a anterior foi a cagada do Sam.

    Mas que vai dar o que falar este episódio, isso vai…

    Abção…

  73. Acho que o Dean no final vai fazer o que é certo e não uma “cagada”, mas desconfio que a próxima temporada vai ser sobre acerto de contas entre os irmãos.

  74. Sam, quando matou Lilith, também estava fazendo o que era “certo”.

    E foi a cagada do século…

    Dizer Sim a Miguel será o certo para Dean?

    Cagada do século [2]….

    O problema é que SPN tem dois protagonistas humanos. As “dean-girls” como odeio isso, só querem enxergar o lado herói do Dean. Dean, assim como Sam já fez cagada também, vamos ver:

    1) Dean torturou no inferno e começou o Apocalipse, não resistindo às torturas de Alasteir, e pior, GOSTOU. Torturar é uma forma de exercer poder.

    2) Sam matou Lilith e libertou Lúcifer. Viciou em sangue de demo e também GOSTOU. Exorcizar demos com a mente e forma de exercer poder.

    Viram, estão tecnicamente empatados.

    Não tem mais egosísta ou menos egoísta.

    Na lógica, agora é o Dean que deverá dizer Sim a Miguel, e a sexta temporada desenrola a a partir daí. Sam tendo que arrumar tudo sem dizer “Sim” a Lúcifer, ou achando uma forma de engabelar o capeta. Seria a melhor forma deles se redimirem. Ou seja: com o “Sim” a Miguel, Dean se redime da tortura do inferno. Derrotando Lucifer, sam se redime de tê-lo libertado…

    Acho que a sexta temporada terá mais ou menos este enredo.

  75. Anônimo que comentou antes do SPN Big Fan, concordo com o que você disse a respeito de analisar Sam e Dean. Como disse antes, se você for só focar no Dean e em seus dramas emocionais, estará deixando de aproveitar 50% do episódio. Por isso sempre analisei as situações pelos pontos de vista dos dois. Torna a experiência mais rica.

    E SPN Big Fan, obrigado pelo elogio e parabéns pelos seus comentários. Concordo com eles e também tenho a impressão que dessa vez Dean vai cagar com algo. Até pra eles começarem em pé de igualdade na sexta temporada. É algo que penso.

    Interessante sua comparação entre Ruby e Zacarias. No fim das contas anjos e demônios são farinha do mesmo saco.

  76. sem querer ofender, eu nao consegui ler nem metade dos comentarios… vcs soh falam de sam e dean, dean e sam…

    eu achei que tem coisas mais importantes no episodio…
    ex: zacariah ser um serafim(o primeiro na escala do ceu), a conversa de ash com os winchester{eles podendo ter aprendido algo}, o modo que dean repara no simbolo enoquiano{provavelmente ele aprendeu}, aparecer “olhos amarelos de novo”, o que me faz lembrar que segundo algumas coisas que eu li, azazel seria um anjo caido junto de lucifer e etc etc…

  77. Rafael Ackles

    Apoiado diego tem muitas mais coisas pra se falar sobre o episódio.

  78. SamDemon

    Diego, o problema é que as aparições de Ash, Pamela e a segunda aparição de Mary são duvidosas, quero dizer, está mais do que claro que teve manipulação angelical ou que pelo menos é de se pensar nisso, essa é a grande questão do episódio.

  79. Eu acho que continuam tendo uma noção muito superficial do Sam e do Dean. Como eu já disse antes, não se trata de defender um OU outro e sim os dois! É isso que o pessoal não ta entendendo! Eu vi muita gente aqui defendendo o Sam maravilhosamente bem, bem melhor do que eu mesma conseguiria, mas criticando o Dean como se ele fosse o culpado de tudo, ou vice versa! Gente, não é disso que se trata! Se você não consegue compreender os dois é por que você deve assistir de novo a série e compreender tudo desde o principio! Os personagens são complexos e cada um é interessante numa esfera completamente diferente, mas os dois são maravilhosos com seus erros e acertos! Digo isso com propriedade, dificil encontrar uma série com personagens tão profundos e isso me dá muito orgulho!
    Então saiam da caixa, pensem fora das suas noções pre-estabelecidas! Parem de pensar a respeito do que o Sam fez na quarta temporada, isso está feito e ele está tentando se redimir! Parem de pensar que os erros do Dean justificam as coisas horríveis que algumas pessoas falam sobre ele, porque eles não justificam! De maneira alguma, não podemos julgar os personagens sem antes dar uma chance a eles!
    Eu acho que infelizmente essa é uma discussão eterna, mas eu decidi desabafar aqui, de qualquer maneira, porque eu ADORO os dois personagens e não acho justo esse cabo de guerra entre os fãs
    É isso, vou ficando por aqui ^^
    Beijinhos!
    Rosetta

  80. Anonymous

    Dean não vai “cagar” coisa nenhuma,tenho certeza de que ele vai superar esse momento difícil, e cumprir sua missão,com o apoio de Sam.Não adianta quererem diminuir, acabar com Dean,ele é parte fundamental da série assim como Sam.Concordo com a Rosetta,muito inteligente sua colocação.

  81. Anonymous

    1. Rosetta, o seu comentário é no mesmo sentido do que boa parte vem defendendo aqui no site: enxergar a série do ponto de vista de dois protagonistas e não apenas um. O fato das lembranças mostradas do Sam não aparecer o Dean fez com que o Sam (como sempre) fosse logo julgado, condenado e rotulado. Foi só isso que alguns tentaram mostrar: a análise dos personagens não pode ser tão simplista. E a análise do Xelipe sobre o Dean não entender as lembranças do Sam, na minha opinião, foi perfeita. E ali não tem ataque nenhum ao personagem (ao contrário do que boa parte faz com o Sam).

