[ENTREVISTA] MISHA COLLINS FALA AO PORTAL G1

Misha Collins, que interpreta nosso amado anjo Castiel, concedeu uma entrevista ao potal G1 e falou sobre a 6ª temporada, a vinda ao Brasil e sobre seu projeto Random Acts.

***A entrevista tá bem legal, fora que sempre é bom ver nossos artores queridos dando entrevistas a mídia brasileira e falando bem do nosso país.***

———————————————————————————————–

ATENÇÃO! CONTÉM SPOILERS.

Segue á matéria.

‘Mal posso esperar pra ir a São Paulo’, diz Misha Collins, de Supernatural
Ator correu 83 quilômetros para arrecadar dinheiro para caridade.
Ele conversou com o G1 sobre trabalho voluntário, a série e a visita ao Brasil.
Marília Juste Do G1, em São Paulo

No seriado ‘Supernatural’ (quintas, na Warner), o ator Misha Collins interpreta o anjo Castiel, que ajuda os irmãos protagonistas Sam (Jared Padalecki) e Dean (Jensen Ackles) Winchester a, basicamente, impedir o Apocalipse e salvar o mundo. Na vida real, Collins também tenta salvar o mundo, de outra maneira. Ele montou uma ONG para financiar “atos aleatórios de bondade pelo mundo” e correu 83 quilômetros sem parar para arrecadar dinheiro para três orfanatos no Haiti.

Collins conversou por telefone com o G1 sobre o trabalho da ONG, a Random Acts (“Atos Aleatórios”, em inglês), sobre a sexta temporada de Supernatural (que estreia nesta quinta-feira, 4 de novembro, no Brasil) e também sobre sua visita a São Paulo, prevista para maio de 2011, para participar da convenção Rising Con.

A Random Acts é, segundo ele, fruto de sua conta no Twitter. “Abri uma conta no Twitter cerca de um ano, um ano e meio atrás. E eu notei que: a) havia muitas pessoas me seguindo e b) e que essas pessoas que me seguiam tinham muita energia criativa. Elas faziam toda a sorte de trabalhos artísticos, fã-clubes e websites e tudo com muita criatividade”, conta Collins “Comecei a pensar ‘nossa, seria ótimo se a gente conseguisse colocar toda essa energia para trabalhar em prol de uma boa causa’.”

No início do segundo semestre, o ator informou que tentaria correr o máximo possível sem parar e pediu que seus seguidores se comprometessem a doar qualquer quantidade de dinheiro por quilômetro percorrido, para financiar os trabalhos da Random Acts e três orfanatos no Haiti.

Em 5 de setembro, ele saiu de sua casa para correr e só parou 83 quilômetros depois. “Depois que acabou, eu não conseguia nem andar”, conta. O resultado? Mais de US$ 80 mil arrecadados — US$ 5 mil só do colega de elenco Jim Beaver.

Sobre a sexta temporada, ele conta que ela lembra as “raízes” de Supernatural. “Ela tem um visual que lembra muito a primeira e a segunda temporadas”, conta. Mas Collins alerta. “O grande tema, a grande mensagem da temporada é ‘nada é o que parece’”.

O ator disse que está “muito empolgado” com sua visita a São Paulo, que promete reunir mais de mil fãs da série no Hotel Sheraton. Tanto que a entrevista começou com uma pergunta dele. Confira a íntegra abaixo.

Misha Collins: Você está em São Paulo?


G1: Sim, em São Paulo.
Collins: Mal posso esperar para ir a São Paulo. Estou totalmente empolgado com a viagem. Um dos diretores-assistentes de Supernatural é brasileiro de São Paulo e ele vai estar aí ao mesmo tempo em que eu estarei, porque ele vai para casa em férias. Então não apenas eu vou poder ir para São Paulo, mas também vou ter um amigo aí para me mostrar as coisas. O Brasil esteve na lista de lugares que eu queria conhecer antes de envelhecer por anos e eu nunca tive a oportunidade, então estou muito, muito empolgado.

G1: Você vai ficar só em São Paulo ou vai conhecer outras cidades?
Collins: Provavelmente vou viajar um pouco. Ainda não pensei para onde vou, mas quero fazer um pouco de turismo.

G1: A sexta temporada de Supernatural estreia no Brasil em 4 de novembro. O que os fãs podem esperar?
Collins: A sexta? Que bom. Fico feliz que vocês estejam tão atualizados. Alguns países ainda estão começando a quinta temporada agora. Mas, bem, a sexta temporada. Ela tem um visual que lembra muito a primeira e a segunda temporadas. Há muitas histórias do tipo “mostro da semana”, o que, em termos de Supernatural, é como voltar às suas raízes. À primeira vista, não parece mais ter a mesma enorme mitologia de Céu e Inferno nas histórias. Conforme a temporada se desenrola, uma mitologia mais profunda vai aparecer. Estou tentando o meu melhor para de fato passar alguma informação para vocês, sem estragar nenhuma surpresa. Não estou indo muito bem.

