[Análise Hunter] Episódio Clip Show

 

review 8x22

 

 

Saving people, hunting things, the family business. Se eu tivesse que definir o episódio em poucas palavras, seriam essas. A clássica frase dita por Dean foi usada no episódio e também ganhou uma nova proporção, mas vamos por partes.

O episódio já começa no melhor estilo sobrenatural. Tenso, cheio de ação, sangue, gritos e morte. RIP Tommy. O garoto que foi salvo pelos meninos há anos atrás quando Sam ainda pensava em voltar para  Stanford e Dean procurava por seu pai. A salvação de Tommy, lá no segundo episódio no fez , naquela época entender do que série se tratava ou pelo menos de uma parte dela. Salvar pessoas, não importa o monstro, não importa quem seja esta pessoa. Salvar o irmão de alguém. Tommy nunca superou seu trauma, ainda tinha pavor de um dia encontrar um Wendigo novamente, mas quem pode culpa-lo, não é mesmo?

Vemos que Sam continua sofrendo as contra-indicações dos testes e Dean continua tentando lhe dar força. Sam e Dean são dois lados da mesma moeda, por isso as diferenças entre eles. Sam tem determinação, mas Dean tem mais força. E esta força está sendo crucial para ajudar Sam a superar as dores físicas para os testes. Cas esta com eles na BatCav e também está se recuperando dos maus momentos que viveu nas mãos de Crowley e Naomi. Ele se desculpa com Dean, mas este não o desculpa. “Não desta vez Cas”. Dean está cansado e irritado com Cas por ele ter sumido sem dar explicações, por ter escondido a tábua dos anjos dele e ainda por cima tê-la perdido. E neste clima os meninos assistem a um  filme que encontraram no vasto arquivo que agora possuem, e assistem a  com dois padres e… Abbadon? ou seria a mulher que teve seu corpo possuído por ela? E no filme vemos um estranho exorcismo no qual a “vítima” tem seu corpo estourado depois do padre dizer palavras em latin, cortar a própria mão e colocar na boca dela. A metalinguagem aqui foi sensacional. Vê-los assistindo a um filme sobrenatural foi quase como ver o fandom de Supernatural assistindo ao episódio, sem contar que todo o ar vintage do vídeo, em preto e branco, passando por um projetor, deu um charme e também medo. O que estava acontecendo ali? Obviamente os Winchesters não iriam dormir sem saber e resolvem ir atrás do padre mais novo que aparece no vídeo que por acaso ainda está vivo. É então que Cas diz que vai ajuda-los e Dean deixa claro que não quer a ajuda dele. De fato, desta vez Cas está encrencado.

A visita ao padre nos dá uma grande revelação. O que o outro padre, Max, estava tentando fazer era curar um demônio, fazendo com que a humanidade que ele deve ter em algum lugar fosse restaurada. Outro ponto interessante nesta visita à Igreja foi ver a fé de Dean em Sam. Ele não duvida da capacidade de seu irmão em cumprir os testes.

A parte engraçada do episódio foi ver Cas no supermercado. Ele quer fazer as pazes com seu amigo, então nada melhor do que agrada-lo com uma revista das Asiáticas Peitudas, cerveja e torta. Ele fica nervoso quando descobre que não tem o mais importante, a torta. E nós ficamos surpresos ao ver Metatron o chamando para conversar. Conversa esta que ainda não sei o que pensar. Ele propõe à Castiel o fechamento dos portões do céu, para arrumar tudo por lá, colocar as coisas nos eixos. Cas aceita e já cumpre o primeiro teste que é matar um Nifilim, uma filha de anjo e humano, a única no mundo. Mesmo inocente, ela acaba morta. Pelo bem maior. Será? Até que ponto isto vai dar certo? E achei que está muito fácil. Sem contar que Metatron é um sonhador, passou a vida toda lendo histórias, será que ele saberá agir no mundo real? Provavelmente temos um gancho para a próxima temporada e provavelmente Sam e Dean terão que arrumar a bagunça que este plano de Metatron vai causar. Esperemos.