    2. O Spn resumiu muito bem a infância dos meninos. Nos episódios Um Natal Muito Sobrenatural e Especial Depois da Aula fica claro que uma parte da infância do Sam nada era falado sobre a mãe, sobre o que o pai fazia, e ele simplesmente não entendia o por que daquela vida louca. Depois, ele foi introduzido nas caçadas, sem que lhe fosse perguntado se era isso o que ele queria. E tudo o que ele queria era fugir dessa vida maluca. Só que o Sam cresceu, passou por todo tipo de provação, amadureceu e entendeu as razões do pai e do Dean. A recíproca é que nem sempre é verdadeira, como ocorreu nesse episódio, em que o Dean não consegue entender as lembranças do Sam, pelas razões que boa parte já explicaram.

    3. A fala da Pam, a segunda aparição da Mary e, principalmente, a “seleção” das lembranças do Sam, pra mim, foi tudo armação.

    4. A mensagem de Deus foi dada: já salvei vcs, já perdoei o Sam, o resto é com vcs.

  82. Eric Klimple fala categoricamente que o arco do apocalipse termina nesta temporada, então não tem sentido a história do Lúcifer seguir adiante.
    Nos evangelhos apócrifos Azazel foi o anjo que mostrou o conhecimento aos homens que os fizeram criar armas e questionar sobre tudo os colocando a perder.
    Não creio que ele tenha voltado ao céu, aquilo da mãe deles não passou de manipulação do Zach.

  83. SNP Big Fan, acabo de ler os seus comentários e concordo em parte com eles.Gostei muito de como você colocou o ponto de vista do Dean e do Sam, mas acho que a redenção do Sam será em impedir o irmão em dizer “sim” pro Miguel.Como você mesmo colocou, aceitar a possessão pro arcanjo vai ser uma cagada tão grande quanto romper o ultimo selo.Também acredito que aquela passeio pelo Céu não foi nada mais que uma manipulação do Céu.E amigão.Ver se não some tanto, Cara!!!!!

    P.S.

    A Polly vai meter o porrete no pessoal que tá criticando o Sam quando escrever as impressões dela…

  84. Anonymous

    Só pra recordar: a cena em que o Dean recebe o cordão/amuleto é uma lembrança do Sam, lá na 3ª temporada, em que o Dean tenta fazer um natal para a dupla.

  85. Azulongmon, eu também acho que a Polly vai ficar mtooo irritada ahahha
    Ao primeiro anônimo depois de mim, obrigada ^^
    Ao segundo (acho que são pessoas diferentes lol) eu sei que tem gente que defendeu muito bem os dois, só estou tentando falar mais especificamente para aqueles que não fizeram, aqueles que estão falando mal tanto do Sam (muitoooss) quanto do Dean (eu vi alguns ai tbm xD)! Mas não foi especificamente pra ninguém não ^^
    Beijinhos e fui de novo! ehehe
    Rosetta

  86. Por favor chega de ficar postando perfis piscologicos de sam de dean!!! Todod ja sabemos o que aconteceu,os posts estao repetitivos.Deixem isso de lado e postem suas teorias,sobre o “sim” de ambos,sobre Deus…Sobre Castiel,sobre o Apocalipse.Chega de terapia familiar.

  87. Tenison

    Xelipe, seus comentários são magníficos. Os mais completos que eu li aqui – eu não li todos OK? Mas acho difícil alguém superar o cara.

    Hum… depois de tudo que eu li, eu só fiquei mais confuso, e o episódio me atingiu em cheio nesse ponto. Porque eu acho que sua principal função era nos confundir. Afinal, já sabemos que anjos – pelo menos os da série – mentem, manipulam, distorcem a realidade (Gabriel foi o melhor exemplo dessa última).

    Na verdade, até o aparecimento da Mary pela segunda vez, eu achava que as memórias eram realmente aleatórias, que ninguém poderia controlá-las. Mas depois disso fiquei com a pulga atrás da orelha: Será que Ezequiel não teria escolhido as memórias a colocar em cena. Acho que alguém já falou sobre isso aqui.

    Quanto à cena do bar… Os principais indícios de que poderia ser armação – uma grande armação de Zacarias – foi quando o Ash disse que ele já teve que buscá-los outras vezes. Mas vamos relembrar as mortes dos irmãos:
    1º Sam, não sabemos se ele foi para o Inferno ou não, mas as chances são grandes;
    2º Dean, todo mundo sabe que ele foi para o Inferno;
    3º Dean, centenas de vezes. Era tudo uma brincadeira do Gabriel. Provavelmente alguma espécie de ilusão para atingir o Sam;
    4º Dean e Sam, é bem provável que eles não tenham morrido e que tenham sido apenas retirados da igreja onde Lúcifer voltou. Caso tenham, é a primeira vez que foram os dois para o Céu;
    5º Sam, tá, contra essa última eu não posso falar nada.
    * Que morte é aquela em que o Sam é atingido por um raio? Não me lembro disso em nenhum episódio o.o

    E ainda por cima, as cenas com a Pamela. Não porque ela gostou de estar no Céu – ela odeia anjos, não o céu – mas porque ela tentou convencer o Dean a dizer sim para Miguel. EEE porque quando ela o beijou ela disse: “como eu imaginei”. Pois bem, acho que se eles tivessem morrido e ido pro céu antes, ela já teria feito isso, né?

    Mudemos o disco: Joshua/Josué. Alguns dizem que ele possa ser Deus ou Jesus. Pra mim ele também poderia ter sido incluído como mais um subordinado de Zacarias para enganar os irmãos. OK, nem eu aposto nessa possibilidade, mas temos que pensar em tudo, né?

