[Spoiler] Ótima entrevista de Jared para a Buddy TV

Bom dia, hunters! 

Eu sei que a gente nem sempre traduz entrevista aqui. Acho que vcs sabem que seria complicado passar o dia reproduzindo tudo o que sai por aí sobre SPN. Só que essa entrevista que o Jared deu para o site BuddyTV, além de conceituado é o que provavelmente tem os articulistas mais fãs de SPN na internet, eu acho que a gente precisa parar tudo e traduzir. 

Tudo isso pra dizer que o Jared fala coisas importantíssimas e dá impressões excelentes de como vê Sam e o que vem acontecendo na sétima temporada. E é claro que ele aproveita pra mencionar o minimoose. Boa leitura! 

Jared Padalecki: Pra mim, eu sinto que Sam estar mais ou menos ok com a morte de Bobby não é tanto porque Sam sem alma está de volta, mas porque ele tem tanto com o que se preocupar agora, com as alucinações com Lucifer, que está sofrendo pra se manter com os pés na terra, imagine então se concentrar em suas emoções. É como se você tivesse um ferimento muito sério, você não consegue pensar se está cansado, só pensa no ferimento. Não é q ele não sinta saudade de Bobby, é que ele pensa que seu irmão está bebendo demais e tantas coisas que ele tem que fazer agora e não pode deixar isso dominá-lo. Ele está fingindo que está tudo bem agora, mas ele está muito mal.

Até que ponto Sam vai ter que cuidar de seu irmão, nos próximos episódios, em vez de ser o contrário, como sempre?
J.P.: Isso vai acontecer bastante daqui pra frente. Sam se encontra em uma situação em que Dean sempre foi o cara durão, que não presta atenção em suas emoções. Mas agora Sam, exatamente porque não pode mais prestar atençao nas próprias emocões, vai ter que ser mais forte edizer ‘Ei, é assim que as coisas têm de ser feitas. Ele não vai ter tempo de pensar em mais nada. 

Como Sam vai permanecer forte e com os pés no chão? Nós o vemos tocando a mão, mas a mão dele já deve estar curada agora! A cicatriz física já deve ter sumido e aí o que vai permitir que ele saiba que está no mundo real? 

J.P.: Vai desaparecer logo. E sinceramente, onde estamos filmando agora, ele perde tudo. Ele se perde completamente. Como é memso o nome do filme em que Leonardo DiCaprio gira o pião? 

Ah, a Origem!

J.P.: A Origem! Yeah! Ele perde o meio que tinha de julgar a realidade e a alucinação… E isso o leva à loucura. Louco, louco mesmo, ele nem consegue ‘funcionar’ mais. 

Então Mark Pellegrino deve voltar, mas quem mais volta nas alucinações de Sam? 

J.P.: Mark está lá filmando agora mesmo. Se mais alguém volta eu não sei, mas sabemos que Castiel volta, mas não como o Castiel que conhecemos e amamos, mas em uma nova forma, um novo Castiel. 

Mas Sam nunca amou Castiel. 

J.P.: E vice versa! 

O que ele acha dessa nova versão? 

J.P.: Ele gosta. Sam nunca teve nada contra Castiel, na verdade. Ele só achava que Castiel fazia o que tinha que fazer e isso foi o que causou sua derrota. Porque, em termos de roteiro, se você tem um botão mágico, que pode apertar e resolver todos os seus problemas, o espectador se cansa de ver o botão ser apertado e aí você precisa se livrar do botão. Então apesar de o Jared amar o Misha e os fãs amarem Castiel, não dá pra ser amigo de Deus! As situações perdem a gravidade.

Há bastante gravidade – um peso enorme em torno do retorno de lúcifer, imagino. 
J.P.: Mark Pellegrino volta como uma visão na cabeça de Sam.  Ele vai se encontrar em uma situação que tem de decidir entre embarcar na visão e arriscar as consequências ou ignorá-la e arriscar outras consequências que envolvem seu irmão. Vamos ver o que acontece. 