Enquanto isso Sam e Dean descobrem que o padre Max conseguiu curar um demônio e Dean tem a ideia de fazer de Abadon a garota Frankstein. Mas é claro que ela foge, ela é muito poderosa. A cena da mão dela andando sozinha foi engraçada. Mas também só aconteceu por que Crowley ligou para os meninos de seu número 666 e os informou da morte de Tommy Collins. E lhes deu outro endereço no qual eles acharam outra vítima salva por eles a tempos atrás: Jenny Klein. E então eles recebem outro endereço e qual não é a surpresa de Sam quando ao abrir a porta ele vê Sarah Blake. A garota que ele e Dean salvaram na primeira temporada e por quem ele teve uma paixonite. E eu confesso que sempre fui do team Sarah. Ela se assusta ao vê-lo e já sabia que algo ruim iria acontecer. Eles fazem toda a armadilha contra demônios mas Crowley é mais esperto que do isso, e ainda por cima é filho de uma bruxa. Enquanto Sarah agoniza no chão, Crowley faz o melhor discurso que um vilão já fez nesta série. Ele toca na ferida dos garotos. Ele está matando todos aqueles que eles salvaram, ele está eliminando todas as coisas boas que eles fizeram até hoje. Ele está acabando com as esperanças deles. E ele escolheu a morte de Sarah para ser a mais dramática. Ele leu os livros de Carver Edlund. Ele sabe que Sam iria ficar especialmente ferido com esta morte. RIP Sarah. RIP Esperança.

Salvar pessoas, caçar coisas, o negócio da família. Até que ponto isso vale a pena? Qual o custo disso? Crowley joga na cara deles que talvez isso fosse apenas uma desculpa para livra-los da culpa que eles têm por todo mal que causaram com suas vidas infelizes e vazias. Sam ficou mexido, ficou sem esperanças e ainda mais fraco. Mas Crowley se esqueceu de uma coisa: da força de Dean. E pior ainda, ele feriu Dean ao tirar a esperança de Sam e com certeza pagará caro por isso.

Percepção. É ela quem dá o tom da temporada. Estes episódios finais não são apenas sobre Sam ou sobre Dean. Não importa quem faz os testes, quem aperta o gatilho, e sim como os dois lidam com isso, como os dois, juntos, e apenas assim, conseguirão concluir estes testes.

Já ouço o som de Carry on my wayward son!

 

 

 

Related posts

51 thoughts on “[Análise Hunter] Episódio Clip Show

  1. Su, como sempre na mosca…

    Adorei a sua “percepção” do epi…

    Ainda não assisti como quero, e vou voltar aqui depois que assisti-lo, mas desde já, vou levar as suas palavras em mente…

    Juntos eles conseguiram terminar os testes… um não é nada sem o outro, eles são os lados opostos da mesma moeda…

    Obrigada querida por me lembrar disso…

    Fui (Indo assistir!!!!)

    1. Obrigada Cla!! Os dois têm suas diferenças e é isso que os faz perfeitos, não é? a mesma moeda e cada um é uma parte dela… acho que isso foi algo que Carver resgatou nesta temporada e me agrada muito!

  2. Este episodio me deu um nó na garganta. Por mas que faça, sempre alguém que ele ama morre. Perspectiva triste , sem esperança . E a chantagem sacana bem inteligente de Crowley alcançou seu intento ,o demônio abusou da maldade desta vez . E tenho que admitir que usou a tática certa .
    Sam vai sucumbir ? Espero que não !Mas tenho medo pelo historio dele.Espero que tanto sacrifício não venha a ser jogando tudo fora. Dean vai estar lá eu espero para que o conversa. E que no final tudo vai valer apena . Apesar das baixas dos soldados amigos do fronte . Guerra é guerra ,vence quem tem mas estratégia . Uma bom resumo sintetizou tudo .parabéns

    1. Realmente é muito triste quando alguém morre, ainda não me acostumei com isso, mesmo sabendo que esta é a tendência em SPN! Crowley é esperto, fez o jogo dele direitinho!
      Obrigada pelo comentário!

  3. GIANE

    Parabéns pela análise, bastante completa e considerando todos os importantes personagens.

  4. JoC

    Uma análise brilhante deste episódio!

    1. Uau, obrigada pelo “brilhante”! 🙂

  5. Haryella

    Muito boa sua análise, imparcial, principalmente, assim q têm q ser, parabéns!!!