    A idéia dele ser Deus me cativou. Mas eu não acho que Deus se mostraria a eles logo agora. Porque não antes, quando o Sam matou a Lilith?

    Outra, se ele fosse Deus, jamais mentiria dizendo que era Josué, isso é uma Lei escrita por Ele, se Ele não a respeitasse como poderia exigir respeito? – é só o que eu acho, OK? u.u

    Mesmo assim… algumas mudanças de tom em determinados momentos na fala poderiam indicar que Deus estivesse falando através dele…

    Se analisarmos uma de suas últimas frases ele diz que “só apara os aburtos”. Deve ter algo subliminar aí u.u

    Pausa pra besteirol: Nossa, como eu queria ver a cara dos caçadores vendo os Winchester acordar com todo aquele sangue no peito xD

    Três coisas foram muito dolorosas pra mim nesse episódio: A última memória do Sam, o desespero de Castiel e o Dean jogando fora o amuleto.

    Mas, assim como alguém já comentou, eu acho que o Cas possa ter recebido alguma mensagem, alguma revelação ou algo assim. Só como nota, o que achei mais interessante na forma como ele chingou Deus, é que pode ter duas interpretações: Ou que era pra alfinetar mesmo, já que Deus nunca teve mãe(?); Ou que era um chingamento inválido, auto-anulativo (isso existe?), já que Deus nunca teve mãe(?).

    Depois de tudo só o que tenho a dizer é que esse episódio foi o mais profundo de toda a temporada, quiçá da série, principalmente com relação à união entre os Winchesters.

  88. Tenison, muito legal seu comentário ^^ Tem algumas colocações bem interessantes! =D Admito que eu não falei muito com relação a teorias porque acho que qualquer coisa que eu tentar chutar aqui vai estar redondamente errada, porque esse episódio foi pra acabar com todas as esperanças (esse é que deveria ser Abandon All Hope ahhaa!) e foi tão impactante que eu fiquei vários minutos congelada diante do computador pensando a respeito dele. Realmente, cenas muito tocantes e chocantes de muitas formas diferentes!
    Confesso que fiquei com a pulga atrás da orelha com essa história de os anjos poderem estar manipulando eles, e se estavam tentando conseguiram mesmo!
    Quanto a morte do raio foi no episódio da fonte dos desejos, lembrou? Não me lembro bem o número.
    Quanto ás mortes, eu acho que se o Sam foi pro céu agora ele também foi da outra vez, não concorda? Ele tinha feito muito menos coisas erradas na época… E o Dean em Mystery spot morreu por seis meses, então sim, ele provavelmente foi pro céu (as ilusões do trickster não são necessariamente só ilusões, lembre-se que ele é o anjo Gabriel então é bem provavel que ele o tenha matado e trazido de volta mesmo, afinal ele pode fazer isso sem problemas)… Então não sei dizer se esse negócio de eles já terem estado no céu foi mentira, mas acho que talvez os anjos tenham manipulado um pouco as coisas, principalmente o céu do Sam… Porque eu tenho certeza de que teria alguma lembrança com o Dean lá. Isso pode muito bem ser coisa do Miguel para fazê-lo dizer sim.
    Fiquei com muita pena do Cas, agora eu adorei ouvir ele falar: You son of a bitch! Foi tão… Dean ahahahha! O que sofrimento dele foi uma coisa tão humana que deu vontade de abraçar (ta parei rsrs)
    Xelipe, suas avaliações são muito legais! Parabéns ^~
    Beijinhos e até mais!
    Rosetta

  89. canto do cisne simboliza o ultimo canto que alguém faz antes de morrer .ultimo episodio dean miguel mata SAM dean deichando cair o amuleto quem dizer que ele deicho a quela crença que amava totalmente sam. apesar que eu não concorde com ese ponto de vista. o amor que ele tem pelo sam e muito neurótico nossa ele fica puto com o sam que ele não tenha lembraça dele credo muito gay demais estou pra dizer deicha o sam respirar um pouco ele e possessivo sam nao pode nen ama alguem vio ele falou pro sam que ele so gosta de monstro sam precisa de si libertar isto gente não esta errado eu ja fiz isto e todos agora estão bem as vezes agente tem que andar com as proprias pernas

  90. canto do cisne simboliza o ultimo canto que alguém faz antes de morrer .ultimo episodio dean miguel mata SAM dean deichando cair o amuleto quem dizer que ele deicho a quela crença que amava totalmente sam. apesar que eu não concorde com ese ponto de vista. o amor que ele tem pelo sam e muito neurótico nossa ele fica puto com o sam que ele não tenha lembraça dele credo muito gay demais estou pra dizer deicha o sam respirar um pouco ele e possessivo sam nao pode nen ama alguem vio ele falou pro sam que ele so gosta de monstro sam precisa de si libertar isto gente não esta errado eu ja fiz isto e todos agora estão bem as vezes agente tem que andar com as proprias pernas

  91. Nuwanda

    Acho que eu resumiria esse episódio em uma pakavra: tenso!

    Aqui, o buraco que tinham descoberto no Dean em “My Blood Valentine” foi cavado ainda mais fundo.

    Primeiro, uma coisa que eu não percebi ninguém comentando mas, vamos lá: os outros caçadores. Eles estão perseguindo os Winchester agora? E coitado do Sam, desde há quantas temporadas, por um motivo ou outro, ele é alvo dos caçadores? E coitado do Dean: quantas vezes ele vai ver o irmão mais novo morrer na frente dele sem poder fazer nada?

