[Análise Hunter] Devil May Care por Su Candido

Hello Hunters! A análise do episódio desta semana ficou por minha conta, vamos lá!

Depois de toda a emoção da semana passada eu imaginei que no episódio de hoje me sentiria menos emocionada e mais tranquila, talvez? Me enganei. Que episódio sensacional em várias sentidos!

O que mais me agrada nesta era Carver é que cada episódio mexe com nossos sentidos de maneiras diferentes. Semana passada estávamos todos sofrendo com os feels de nosso amor incondicional com a série, ao menos eu estava. E no episódio de hoje senti que foi dada a largada para o que de fato veremos no decorrer da temporada: muitas histórias e todas elas girando em torno dos irmãos e os afetando de alguma forma.

Crowley, nosso eterno Rei, sempre com suas tiradas sarcásticas. Gostei de ver que por alguns instantes ele sentiu novamente seu lado humano aflorar, bem de leve em suas memórias…o que será que virá daí? Gosto da ideia dele se tornar um personagem ambíguo. E sempre sabendo usar bem as palavras para manipular quem ele precisa, e neste caso foi nosso querido Kevin.

Oh Kevin, personagem que cresceu tanto na série e se tornou parte da família. Falando nisso, será que Mama Tran realmente não morreu? Ainda tenho a esperança de vê-la novamente. Confio em Kevin, mas confio ainda mais no poder de Crowley em persuadi-lo e conseguir sua fuga, porque convenhamos, ele não ficará preso para sempre…mas isso é só um palpite, por enquanto.

Vida longa a Rainha!! Eu amo Abbadon! Que vilã sensacional, forte, bonita, e revoltada com o fato do vendedor ter se tornado o Rei. Adorei a cena dela recrutando demônios, e gostei muito da demônio  sênior, destemida, desdenhou de nossa Rainha e se deu mal. Grande cena!

Falando em grandes cenas, vamos a nossos meninos! Dean finalmente quer falar. Não que ele esteja preparado para falar de amor, mas pelo menos ele quer falar. Depois da morte de sua mãe, Dean ficou um bom tempo mudo (Tá lá no Diário do John,  quem não tem, vá atrás) e agora ele se sente péssimo por guardar um segredo tão pesado quanto este. Ele precisa de alguém para desabafar e só lhe resta Zeke. (vou chama-lo assim agora).  A cena em que Sam se tranforma em Zeke foi uma das coisas mais lindas que já vi nesta série. Jared tem o personagem na mão! Maravilhoso! E pra mim o ponto alto do episódio foi quando Zeke diz a Dean que ele fez o que fez para proteger seu irmão. Ele fez por amor. Posso me afogar nos em meus sentimentos agora? Dean precisava ouvir isso, ele precisava ter certeza de que não está cometendo mais um erro, mais uma decepção para o mundo. Ponto para Zeke!

Sam está mais relaxado, mais confortável em seu papel. Agora ele se sente confiante, acho que isto se deve a conversa dos irmãos na Igreja no final da 8ª temporada. E fiquei triste ao vê-lo ouvir a garota dizendo que por causa dele os pais dela haviam morrido. Não tem jeito, seu passado sempre te persegue. E eu não gostei dela no momento em que a vi, menina chata. Tá, fiquei com raiva pelo que ela disse para o Sam. Mas pelo menos vimos Dean o defendendo e dizendo aquilo que sempre bati na mesma tecla dizendo: Sam (e Dean) são humanos. Eles erram, mesmo quando querem acertar. Que atire a primeira pedra quem nunca errou.

Adorei as cenas de ação! Gosto quando os meninos lutam contra o que quer que seja e tem muita ação, tiros, correria, socos, desmaios, etc… qual é gente, não só de drama vive Supernatural!

E as cenas de comédia? Foram perfeitas no episódio também, no ponto certo. Dean citando Breaking Bad! Dean protegendo o patrimônio do fandom, digo, dele, depois que Sam diz que a cidade está infectada foi hilário! E ele chamando Kevin de Katniss? E Kevin Solo? E os nomes que eles usaram quando estavam disfarçados de agentes do FBI: Banner e Stark! Todos meus fandoms  reunidos em um único episódio! Adorei!