  6. Rodrigo

    Verdade seja dita, Crowley reinou nesse episódio! Debochar dos Winchesters, daquilo que é a vida deles?! Quanta raiva esse filho da p*** me deu! (Que baita ator é Mark Sheppard). O que fez com Sarah (Minha inesquecível garota do Sam. Taylor Cole está mais linda do que nunca!) só me fez detestá-lo ainda mais.
    Não é segredo que, pra mim, Castiel se tornou descartável faz tempo, mas ri com ele comprando coisas para ver se alivia a barra com o Dean (kkkkk), mas nem uma torta vai mudar isso, porque ele teve sua confiança abalada. Não aceitaria outra reação, pois o Dean agiu da mesma forma (senão pior) quando se decepcionou com o irmão. Por que deveria ser diferente com Castiel?
    O Metatron é estranho, muito suspeito! Até que fez uma boa dupla com o Castiel.
    Curto demais ver os irmãos unidos. A determinação de Sam, apesar da barra que enfrenta e a confiança de Dean nele, sempre zelando pelo irmão (Que refeição mais saudável aquela! kkkkkk). Que continuem assim! É isso que me cativa, que mantém 90% do meu interesse vivo.
    E que venha a season finale! Apesar dos quase cinco meses de abstinência que se avizinham.

    1. Crowley realmente roubou a cena neste episódio! E concordo com você, a reação do Dean foi perfeitamente normal e esperada.
      Vamos ver como os meninos lidarão com o teste final!
      Obrigada pelo comentário!!

  7. Lia

    Parabéns Su! Ficou excelente o texto. O que achei interessante foi sua conclusão ao final. Realmente não tinha parado para pensar de como está sendo guiado o final da temporadas. Estou com muitas expectativas referente ao ultimo episodio. Mas é aguardar pra ver… Muito boa análise!

    1. Obrigada Lia!! Vamos ver o que a season finale irá revelar! Dedos cruzados para que nossos garotos consigam terminar os testes!

  8. Gi

    Melhor análise impossível, parabéns su!!!

  9. Lule

    O episódio que foi muito bom,tenso, arrepiante,emocionante e triste.
    A analise tá muito gostosa de ler, vejo que a gente pensa parecido. Como você disse: Sam é determinado. Dean é forte. Essa força eu acho que é inspirada pelo ao irmão. Então o Crowley que se cuide ninguém “brinca” desse jeito com o Sam e fica impune.
    Vibrei com reação do Dean em relação ao Castiel. o Sammy vem ao longo das temporadas tentando fazer o Dean falar sobre suas emoções. Foi ótimo, exatamente como imaginei coeso, forte.Gostaria de ver isso mais vezes só lamento que venha provocado por rancor, amarguras, abandono. Mas vamos dá mais uma chance ao Castiel ir ao supermercado pra ele deve ser muita coisa e não deixa de ser carinho pro Dean.
    Agora o ponto x-1 pra mim: CRUELDADE a morte da Sarah. Aquela cara do Sam não é de quem quer desistir é de: “DE NOVO NÃO”. Não é atoa que o cara quer se sentir purificado. Eu sempre fui a favor dela pra ficar com Sam imaginei mil coisas pros dois. Bem feito pra mim que mandou achar que o Sam ia se dar bem?
    Agora o ponto x-2: achei a situação da Abaddon meio estranha. Como se reanima um demônio como ela só com amarras em uma cadeira. Cadê as armadilhas de sempre? Não consegui nem vê graça naquela mão pois ainda tava sob efeito do fato deles (OS DOIS) darem as costas pra Abaddon a minha reação foi de espanto. E a armadilha da bala não neutralizava o poder?
    Os questionamentos acima não são insatisfações o fato é que mim o episódio foi um show dos Js e toda a equipe SPN. Eles fazem realmente a gente mergulhar nesse mundo de Supernatural que conta uma história de SAM E DEAN.
    Na expectativa do último episódio.
    Também já ouço a música Suellen, tô até arrepiada, emocionada, aflita… O que vou fazer nesse intervalo? Na minha casa não cabe uma mesa de ping-pong.
    Beijos

    1. Obrigada pelo comentário!! A reação de Dean com Cas foi esperada e eu o entendo perfeitamente! Sam e Dean de fato são mais fortes juntos e a morte da Sarah foi uma das mais tristes da série, na minha opinião!
      Beijos e até semana que vem, com os comentários sobre a finale!

  10. Hey Su e lá vamos nós! 🙂 Parabéns pela análise.. E como sempre, eu não sou imparcial! hehehe.. A análise é sua e os comentários aqui colocados por certas pessoas, são pra vc (mas vejo a intenção de atingir outros), então deixa assim… Vc merece cada comentário deixado, sua linda! 🙂

    O episódio foi bom, muito bom, mas quer saber? Metatron e Cas? Broxou.. Sério… Não vi sentido naquilo e pra mim tudo estranho ali, meio que fora de órbita demais… Mas como sempre vamos esperar.. Claro que algo martela aqui na minha cabeça, mas né? Não posso falar, sou muito ‘parcial e só vejo um lado da situação”… Carry on!