    Depois, acho que a cena mais tocante desse episódio foi o 4 de julho do Dean ao som do Guns! A memória dele fazendo algo que o Sam menino disse que o pai dele tinha proibido. Aliás, aqui dá para perceber que ele guarda muito ressentimento do pai, afinal, da mesma maneira que nenhuma memória do Sam era de sua família, nenhuma memóra do Dean tinha o John.

    Gosto de ambos os irmãos – embora Dean seja meu favorito – mas, mesmo assim, consigo analisar o lado de ambos sem defender um ou outro.

    Veja bem, o Sam nunca soube o que era ser normal. A mãe morreu queimada no quarto dele e, mais tarde, ele soube que era sua culpa. Ele sempre quis ter uma família normal, de cmercial de margarina, mas tudo o que ele tinha era um irmão mais velho e um pai obsessivo-compulsivo. Daí todos os seus momentos felizes serem os que ele achava que estava tomando suas próprias decisões. Fugir do irmão, ir para Standford, era ele dizendo “eu sou alguém, eu sei fazer minhas escolhas.”

    Da mesma maneira, o Dean nunca pôde ser criança. Ele era pai e mãe para o Sam, e ele sempre teve que cuidar de todo mundo, de todos, mesmo quando eles não queriam. Ele nunca pôde ser normal tb e nesse episódio vimos que desde sempre ele tinha que tomar o lugar do pai. Cara, o Dean é muito carente, tudo o que ele precisa é de alguém que o ame e que aliviasse o peso de suas costas, sem que ele pedisse. Ele é um poço vazio, como disse Fome, porque ele esteve tempo demais dando baldes de água para as pessoas e nunca ninguém encheu seu poço de volta. Ele só queria que alguém retribuísse tudo o que ele sentia, mas não, ao ver as lembranças do irmão, sem ver o lado do Sam, ele achou novamente que ninguém precisa dele e ue seria melhor que ele nunca tivesse existido, pq não faz diferença.

    Não culpo nenhum dos dois, a visão do Sam foi realmente um tanto egoísta, mas não no sentido perjorativo. Da mesma maneira que o Dean estar com a mãe, vendo a cara do Sam de sofrimento qdo ela não o percebia ali e pedindo mais um minuto tb foi igualmente egoísta. Só que o Dean está acabado psicológicamente, enquanto o Sam está começando a se reegeuer.

  92. Nuwanda

    Aquele que sempre pareceu o mais forte, cortou a mão dando soco em ponta de faca, é assim que eu vejo. Ele sempre lutou contra tudo, não pq queria salvar o mundo, só pq queria salvar as pessoas que amava. Mas e perceber que ninguém sentia o mesmo por ele – mesmo uma percepção errada – acabou com tudo isso. Ferrou o que a Fome já tinha exposto.

    E então a Pamela! Que sempre achei sem sal ou açucar, mas dizendo toda aquela coisa de que se as pessoas morressem, então elas iam pro céu mesmo. Tá, como se ninguém que morresse aí nesse meio fosse pro inferno! Como se morrer uns poucos milhões fosse pouca coisa!

    Aí temso o Zacareca, que tá pertinho de cair como o Lucifer, na minha opinião. Uriel era só um pouco sado perto dele, cara! Que nojento ele se esfregando na “Mary”! E o que ele disse sobre não perdoá-los, dizendo sim ou não dizendo sim me faz pensar que, mesmo que tudo acabe bonitinho pro céu e Miguel faça tudo o que disse, os irmãos ainda tão ferrados.

    E, qto a Joshua: não acho que ele seja Deus nem Jesus, basta lembrar que Josué foi um profeta do Velho Testamento tb. Ademais, não acho que Deus não está nem aí, só que ele deu o livre arbítrio aos homens (e é aí que eu afirmo que os anjos e Lucifer mentem, pq eles dizem que os irmãos ñ tem escolha, q eles vão dizer sim e eu pergunto: se isso fosse mesmo verdade, pq ficar insistindo? Se eles fossem MESMO dizer sim, se eu fosse Miguel ou Lucifer, só sentava e esperava, não?), para o bem ou p/ o mal, os hhomens tem o livre arbítrio e a maior prova de amor de Deus é justamente o q John Winchester nunca deu aos seus filhos: escolhas.

    Mas, para quem estava com a fé já destruída como Dean, era só mais um pai fechando a porta na sua cara e indo embora. Para Castiel, que perdeu tudo o que ele um dia já teve, que só estava se mantendo de pé pela amizade, pelo amor pela obra de seu pai e pela esperança, dizer “Filho da Puta” olhando pra cima foi o primeiro passo para se tornar aquele Cass das orgias do futuro.

    E jogar o amuleto no lixo, para o Dean, foi o mesmo que enterrar tanto a busca por Deus qto uma represália ao céu do Sam e um jeito de afastar tudo para se proteger e não sofrer mais.

    Sei lá, algo assim.

    Espero que alguém tenha pego aquele troço o lixo, acho que eles vão precisar!