Há também alguns personagens novos para ajudar os meninos – DJ Qualls, Kim Rhodes – vc espera que eles fiquem mais tempo e meio que substituam Bobby no sentido de ter alguém para ajudá-los? 

J.P.:  Não acho que exista o menor desejo de substituir Bobby. Acho que se houvesse um desejo de ter alguém no lugar de Bobby, não teria, se livrado do personagem. Bobby não pode ser substituído, simples. Sua história é muito profunda, o amor dele pelos meninos é muito grande. 

Não, claro que não, mas para dar-lhes mais apoio e para o show ter mais personagens. 

J.P.: É, é quase como se não dá para substituir o sangue de demônio como a melhor arma, você procura uma arma melhor. É mais prestar uma homenagem ao Bobby encontrando seus amigos, mas eles não sendo capazes de ajudar como Bobby ajudava. Por ex, estamos filamndo o episódio dezesseis agora e  Frank Devereaux ainda não tem nenhuma novidade dos Leviatãs pra nós e você sabe, Bobby nunca demorou mais de  meio episódio para nos dizer qual era o problema. 

Legal. Mas isso tb funciona para a história, pq os leviatãs são piores do que tudo o que os caçadores já tiveram que enfrentar. É mais plausível assim.  

J.P.: É, não só é mais plausível, como também Bobby e Castiel  se tornaram tão bons no que faziam – que era proteger os meninos e informar os meninos – que agora nós temos que encontrar uma versão mais realista desses caras. Não é fácil pra eles. Se os caras lessem um obituário que dissesse ‘Cinco mortos por leão mágico’ e eles vão lá e matam o leão, fica chato. Então agora estamos encontrando obstáculos que não podemos cobrir com band-aid e ir embora.. 

Certo. Sua série não é de legistas e isso é o que diz muito para tantos fãs. Ela mantém o tema centrado nos personagens. Acha que ainda existe uma parte de Sam que reflete naquele Sam que vimos no Piloto – lá no começo- que acredita que um dia ele possa sossegar? 

J.P.: [Pausa] Sim. E acho que aquele menino que ele era e que ainda é, é a razão porque ele caça. Ele caça para fazer é o que o certo e os meninos conversam sobre isso – Sam e Dean conversam muito sobre isso. Ele caça para proteger as crianças que têm paz, para que possam mantê-la. Acho que  nunca perderam o contato com aquilo. Eles já viram o Mal. O Mal de verdade! E é terrível, mas eles sabem pelo que lutam  e já me fizeram essa pergunta diversas vezes hoje e eu não tinha uma resposta até agora… 

Bom pra mim! 

J.P.: [Ri] É mesmo! Me perguntaram se eu conseguia ver Sam fazendo algo que nunca fez e o que seria. E eu acho que queria voltar às origens e ver o que seria viver uma vida normal. A melhor possível. Vemos dez minutos no piloto e nunca mais. Vimos amores aqui e ali…  

Bem, já que tocou no assunto, vamor ver mais garotas para o Sam? 

J.P.: Ainda não vamos ver. Acho que os roteristas estão pegando leve comigo porque vou ser pai. [ri] (nota da Vicki: poxa, aqui ele deu a maior dica que queria falar sobre o minimoose e ela não pegou o gancho!)  

Não parece que estão pegando leve se ele vai enlouquecer de novo! 

J.P.: Eu acho que é isso, e é algo muito legal em SPN como um show – já fizemos 140 eps e Sam e Dean tiveram meia dúzia de cenas românticas, somando os dois. O poder do show é que não precisamos tirar a camisa pra ter audiência. Estamos contando uma história – uma história universal sobre dificuldades e lutas árduas e fazer a coisa certa e hinra e coragem e sacrifício. Eu acho que se a oitava temporada for só com meninos tirando a camisa, seria uma droga. Eu não ia querer fazer parte disso. 

Você não gostaria, mas as fãs iam adorar. (fangirl detectada) 

J.P.: [ri] Só de início! Iam assistir no “mudo”. 