    Outro ponto que achei totalmente nada a ver foi Abbadon… Mesmo com toda ‘bacanice’ do lance da mão, a belíssima interpretação da atriz, a volta dela e principalmente a ‘libertação’ foi muito ‘amador pro estilo winchester de ser’… Mas como sempre, eu não vou ficar me lamuriando sobre essas inconstâncias do roteiro. Só acho que alguém deveria revisar isso melhor. 🙂

    Sobre o que falou sobre Dean ser forte e Sam determindado. Isso é a mais pura verdade.. Dean tem força, caráter, lealdade que poucos tem. Sam tem uma determinação de ferro e isso é algo formidável. E como eu disse antes, não me interessa quem vai fazer os testes, quem vai fechar a porra do portão do inferno, quem vai meter bala na cara de vilão, o que me interessa é que a série seja sobre Dean e Sam LUTANDO JUNTOS contra o mal. Isso é o mais importante..

    E como sempre, Crowley é odiosamente formidável! Mark Sheppard dá um brilho extra às cenas e as situações..

    E pra finalizar Su, eu também ouço a música de fundo já e tenho um misto de ansiedade, excitamento e saudade! 🙁

    Inté semana que vem!!

    1. Obrigada pelo comentário Polly! Sobre Cas e Metatron eu tenho muitas dúvidas desta parceria…achei muito rápida e suspeita, vamos acompanhar.
      Concordo que os meninos foram muito amadores na parte da Abbadon.
      E vamo que vamo pra season finale! roendo as unhas desde já!
      Beijokas

  11. Morganalu

    Acheio o episódio pesado, sombrio…excelente! Até porque se não gostássemos disso não seríamos fãs da série!
    Me arrepiei quando o padre curou o demônio, porque fala sério, se isso é possível, nem tudo está perdido!
    Cas e Matraton, uma dupla improvável, atraplhada, perdida..mas porque não? Quer dizer são da mesma família..Mas não sei qual a do Metraton..isso está no ar e concordo coma análise que pode ser um gancho.
    Tenho que dizer que Crowley foi filhadaputadoramente astuto com este seu plano, matar os sobreviventes e ainda mais, Sara (não quereendo ser chata foi na primeira temporada) e na frente dos meninos, foi um baque e tanto!
    Não sei o que esperar nem do céu, nem do Inferno e nem dos nossos queridos que estão no meio..E é esta sensação que gosto de ter!
    tem tanta coisa, tem Kavin, tem Abandon solta..aliás parece que ela não é fã do Crowley….
    Mas de tudo o que me fica na cabeça martelando é o que Metraton disse pro Dean sobre o que aconteceria se eles fechassem as portas do inferno.

    1. Gostei muito do angst/drama do episódio, estes são os meus preferidos! rs e Crowley realmente foi muito esperto!
      Tenho lá minhas dúvidas quanto o que irá acontecer se eles concluírem os testes. Medo.
      Obrigada pelo comentário e carry on!