  93. Michelly

    Acheii Ótimo Esse Episódio 😉

    Adoreii 🙂

  94. joanna

    cara fala sério! eu já tava decepcionada com o sam desde a 4ª temporada, e confesso q já estava gostando dele d novo, mas aí ele mostra mais uma vez q o velho sam morreu (não é certo só criticar o sam, dean tbm mudou muito). pq q o paraíso dele tem q automaticamente excluir o dean? quer dizer q ele não tem nenhuma lembrança boa com o dean? nem um pedacinho d lembrança q seja? sei q o sam não quer magoar o dean, mas inconscintemente ele faz isso. e dean… pobre dean. sei q pena não é um sentimento legal, mas é só o q eu sinto por ele agora. não tô dizendo q eu odeio o sam, mas sabe qnd vc se decepciona com alguém e ao invés d sentir raiva sente tristeza? é isso q eu sinto agora. qnt a deus, acho q ainda vamos nos surpreender, não acretido q ele simplesmente não se importa mas com nada. e acho q jesus ainda vai aparecer, afinal ele já se sacrificou pela humanidade uma vez. supernatural ainda promete grandes emoções

  95. Sandeans2

    Na minha opinião, eu acho que esse “paraiso” foi como um palco de teatro montado com personagens reais sendo manipulados.As lembranças boas deles podem até sido reais, mais mostrada de um jeito que magoe o outro, principalmente o dean, e como muitos comentarios já citaram, eu acho tambem que os anjos, assim como os demonios estão lutando para que o seu receptaculo favoravel diga o tão esperado ‘sim’.
    E eu não acho que nenhuma lembranças deles foram egoistas, depende do ponto de vista que cada um quer levar. Se voce quiser ‘meter o pau’ no Sam, vai em frente, não faltara motivos; mais se voce quiser ver o ‘lado negro do Dean’ tambem encontrará uma porção de coisas que o deixará bem ferrado.Os dois são apenas vitimas do momento e da situação que foram colocados e o dean acaba sendo o mais abalado porque já está mal, desde que voltou do inferno, se formos analisar BEM.
    Há, e Deus não os abandonou, e sim que ele esta confiando neles, algo assim.
    E o fato de os outros caçadores estarem atrás deles, nada mais normal, afinal eles devem achar que o sam é algum tipo de monstro e deve ser morto, antes que as coisas fiquem piores.

    Bom, espero que eu tenha dado a minha opinião, e tenho quase certeza que o sammy tirou o amuleto do dean do lixo, para que quase no final da temporada tenha um ‘chã-nã’ extra.

    Beijos e até a proxima

  96. Anonymous

    Tenison
    o episódio q o sam morre atingido por um raio é um da 4ª temporada, q tem uma fonte dos desejos numa cidade, pq um cara jogou uma moeda mágica lá e tals, aí sam e dean vão tentar resolver as coisas, então uma mulher pede pra eles morrerem e nessa hora caí um raio e atinge o sam

  97. Episódio muito bom,melhor que o Dead Men Don’t Wear Plaid!

    Não achei as lembranças do Sammy egoístas,como ele mesmo falou ninguem nunca tirou a casca do pão pra ele;ele nunca teve o carinho da mãe e sempre que ele precisava de um apoio do pai ele estava caçando.
    Dean ficou mais abalado COM CERTEZA depois que ele voltou do inferno.

    Teve uma parte que eu não entendi:quando o Dean e o Sammy estavam na casa deles juntos com a mãe o Zacharias aparece a mãe dele fica com o olho amarelo.É o que,o Demônio do Olho Amarelo ou não é nada disso?
    Joshua ajudou muito na caçada do Dean,Sam e Castiel por Deus.Pois agora eles vão resolver tudo sozinhos,sem a ajuda dos anjos.Adorei a volta do Ash e da Pamela.Sempre soube que ela daria um beijo no Dean!

    Tambem tenho certeza absoluta que Deus não abandonou eles,só está dando um tempo para ver se eles conseguem impedir algo sem a interferência dele.
    Agora um mistério esta no ar:O que eles iram fazer agora para impedir o Apocalipse?E Castiel nunca mais poderá voltar para o Céu???

  98. 1. Episodio muito bom!
    2. Os personagens: Sam e Dean não são santos nem demonios, são humanos, têm defeitos e qualidades;
    3. Sam é, e já deixou isso mais do que claro desde a primeira temporada, extremamente egoista. No sentido de que ele quer uma coisa e corre atras sem se importar com o que vai provocar nos outros, especialmente no irmão;
    4. O Dean é muito apegado a família, excessivamente apegado, tem necessidade da familia para estar inteiro, e isso faz com que sufoque o Sam as vezes, ou quase sempre.Fora o fato de que é muito fechado em relação ao que sente o que só piora as coisas na relação dele com o irmão, o Sam as vezes tem que ser adivinho para entender o irmão. O Dean sofre calado e isso atrapalha um bocado.
    5. A diferença entre os dois não faz de um melhor do que o outro, faz deles diferentes um do outro.
    6. Sam é muito sensivel, inteligente e aberto com seus sentimentos; o Dean é engraçado, corajoso e busca forças onde não tem para apoiar a familia e os amigos. Ou seja defeitos e qualidades, são humanos.
    7.Sobre Deus se importar ou não com o apocalipse: acredito que ele não esta na terra atoa, e acho obvio que ele se importa, se não, não teria salvado Sam, Dean e Cas. Mas penso que tudo isso é uma lição nos anjos a respeito da liberdade de escolha dos homens. E para funcionar Deus não pode intervir demais.
    8. Muito triste ver a decepção do Cas, a fé cega que ele tinha em Deus foi destroçada;
    9. Por falar em destroçar, é obvio que o Dean só podia estar arrasado, o cara já se ferrou durante toda a serie, depois da 4 temporada e do baque que levou com Sam (num gosto nem de lembrar que tenho raiva do Sam de novo), ele apelou até para Deus, no qual ele nunca levou muita fé. Deus não querer intervir na situação não foi uma surpresa para o Dean, mas com certeza é mais uma gota d’agua em um copo que já está quase esborrando;
    10. Dean ficou sentido com o céu do Sam, e acho que não foi pra menos, deve ser dificil para qualquer um saber que não está presente no céu da pessoa que mais lhe importa no mundo, e foi isso que o Dean viu, enquanto a primeira lembrança dele foi sobre o irmão feliz, o Dean estava fora de todas as boas lembranças do Sam. Normal o cara ter ficado p…, eu mesma fiquei p…com o Sam na hora;
    11. Por fim, o Sam é que está mais inteiro no time do livre arbitrio: o Bobby tá arrasado, depois de ter matado a mulher pela segunda vez e na cadeira de rodas; o Cas levou o maior baque da sua existencia com a recusa de Deus em salvar a situação; o Dean já vem de um baque atras do outro desde a primeira temporada, com passagem no inferno e tudo, tá por um triz; o Sam como já falou nessa temporada esta em busca de redenção, depois da merda que fez na temporada passada, esta motivado para concertar as coisas, e ao que tudo indica ele é vai ter que ser o forte dessa vez e levantar o irmão.