Não sei se iam assistir no mudo. Elas iam fazer fotos loucamente, e ia tudo parar no Tumblr. E vcs iriam ser trend topic no twitter! Não sei se essa a sua intenção. 

J.P.: [Rindo]

Então, nada se cenas sem camisa por enquanto?

J.P.: Eu só li até o episódio quinze, mas não. Eu não li o dezesseis… 

Mas não nesses. 

J.P.: Não nesses. O Jensen fica sem camisa!

Ei, espere aí! Quando ele aparece sem camisa? Ou é só no set? 
J.P.: No set, o tempo todo, é! 

Foi o que Mitch Pileggi disse sobre você… 

J.P.: [Ri] Aquele canalha! Mitch é grande e forte, mas vai ter que se ver comigo! 

Ele vai se arrepender! 

J.P.: Ele vai se arrepender. 

E qual é a história entre Sam e palhaços? Vai ser explorado o porquê dele ter medo de palhaços ou realmente não importa? 

J.P.: Nunca vai se descobrir especificamente. Não vai haver uma cena em que sei lá,  Colin Ford apanhe de palhaços. Direto de Compramos um Zoológico para apanhar de palhaços em Supernatural! [ri] Não vai haver uma cena em que se explique por que ele tem medo. Não vamos falar sobre isso. 

Por que dessa vez o encontro com palhaços é muito pior do que da outra vez? 

J.P.: Ele se encontra face a face, em confronto físico e angústia mental com palhaços grandes, assustadores. Há algo sobrenatural com eles. Estaremos num episódio em que não sabemos porque, mas nossos piores pesadelos tomam vida e eu fico preso num vórtex inesperado. Eu não sei por que, já que não participo da coisa… E fico perdido. . 

Desculpem os mil erros de digitação, mas a correria é grande. Eu precisava postar essa entrevista antes de qualquer coisa, porque achei muito boa. Espero que concordem! Beijo!

Related posts

6 thoughts on “[Spoiler] Ótima entrevista de Jared para a Buddy TV

  1. Gostei da entrevista e concordo com o Jared, ainda é o Sam de sempre, no fundo… Agora, depois de tudo que ele passou, ser exatamente o mesmo da primeira temporada… seria além de ilógico, forçar a barra, e idem em relação ao Dean… hehe

  2. Excelente entrevista. O Jared mostra que domina o personagem dele e entende muito bem a trama do seriado. Foi muito legal ele falando sobre a exposição dos corpos dele e do Jen, fica claro que ele não quer isso (importante porque tem pessoas que criticavam, aliás só faziam isso). Ele mostrou uma inteligência e uma clareza de idéias surpreendentes. Gostei da impressão dele sobre o personagem Castiel, eu pelo menos nunca tinha pensado sobre este ângulo.
    Vicky obrigada por postar isso e mais em português, sei que o tempo de vocês é curto. Valeu mesmo.
    E muita felicidades para o bebêzinho que está vindo, que nasça com o rostinho do pai, com o estrutura genética do pai, com o sorriso do pai, com o talento do pai e com os cabelos da mãe…rsssss

  3. Acho que na maior parte da entrevista jared está certo! E mostra que realmente conhece a série e principalmente sam…
    Realmente quis abrir espaço pra falar sobre o filho e a repórter desperdiçou a chance :c.
    Realmente,muito boa entrevista obrigado por postar !

  4. Acho que na maior parte da entrevista jared está certo! E mostra que realmente conhece a série e principalmente sam…
    Realmente quis abrir espaço pra falar sobre o filho e a repórter desperdiçou a chance :c.
    Realmente,muito boa entrevista obrigado por postar !

  5. gostei muito da entrevista… aquela hora em que ele disse que se a oitava temporada fosse os rapazes tirando a camisa ele naum ia querer fazer !! isso eh sinal de que vai ter a oitava uhulll!!!

  6. Muito boa a entrevista,o blog esta sempre atualizado muito bem organizado parabens galera voces sao otimo,faz um tempo que nao posto a correria é grande, voces me surpreende sempre.

Leave a Comment