  12. Emerson

    Esse episódio me deixou louco. Sério não parece o penúltimo antes da temporada. Vou por pontos!
    1)Essa de tentar curar demônio eu imaginei que fosse dessa maneira desde o princípio, reverter a alma corrompida e também imaginei que a bola da vez não seria Abadon!Sério ela é uma dos grandes figurões do inferno, escolhida a dedo por Lúcifer não sei porque os olhos não são diferentes como os de Azazel, Alastair e Lilith. Outro ponto sobre ela deu pra perceber que ela não se dá com Crowley e nem pode!Ela deve ser fiel a Lúcifer a quem Crowley ajudou a derrubar. No fim vai dar merda esses dois aí.
    2)Mark Sheppard deu um show de interpretação e definitivamente conquista o posto de maior vilão, mas Crowley já me deu nos nervos ainda mais depois de matar Sarah Blake daquela maneira. Não quero Crowley preso no inferno quero ele morto e para ser sincero penso que ele já durou muito se compararmos com Lilith, Azazel, Alastair e Lúcifer que prometiam bem mais como vilões. Crowley veio crescendo e passou de um demônio pé de chinelo para o rei do inferno e tornou-se o rival que mais afrontou os Winchester mais até que o próprio Azazel que começou isso tudo.
    3)Estou lamentando muito a morte de Sarah Blake ainda torcia muito que ao fim da série Sam cumprisse a promessa que fez a ela e voltasse e os dois terminassem juntos, de todas as mulheres com as quais Sam se envolveu ela foi a melhor e ao meu ver seria a mais indicada para tanto. Tá eu sei que a série não é pra terminar em romance necessáriamente e nem em final feliz, mas para mim depois de tudo que Sam e Dean já passaram é tudo o que eles merecem.
    4)Metatron e Castiel pensando em fechar os portões do céu. Really?Metatron não está me convencendo em nada com isso, tenho a impressão de que tem mais por trás de suas intenções. O cara passou milênios escondido lendo, o apocalipse se desencadeando e para ele tava tudo na mesma e de repente ele que fechar as portas do Céu para que a bagunça de lá não caia aqui?E outra cadê Naomi nessa hora tão perigosa?Qual o papel da tábua dos anjos nisso tudo?
    Do último episódio para esse as perguntas, as incertezas e a bagunça só aumentou e eu já não tenho ideia de como essa temporada vai terminar, estou certo de que a estréia da nona terá uma espera agonizante!
    Parabéns Su pelo bom trabalho na análise, você cubriu bem um episódio tenso e complexo. Vamos agora aguardar o próximo Carry on my wayward son!

    1. Obrigada pelo comentário!!! Este episódio me fez “sentir”… teve a ver com minhas percepções da temporada, acho que ele sintetizou muito da proposta do Carver.
      Estou aqui ansiosa pela finale! Vamos ver o que ela nos reserva!
      Abraços!

  13. alexandre

    nem me fale carryyyy… é boa mas me da um aperto só de pensar que mais uma temporada chega ao fim

    1. Passou tão rápido, não é? Mas a 9ª temporada nos aguarda!

  14. Dalete

    Na minha humilde opinião, foi um dos melhores episódios que já fez referência a temporadas passadas. Muito bom os flashbacks da primeira temporada, os vídeos da cura dos demônios (fantástico essa ideia). Crowley sempre fodastico, ri quando ele falou “Salvar pessoas, caçar coisas… o negócio da família”
    E DETALHE QUE… O número dos quartos e das casas das vítimas eram referência ao número do episódio em que eles apareceram.

    *-*

    1. Dalete, não foram não… na casa do Tommy, do Wendigo (1×02) eu não reparei em nenhum número… Na menina dos cupcakes, do episódio 7×06, tinha um número 545, e da casa da Sarah (episódio 1×19), não consegui ver o número direito, mas não parecia 119…

    2. Emerson

      Q legal!Nesse detalhe eu não prestei atenção o que me chamou atenção foi o número do celular do Crowley e que a ligação era a cobrar!Pilantra mesmo!

    3. Obrigada pelo comentário!!! Não reparei nesta coisa dos números dos quartos com os do episódio, vou ver!
      Bjokas

  15. Seu Zac

    A mais linda

    A mais doce

    A mais corajosa

    A minha lindinha

    A minha docinho

    A minha florzinha

    Sarah Blake

    Voltou

    Para morrerrrrrrrr!!!!!!

    Hahahahahhahahhhahahahahhahahah

    Seria trágico se não fosse cômico

    Tô começando a achar que esses autores andam bebendo da água que passarinho não bebe.

    Zac, vou mandar o meu DVD da 1 temporada para um cofre na Suíça (hahahahahahahhahahah)

    1. Pois é, ninguém está imune em SPN, nem quem se salvou na 1ª temporada! rsrsrs

    2. Emerson

      Pois eh seu Zac anunciaram a volta da atriz!Akele êxito e trouxeram a Sara Blake da primeira temporada para quê?Pra morrer!O nome disso é sacanagem

  16. joao paulo

    Pela season finale promo já dá pra ter uma ideia de qual demônio será curado pelos winchesters! Parabéns pela análise! Carry on!!!

    1. Obrigada pelo comentário! Espero que o demônio a ser curado seja realmente o que parece na promo!

  17. Paul Fiore

    Muito boa mesmo a Análise e eu concordo plenamente – principalmente com a parte que diz que Crowley fez o melhor discurso que um vilão já fez na série.