    É esperar pra ver o que acontece!

  99. Bem… o q me resta é acreditar que Deus realmente esteja testando Dean e Sammy, e deixando a decisão final na mão dos meninos…para provar q o amor fraternal,ou seja, que se doar pelo irmão (de sangue ou não) seja a única salvação desse mundo…semelhante ao que fez a Jesus!

    elogiar o kripke tb é o q me resta…

    o cara consegue surpreender…tipo, ele me fez enxergar o Céu de uma maneira q eu jamais teria imaginado… e totalmente plausível..

    ansiosa pelo fim da temporada..

  100. Anonymous

    Pessoal, me restaram algumas duvidas, será que alguém notou tb?
    primeiro: qual será que foi o motivo da separação dos pais dos meninos, pois acredito que deva ser algum motivo forte, pois para o Dean com apenas 4 anos lembrar, sei lá, e o que quiz dizer a Mary para ele “vc foi meu fardo”, mesmo sendo manipulação do Zacarias, ele parece sempre atacar algo que fere psicologicamente o Dean, sei lá achei estranho as coisas de ela falou.
    Outra coisa, no episodio da 1ª temporada (Fé), quando o Dean esta no hospital e o Sam tenta achar uma saida para ajuda-lo, lembram que ele disse que havia ligado para varios amigos do pai, e um amigo ligou para ele dizendo para procurar o pastor que esta fazendo milagres, mas não foi Sam quem ligou para ele foi ele quem ligou pro Sam, e se não me engano o cara se chamava JOSUA, e já sabemos que os anjos já ligaram para os meninos outras vezes se passando por outras pessoas, será que Deus já estava intervindo, e não queria que Dean morresse, e lembram no que o pastor disse, quando Dean lhe perguntou “Porque me escolheu, no meio de tantos” e o pastor respondeu “vi em seu coração que era uma pessoa que tinha uma missão, e que não estava acabada”, mais ou menos isso, então parece que Deus já estava lá, ajudando os rapazes, o que vc acham?
    Mesmo que seja manipulação dos anjos para abalar nossos meninos, e parece que estam conseguindo, achei o epsodio otimo, mas realmente muito dolorido, para ambos os meninos, ver a cena do colar foi doloroso.

  101. Anonymous

    1. Eu não tenho dúvidas que Sammy irá conseguir levantar o Dean. E não será a primeira vez. Quando John morreu, foi por causa de Sam que o Dean não se transformou num caçador frio e insensível. Sam não deixou que o Dean perdesse o foco de que é o importante é salvar pessoas e não apenas matar coisas. Mas parece que as boas ações do Sam são sempre esquecidas.

    2. E continuo achando estranho o comportamento do Castiel. No 5.14 é o primeiro a sucumbir aos efeitos da fome. A vontade do receptáculo ser maior do que a dele, que é um anjo? E agora, demonstrar que perdeu a fé na frente do já moribundo Dean. Muito estranho. Dois episódios em que o comportamento dele contribui para deixar o Dean mais desanimado.

    3. A questão agora é como derrotar o capetinha. E considerando que todo final de temporada acontece algo extraordinário e que o apocalipse acaba nessa temporada, o que pode acontecer de excepcional como gancho para a 6 temporada?

  102. Anonymous

    Jhon saiu do inferno e não foi encontrado no céu…estaria vivo? Desu está na terra…hum….Jhon não está no céu e Deus está na terra…alguma possiblidade de ser verdade os boatos de Jhon ser recepetáculo de Deus?!

  103. Carlos

    Joshua = Metatron
    Encarnação de Deus no homem que foi elevado à anjo, sendo o mais poderoso de todos e o único que sabe o real nome de Deus.

    O gesto com a palma da mão entregou. Só faltou ele gritar: “Tesouro do céu!”

  104. Luana Collins

    finalmente vi!
    Nossa ver a Mary do mal foi ícnrivel
    o Dean se foi torturado da pior maneira,os anjos sabem como ambos se sentem em realaçao a perda da mãe,o zach pegou pesado.
    Podemos ver tambem o lado furioso do Zach ao saber q teria q cuidar do Sam e do Dean,ele deixa bem claro
    Vemos como o Dean via a vida dele com o Sam na infancia…O modo como Sam via ou sonhava com a infancia dele era ou deveria ser…Revemos o nosso querido Ash,foi super divertido qand ele disse q havia conhecido o Eisten(rs)e o autor do Kama Sutra…A Pam fala no que ela gostou e nao gostou em ter falecido…Finalmente o beijo dela com o Dean,na obseçao com o traseiro do Sam(oq ñ mudou.Revelou-se tambem q o Céu é o q nos pensamos como ele deve ser(lembra um pouco ao Casa Do Inferno).Joshua é + capacho de todos os anjos,ele fica feliz em servir e mesmo tendo suas opinoes ñ liga.A pior coisa sem dúvida foi a reaçao do Castiel…Ah Cass!O Dean naum pensou 2 vezes e ligopu p/ele.Nossa a cara dele de decpçao,era torturante,foi como ver exatamente oq ele pensava,sua esperanças foram arrancadas sem piedade,tentou inventar uma desculpa,mas Dean foi bem Claro;Qand ele tentou xingar Deus…Sam realmente sentiu pena do amigo.E agora Deus?Bom como eu espereva ele ñ iria aparecer,mas fica aquela coisa tipo,:”Estou esperando q aconteça e verei no q dará”.
    P.S.:Foi sem duvida um dos melhores capitulos(emocinal)q vi da serie
    Vlw