Basicamente, a série pode parecer um pouco a primeira e a segunda temporada, com monstros da semana, mas, na verdade, há algo mais profundo acontecendo, há um arco maior na temporada que vai ser revelado. Na verdade, o grande tema, a grande mensagem da temporada é “nada é o que parece”. Há algo errado com Sam, Castiel tem as suas próprias guerras que ele está travando. É difícil falar sobre isso sem arruinar tudo.

G1: Como Castiel se encaixa nesse arco, sem a história de Céu e Inferno, com mais monstros?
Collins: Cas não está em todos os episódios. Há anjos aparecendo de tempos em tempos. E alguns demônios. Mas ele está mais lutando a sua própria guerra no Céu.

G1: O que acontece com o Jimmy [o personagem que o anjo Castiel ‘possui’ quando está na Terra] enquanto Castiel está no Céu?
Collins: Eu não sei. Talvez ele tenha um armário onde ele guarda o Jimmy. Eu não sei como ele impede que o Jimmy apodreça, de verdade. É uma boa pergunta, preciso perguntar para os roteiristas.

G1: Você correu por 83 quilômetros para a Random Acts. Como você se preparou?
Collins: Eu corri muito nos dias anteriores. Mas eu não sabia se ia conseguir. Eu não tinha idéia do quanto eu ia conseguir correr antes de desmaiar. Eu corri uma maratona uma vez, e o que é isso? Trinta quilômetros?

G1: Quarenta e dois.
Collins: Quarenta e dois. Eu corri isso e só sabia que depois eu estava cansado pra caramba. Não sabia se ia conseguir ir muito além. Depois que acabou, não conseguia nem andar.

G1: Da onde veio essa ideia de correr? E da Random Acts?
Collins: Bom, abri uma conta no Twitter [@mishacollins] cerca de um ano, um ano e meio atrás. E notei que: a) havia muitas pessoas me seguindo e b) e que essas pessoas que me seguiam tinham muita energia criativa. Elas faziam toda a sorte de trabalhos artísticos, fã-clubes e websites e tudo com muita criatividade. E eu comecei a pensar ‘nossa, seria ótimo se a gente conseguisse colocar toda essa energia para trabalhar em prol de uma boa causa’. Reunir parte desses recursos e colocá-los para um bom uso. Essa foi a semente de como começou a Random Acts. Comecei a montar com a ajuda da Lisa Walker, uma das minhas seguidoras no Twitter e alguém que trabalha no terceiro setor há muito tempo. Nós começamos a conversar e a colocar tudo em pé.

É muito legal. Nós levantamos um monte de dinheiro e temos um grupo de pessoas no Haiti agora mesmo ajudando a abrir um empreendimento de negócios em uma área rural para marceneiros. Então já temos coisas que estão dando resultados agora.

G1: Como as pessoas podem ajudar? Os fãs no Brasil podem ajudar?
Collins: Elas podem conferir no nosso site, TheRandomActs.org

G1: Seus colegas de elenco se envolveram de alguma maneira?
Collins: Nós recebemos uma doação de US$ 5 mil de Jim Beaver [que interpreta Bobby na série], que foi muito generosa. Alguns outros membros do elenco estão envolvidos em seus próprios projetos e trocamos idéias. Então, sim, há muito envolvimento.

G1: Você tem mais de 90 mil seguidores no Twitter. O que você acha dessa interação direta com os fãs?
Collins: Eu sou uma pessoa muito megalomaníaca, então isso combina muito com a minha visão de mundo egoísta. Não, não, estou brincando. É muito estranho. É claro que é estranho. É uma coisa engraçada ir de um cara que ninguém conhecia para pessoas te parando a cada vez que você sai de casa. É algo estranho e faz você parar e refletir a cada vez que você vai escrever alguma coisa, ‘nossa, 90 mil pessoas vão ler isso, é melhor eu fazer o possível para pelo menos soletrar direito’. E eu sou terrível para soletrar.

G1: Você tinha travado uma pequena “guerra”, de brincadeira, com os administradores do Twitter no ano passado [na estreia da quinta temporada de Supernatural, Collins pediu que os seguidores twittassem a expressão #LuciferIsComing — #LuciferEstáChegando, em inglês – e a administração do Twitter bloqueou a hashtag]. Mas agora você tem uma conta verificada. Vocês fizeram as pazes?
Collins: Como isso aconteceu? Não sei como eu acabei com uma conta verificada. Acredito que talvez seja um esforço da parte deles para diminuir o meu valor cultural. Porque você não pode dizer que é uma vítima de injustiça se você tem uma conta verificada. Ou talvez seja o equivalente deles de oferecer uma bandeira branca. Talvez eles estejam se rendendo. Isso, acho que eles estão admitindo a derrota.