    Só há uma coisa: A Sarah aparece na 1ª temporada e não na segunda,e ela aparece no 1×19 – “Provenence”

    1. Obrigada pelo comentário! E pelo aviso, já arrumei lá!
      Abraços

  18. Tuany

    cass é um burro que acredita em todos mas é fofo quando tenta acerta as coisas com o dean u-u
    anasile fodastica *-*
    me deixou ainda mais anciosa pelo proximo epi

    1. Obrigada pelo comentário!! Adorei ver o Cas indo ao supermercado comprando coisas pra agradar Dean!
      Esperemos o próximo!
      Bjokas

  19. Evy

    Olá Su e galera do SPNisLife!

    Eu gostei muito do episódio, como disse outra vez; eu nem posso dizer que seja o melhor da temporada pois sempre vem o seguinte e acaba sendo melhor do que o anterior. Ponto para o Carver por isso.

    Crowley se saindo um dos melhores vilões após Lucifer. Nem Dick, nem Eve chegou perto dele. É como se a gente estivesse vendo os tempos de ouro onde os grandes vilões eram os demonios f*dões como o Azazel e a Lilith.

    O discurso dele enquanto Sam e Dean procuravam o saquinho de bruxa é com certeza um dos melhores já feito na série. E pausa para rir, mais uma vez desse lado do Crowley, ao ver que o numero do telefone dele é 666 e que na segunda ligação que ele faz aparece um emoticon de demonio no celular do Sam. Achei isso a cara do Dean, por esse emoticon no numero do Crowley huaahauhauau!

    Sobre Metatron e Castiel tentando fechar as portas do céu, eu confesso que não gostei disso. Talvez por que pensei que isso fosse dar pano pra manga pra próxima temporada e fosse o Dean quem iria cumprir os testes para fechar os portões para o céu.

    A minha “indignação” foi tanta que já criei uma teoria onde o Metatron só queria corrigir seu erro e não podia por isso pediu ajuda ao Castiel.

    Castiel disse que ele não sabia que existiam filho de anjos com humanos na terra e o Metatron disse que só existe um, mas como alguem como ele que passou anos e anos recluso, não sabia nem quem eram os Winchesters e o que tinha acontecido com Michale e Lucifer iria saber desse Nefilim?

    Talvez por que a garota seja filha dele, um anjo, com uma humana. Talvez ele, como já disse antes, não tinha forças para mata-la e por isso coagiu o Castiel a fazer isso no lugar dele. Talvez os testes para fechar os portões do céu, ou até mesmo do inferno não podem ser feitos por anjos e demonios.

    Mas isso são só um monte de talvez. Teorias que essa série que tanto amo me faz ter.

    E a Abaddon, gente? Confesso que gostei muito dela desde quando ela apareceu. Ela é muito forte, é um dos cavaleiros do inferno. Ouso a comparar com a Lilith que era uma das primeiras de Lucifer. Se ela virar o jogo a seu favor eu não me espantaria.

    Muito bom o episódio, já estou me preparando para sofrer muito na próximo quarta. Beijos grandes :*

    1. Eve, confesso que não tinha pensado nisso, em como o Metatron que nem sabia da existência dos Winchesters, pudesse saber da Nefillim…hum…pode ser mesmo que ela seja filha dele, vai saber? E sobre os testes da tábua dos anjos, está tudo muito fácil…tenho certeza que Sam e Dean vão acabar tendo que intervir… vamos acompanhar, não é?
      Beijos!!

  20. Anna Beatriz

    Muito boa a sua analise. Esse episodio foi daqueles pra lembrar para o resto de vida(ou pode ser exagero meu), enfim, so na torcida para Abbadon ser o proximo vilao (ou vilã????)kkkk. Essa 8 temp foi muito legal mesmo, com uma historia bastante cativante, É isso aí

    1. Também gosto muito da Abbadon, e acho ela uma forte candidata a vilã da próxima temporada!!
      Abraços e obrigada pelo comentário!

  21. Lule

    FELIZ DIA DAS MÃES!!!
    Pras mães tradicionais e pras mães que não perderam o jeito Dean irreverente de ser.
    Pra quem ainda é só filho, corre e dá um olhar tipo do Sammy que elas adoram.
    Pra todas Abraçackles e Padabeijos.