  105. Para gente! Vcs culpam o Sam por tudo. Já pensaram que qdo ele fez todas as coisas das lembranças, ele era adolescente? Adolescentes tendem a ser egoistas! Dean não entendeu isso tbm…mas quem garante que o Dean de 10 anos atrás é o mesmo Dean de agora e dava toda essa importancia a familia? Pode ser que caçar era tudo que ele queria qdo era adolescente e isso fazia Sam repudiá-lo. A cada ep. vemos o quanto os dois são iguais. Eles estão se tranformando nos seus opostos.

    Eu assisti o ep. há poucas horas e ainda não me recuperei. GRandes sacadas, emoçoes realmente fortes…eu sabia que isso aconteceria, pois toda vez que Mary aparece dá merda…sempre.

    Point of no return vai ser o próximo ep matador. Escrevam o q eu to dizendo.
    Besos.

    Ps. Eu acho que o Sam pegou o amuleto do lixo. E qdo ele der a Dean de novo, vai ser uma nova reconciliação.

  106. Gente, o episódio realmente foi muito bom, mas tem duas coisas que já tão enchendo o saco em Supernatural! Primeiro, o Dean, como comentaram aí em cima, é muito possessivo, muito mandão com o Sam, nossa! Só ele tem razão, só ele dá a última palavra, muito charo! Quem não gostaria de fugir, nem que fosse um pouquinho de um irmão assim? Se eu fosse o Sam, não pensaria duas vezes em fugir! Entendo perfeitamente pq as melhores recordações dele é sem o Dean.
    Segundo: Não aguento mais, não consigo mais suportar ouvir todos os personagens colocando a culpa no Sam por causa do Apocalipse! Sempre que surge uma brechinha na conversa, alguém tem que falar disso! Mas o pior de todos, foi o Joshua falando: “Deus já fez mt por vcs, já os salvaram, mesmo o Sam não merecendo…ele já acha que fez demais”. Fez demais o que?? O que Deus fez de tão incrivel assim em relação a isso? Aliás, Deus tem feito ALGO? Ah, fala sério! rs

  107. Rafaela Gonçalves

    Estava sentindo falta de um episódio com essa carga emocional e, simultaneamente, a mobilidade de ação que todo episódio tem que ter.

    Olha, isso já é uma tecla desgastada de tanto que foi teclada. Mas eu não posso deixar de dizer o quanto é irritante ver pessoas defendendo apenas a um dos personagens. Inserir-se em defesa de apenas um dos personagens é admirar apenas uma parte da série, e não ela como um todo. Isso é até certo ponto, limitação. Não vou fazer nenhuma análise, porque muitos já a fizeram e muito bem sobre a perspectiva de cada irmão na trama. Só queria dizer que ambos são humanos, e as pessoas agem de acordo com as suas experiências vividas. Não há como dizer que o contexto de vida do Dean é o mesmo contexto de vida do Sam. Então, o foco não está em decidir quem é o culpado, e sim na evolução e decadência de cada personagem. Nada é definitivo, as pessoas estarão sempre abertas a mudanças e suas vidas sempre serão um desce e sobe. Alguém aqui, por acaso, tem uma vida estável?
    Enfim, sem mais declarações em relação a isso. Só queria expressar a minha ‘pequena’ revolta mesmo. Fui lendo os comentários e a cada um lido, ia me dando aquela sensação de soco no estômago. Eu tinha que frisar esse ponto, haha.

    Bom, sobre o episódio. Representou a incidência de várias novas teorias, percepções e confirmações. Eu quero dizer, como estava carregado de informações! Foi uma explosão! É até difícil conseguir analisar todos os elementos presentes no episódio, sempre há um detalhe que nos escapa. Cogitaram aqui a hipótese de Joshua (Josué) ser Deus, mas eu não aposto tanto nessa proposição. É uma chance, mas ainda tenho expectativas de que Deus surgirá mais pra frente, de forma excepcional. E quanto ao ‘abandono’ do confronto ao Apocalipse, concordo com o que já mencionaram. É apenas uma questão de livre arbítrio, teste. Enfim, não é exatamente que ele esteja deixando o jogo. E acredito cegamente na proposta de que a estada dos irmãos no céu foi um artíficio dos anjos. Afinal, eles já notaram que matar Sam, torturá-los e todas essas transgressões físicas não estão afetando mais a Dean. Então, agora é recorrer a parte psíquica mesmo. Que é a melhor área para se infiltrar quando se trata de Dean, é o maior ponto fraco dele. Isso demonstra o fato de haver todo aquele drama familiar diluído nas lembranças do Sam. A ‘Mary’ só complementa toda a agressão psicológica já feita. Acho possível eles já terem estado no céu, mas tudo que ocorreu na passagem deles por lá é duvidoso. Zacareca mesmo disse, eles estavam ‘em seu território’. E certamente ele não iria desperdiçar essa chance pra prosseguir com sua birra para causar o caos. Dean está corrompido desde que voltou do inferno. E isso não demorou a se manifestas, a situação é que com as derrotas que ele anda sofrendo, isso só tende a se comprometer ainda mais. Acredito que essa perda da fé do Castiel e do Dean seja para que Sam tenha seu papel de retificação com tudo que já causou. Meu palpite é que cada desilusão, vazio ou culpa irá contribuir para que o desfecho do Apocalipse seja surpreendente, dando um objetivo de que haja uma renovação de todos os personagens na luta contra Lúcifer. É preciso da queda para haver o levante, simples assim.