——————————————————————————————————

É isso galera. O que acharam???

xD

Related posts

18 thoughts on “[ENTREVISTA] MISHA COLLINS FALA AO PORTAL G1

  1. Anonymous

    Demais!!!

    Misha Collins realmente é um anjo!!!

  2. Ele é um querido, né? Muito, mas muito, mas muito simpático com a repórter! Dá gosto ler uma entrevista assim!

  3. Anonymous

    O Misha é uma graça de pessoa, mesmo sendo conforme ele mesmo disse “megalomaníaco”,,,rs…e ainda por cima diz que quer via a São Paulo, ah, car que máximo…..e eu nem sabia que tinha brasileiro na equipe de SPN…
    Morganalu

  4. muito bom, o cara correu duas maratonas de uma vez, esse cara nao é humano hahaha.. irada a entrevista, o Misha é super simpatico e competente.

  5. Hahaha, legal. Ele é mó gente boa!

  6. leo

    Misha Collins é sempre uma pessoa mt simpática, ele é o mais engraçado de SPN e suas entrevistas são hilárias.
    A fundação Random Acts é uma ação mt legal se puder vou doar para ajudar nossas crianças.
    Vlw Gabi bombando no SPN is life.

  7. Misha is fabulous *-* lindo, lindo, lindo em todos os sentidos. Nosso QUERIDO!

  8. Adorei a entrevista do Misha. Supernatural nao seria a mesma sem nosso amado “Cas”. E que ele venha logo ao Brasil, nós sim que estamos ansiosos para q ele venha 😀

  9. Gabi

    Só pra esclarecer galera.

    Agora o SPNisLife tem duas Gabi’s. Eu sou a Gabi do twitter, minhas postagens estarão assinadas sempre como “Gabi” e as da minha querida Gabi como “Gabi Santos”.

    Mas ela está bombando mesmo. É isso aí Gabizinha. \O/

  10. Nossa, amei a entrevista!!! Ele é muito mais do que apenas uma pessoa simpática. Dizer isso dele, embora seja uma grande verdade é pouco. Ele tambem é uma pessoa muuuuito simples… nossa nunca vi uma entrevista em que o entrevistado faz a primeira pergunta!!! rrrssss… Achei isso uma fofura!!! Podemos notar o entusiasmo dele!!! E notemos tambem que ele é livre de qualquer protocolo, postura de artista ou algo parecido… Observaram quando ele perguntou sobre a maratona? Isso é atitude de uma pessoa que leva a vida com simplicidade. E isso é raro no meio artistico de uma forma geral.E o seu envolvimento com causas humanitárias é um capitulo a parte. Hoje quase ninguem fala mais do Haiti. Mas ele continua envolvido, divulgando, trabalhando… Maravilha Misha!!! Tambem estamos ansiosos em te ver!!!

  11. Ahh cara que lindo *-* !!!
    Nossa eu lembro que o pessoal tava louco no tumblr postando os vídeos q saiam da corrida do misha *-*

    Tenho um treco é de ver a cada momento algo sobre a convenção e saber que não vou… Mas vou ficar feliz só de ver uma pontinha do cabelo do misha e do chad!

  12. Anonymous

    Misha e d+++, os episodios que o castiel aparece tem sido os melhores, nao vejo como pode haver supernatural sem castiel… Hhehehehe muito bom com ele.

  13. I

    É mto bom saber q eles realmente fazem o q podem p/ ajudar as pessoas…é inspirador…dá mta vontade de ajudar o próximo, ou o nao tão próximo assim…enfim…Estão de parabéns…Isso só faz com q eu adimire cada vez mais eles, tanto o Misha como o Jim…realmente são anjos!!!
    Tenho certeza q se seguíssemos esses exemplos, teriamos um pais mto melhor, alias, um mundo mto melhor!
    =D

  14. Criisx

    Aaaah, ele parece ser tão legal *-*

    G1: O que acontece com o Jimmy [o personagem que o anjo Castiel ‘possui’ quando está na Terra] enquanto Castiel está no Céu?
    Collins: Eu não sei. Talvez ele tenha um armário onde ele guarda o Jimmy. Eu não sei como ele impede que o Jimmy apodreça, de verdade. É uma boa pergunta, preciso perguntar para os roteiristas.

    FOI A PRIMEIRA COISA QUE EU PERGUNTEI QUANDO VI O CASTIEL XD

  15. Michelly

    O Misha é Sempre mto Simpático 😉

  16. Aah gente ele é muito fofo, muito educado, sem contar que queria conhecer o Brasil 😛 . Muito simpático^^ I LOVE SUPERNATURAL VERY VERY MUCH.

  17. Caramba, adorei ler essa entrevista, fiquei mais apaixonada por ele.
    Esses dias postei algo no meu blog sobre Celebritismo e disse q admirava artistas que pensavem no próximo, que são humanos e ele se encaixa nisso tudo.
    Amei de verdade!
    Se puder me seguir lá tbm…

Leave a Comment