  22. Edna

    Gostei muito da análise, parabéns! Também gostei do episódio, muito tenso e com cenas que deram medo, fazia tempo que isso nao acontecia.
    Fiquei decepcionada como Abbadon foi solta, mas achei necessário pq ela vai ser importante futuramente. Mas muito decepcionada com os roteiristas sobre Castiel, ele nao é assim, parece abobado e sem vida. Pra mim ele sempre foi destemido e inteligente, nao parece o mesmo. Mas minha tese p ele querer fazer os testes é para tbem, como Sam, se purificar, ele tentou no Purgatório, mas a Naomi nao deixou. E agora o sacrificio pode ser dele tbem. Acho que so isso para Dean o perdor de verdade. Sinto falta desse Cass q salva os irmaos. Mas o que gostei mesmo foi ver is irmaos juntos, lutando como sempre. Bjs e esperando ansiosamente pelo
    Ultimo episodio. Bjs.

    1. Gostei muito do episódio também, e concordo que Abbadon escapou muito facilmente, mas era necessária esta fuga, está tudo muito fácil para os garotos e sabemos que nada é fácil pra eles, não é mesmo?
      Obrigada por ler e comentar! Vamo que vamo pra season finale!

  23. Guilherme

    Desculpem-me, mas é com pesar no coraçao que afirmo que este episodeo é um dos piores que eu ja assiti. Sarah morreu? Seria uma pena se tivessemos um ou dois anjos que podem reviver pessoas…

    E a Crowley o poder de matar assim a distancia foi mais do que ridiculo, porque ele nao mata logo o Sam e acaba logo com isso??

    Eu amo Supernatural, exatamente por causa disso que fico tao puto/chatiado por ver um episodeo tao ruim e cheio de falhas. As mortes foram horriveis, e mais uma coisa que eu nao entendo… Por que derrepente (mentira, desde a season 6) anjos e demonios parte pra agressao fisica?!?! Tipo…eles tem poderes!!! Mas preferem morrer no mano-a-mano.

    1. Eu entendo seu descontentamento com a morte da Sarah, mas assim é a série, os personagens queridos morrem, nem nossos garotos estão livres… mas apesar de ficar triste com a morte dela, achei um golpe de mestre do Crowley. Ele é cruel como todo bom vilão deve ser!
      E ele matou a distância usando feitiços e truques que não passariam despercebidos pelos Winchesters, por isso fica bem difícil de usar contra eles.
      Obrigada por comentar!

  24. Morganalu

    Bem Guilherme vc ocmo fã de Supernatural sabe que as pessoas que morrem podem voltar a viver, permanecer morto não é uma regra no nosso querido seriado! Mas concordo com você foi sacanagem terem escolhido justamente a Sara para matar….mas acho que Crowley pensou a mesma coisa em relação ao Sam, quer dizer, se é pra deixar puto da vida que seja bem puto mesmo matando alguém que foi e poderia vir a ser intimo dele, pra deixar a coisa muito pessoal…
    Crowley resolveu usar feitiço de bruxa e explicou porque e achei bem plausível a explicação dele! Bem o demônio mais apaixonadamente odiado de SPN não mata Sam a distãncia porque não pode, se ele pudesse já teria feito! mas como você sabe os meninos tem a proteção na pele e por que não dizer proteção de um (ou mais) anjos?…até de outro demônio já tiveram proteção…
    Eu tb amo supernatural por estas coisas que nos deixam emputecidos… rsssssss
    Mas menino é tão legal ver eles descerem o pau uns nos outros..rssssss
    Guilherme isso que coloquei foi o que eu penso, certo? sem pretensão de ser a mais pura verdade, mas espero que posso ter ajudado em algo…

  25. jason dean

    vc virao o sam deixou a porta do inferno aberta vai entra la os leviatans e comer todos do inferno

  26. Guilherme

    rsrsrsrs
    blz, tudo bem… é que eu fico mesmo puto com essas coias. Ajudo um pouco, eu jah tinha esquecido da “proteçao” na pele deles e talz. Geralmente eu esqueço tudo que aconteceu desde a 6 temporada, da 1 a 5 eu sei de tudo, ja vi mais de 8x cada episodeo. É so meio surreal eles terem anjos que podem reviver do lado deles e mesmo assim temos perdas de personagens queridos…

    E nem me deixe começar a falar da cena de Abadon e a malzinha boba.

    Pelo jeito vamos ter mais baixas… 12 em 12hrs e ainda tem o terceiro teste pro Sam…

    E enquanto isso Castiel fechando o ceu… meodels

Leave a Comment