  108. Concordo plenamente com a Rafaela Gonçalves.
    Temos que ver a serie como um todo.
    ADOREI ,AMEI o episodio, pouco suspence mas, muito drama, os irmaõs se confrontando. ADOREI ADOREI

  109. Até que faz sentido a ideia que o anonimo ali em cima teve,de que Jhon saiu do inferno mas nao esta no céu,e Deus nao esta no céu e sim na terra…mas ainda acho dificel essa idéia de Deus precisar de receptaculo!

  110. Só um adendo: Não estou defendendo ninguém e concordo plenamente em olhar a série como todo, pois não aguento mais esse lance de que Dean ou Sam é mais isso ou aquilo. Não aguento mais analises psicológicas profundas sobre Dean e/ou Sam. Isso é importante? Sim, é! Mas isso já está demais? Sim, está! Só coloquei um ponto de vista que venho reparando na própria série. Pois acho que o Eric tem colocado pouquissimas coisas sobre o apocalipse e aprofundado mais nos persoangens,e os fans defendendo esse ou aquele… só isso. E, realmente, já está ficando muito chato

  111. Também sei que os conflitos dos personagens são importantes pro desfecho do Apocalipse, mas como disseram sabiamente aí em cima: Chega de terapia familiar. Acho que já deu pra entender as profundidades dos personagens e a importância dos mesmos pra esse desfecho né. Poderia colocar mais coisas sobre o apocalipse sem mostrar exaustivamente os conflitos sam/dean, mas sem deichar de existi-los. Só isso

  112. Blz Azul. Já somos tipo um “museu” do blog. KKKKKKKKKK.

    To meio sumido msm, mas mesmo que posso tô na área.

    No chat do blog, estou sempre por lá.

    Abção…

  113. Tenison

    Obrigado por terem me respondido sobre o episódio do raio 😀 Como não sou muito bom com nomes, me desculpem, mas o agradecimento vai ser indefinido assim mesmo :/

    E bem, teve alguém – novamente não me lembro quem – que comentou sobre o episódio Faith. Eu reassisti ele e não é que o cara tinha razão? O único que retornou as ligações do Sam foi um cara chamado Joshua o.o E ter um amigo chamado Joshua que ajuda justamente a salvar o Dean da Morte em um episódio chamado Faith é coincidência demais para não ter sido planejado…

    Parabéns para quem percebeu/lembrou disso ;D

  114. Tenison

    Opa!! Ói nóis aqui travéis!! Eu acabei continuando a assitir Faith e no tempo 21:28, o Dean está segurando uma folha com o desenho de um ceifeiro e no topo da folha escrito: Famine.

    E sabem, quando eu vi a Fome pela primeira vez eu não pude deixar de me lembrar da imagem do primeiro ceifeiro que, aliás, aparece justamente em Faith.

    Já sabiamos que o Eric Kripke tinha tudo planejado para as 5 temporadas, mas isso já foi demais né :P? Ou será que não?

    Só uma curiosidade ^^

  115. Anonymous

    Olha eu realmente gosto de ver os comentarios desse site.Muito bons..

    Eu a cada dia me decepciono mais com o Sam.Nao só por esse episodio.
    Pelo decorrer da trama.

    E que fique claro, sou uma WINCHESTERGIRL.Não sou contra o Sam,pelo contrario, acho até que muita gente esta dando mais importancia ao relacionamento de amizade (dean e castiel) do que com ele.”frustrante”
    Mas…

    O Sam é extremamente egoista.Fato.Por mais fã que eu seja dele,isso sempre foi visivel.
    Ele so pensa em si mesmo,por isso se ferrou e tem que se ferrar enquanto isso ainda fizer parte dele.
    Tudo bem, ele não abandonou a familia quando foi para faculdade,so seguiu os sonhos.Certo, ponto pra ele.

    Seguir a vida é uma coisa,cortar o vinculo com as unicas pessoas que se importam verdadeiramente com voce é outra.

    Eu honestamente nunca senti um verdadeiro sentimento dele por ninguem.Raramente por Dean.Eu nao acho que a faculdade se tratou apenas de sonhos.

    Por que nas lembranças de Dean você não descobre só felicidade, mas a coragem de lidar com as tristezas, as dores, as dificuldades.

    Acho que o Dean entenderia a Jess… Mas não o dia de ação de graças.Isso foi de matar com um pau.
    Acho que o colar deveria ter sido enfiado na garganta do Sam,junto com todo esse poço de egoismo!!!

    EssA é minha opiniao,frustada e irritada opiniao.

  116. Cassia

    Tenison…fui eu quem postou o comentario do episodio Fath, e já que vc reviu, de uma olhada no que o pastor diz pro Dean depois de cura-lo, o Dean pergunta””Por eu?”” e o Pastor responde + ou – assim….”Pq vi em seu coração que vc tem uma missão para terminar”…, sei lá da a impressão que Deus já estava por perto, e precisa do Dean, palpites.

    Abraçosssssss

Leave a Comment