E no final do episódio Dean diz a Kevin que ele, Sam e Cas são uma família e tudo o que eles têm é um ao outro.  Às vezes a vida segue por rumos diferentes e nós temos que encontrar e formar nossa própria família através dos amigos que fazemos durante nossa caminhada. É assim em Supernatural e no nosso mundo não natural também.

E Sam diz a Dean que finalmente ele está feliz. Realmente feliz. Alguém pode dizer que ele esteve feliz em Stanford, o que discordo, porque ele não tinha sua família o apoiando. Agora ele está limpo. Ele tem Dean o apoiando e não tem segredos para com ele. Ele não tem mais medo, está seguro com seu irmão. O que torna toda a situação de Dean ainda mais dolorosa, porque ele não quer que seu irmão sofra e se decepcione novamente.

E sempre que um deles fica feliz, é porque ficaremos tristes… foi muito pessimista ou realista no que diz respeito a Supernatural?

Será um longo ano…

Carry on!

PS: Dean e Abbadon? Tô shippando! AbbaDean! 😀

 

Related posts

30 thoughts on “[Análise Hunter] Devil May Care por Su Candido

  1. Maira

    Foi de um pessismismo que caba na realidade de Supernatural… Afinal sempre aprendemos que nessa série por mais que as coisas caminhem para algo positivo, ou eles consigam cumprir um objetivo nada é perfeito e sacrificios fazem a vida mais dura, e as consequencias das decisões mais pesadas.Boa análise! Agora é só esperar o episódio da semana que vem com o meu fofo Cass morador de rua e comedor de pasta de dente 😛

    1. Maira

      ignore os erros de digitação 😛

    2. Obrigada por ler e comentar!!
      Bjão

  2. Erick

    O povo em site gringo,reclamando que dean atira a palavra familia a torto e direito –`…
    Que fita é essa de possuir o dean!LOL!
    Os dois irmãos vão ser ficar possessos?

    1. O povo reclama muito! 😀
      Obrigada por comentar!

  3. Vandré

    Me lembrou bastante a trama da quinta temporada, Sam ( Lúcifer ) x Dean (Miguel), será que agora os papéis poderiam se inverter?
    Tipo o Dean sendo ”incomodado” por Abbadon, e o Sam pelo Zeke?

    1. Também pensei isso! quem sabe não acontece uma inversão de papéis, não é?
      Bjs

  4. Hunteri

    Outra ótima analise, Su!

    Gostei muito do episódio. O que eu mais estou curtindo na era Carver é que acontece de ter vários episódios bons, seguidos, não de forma esporádica como aconteceu durante a sexta e a sétima temporada.

    Eu posso dizer, apenas pela primeira cena que aparecem os Winchester, que a relação deles está muito boa e isso é muito bom de ver.

    Cena cômica a do Crowley preso no porta-malas do Impala, quase como um leitão assado kkkkk

    Kevin também teve seu momento de brilhar no episódio. Gostei muito das cenas dele, tanto com o Crowley quanto a ultima com o Dean. A conversa dos dois é emocionante. Confesse que o Osric quase me fez suar pelos olhos rsrs

    E o que é o Dean dizendo pro Kevin que ele é da familia? Logo quando eu vi isso ontem eu pensei: vai ter gente dizendo que ele diz isso para todos, ou apenas quando lhe convém”, mas eu não acho assim. Já ficou bem claro para todos que pro Dean familia é algo muito importante, sagrado, e ele dizer que alguém faz parte da familia é um grande gesto de confiança que ele está demonstrando. Não acho que ele diz para todos, acho que ele diz isso apenas pra quem ele tem apreço.

    O ponto alto do episódio pra mim foi a cena do Samkiel, é assim que eu gosto de falar quando o Zeke vem a tona no corpo do Sam kkkkk!

    Ele dizendo pro Dean que está dentro da cabeça do Sam e que sabe tudo o que o Sam sabe, que o que Dean fez foi por amor? Deixou o Dean muito desconcertado por que, apesar de tudo o que ele viveu, a maturidade e tudo mais, falar de amor para Dean é algo complicado. Tanto que nunca o vimos dizer isso diretamente para alguém. Ou vimos?

    Um fato que me deixou intrigado é que já foi dito que ao cair todos os anjos perderam suas asas, no entanto, as asas do Zeke estão lá. Mesmo que com poucas penas, elas estão lá.

    Pode até ser que ele esteja se curando dentro do Sam para voltar a ser um anjo completo e, quem sabe, voltar ao céu e expulsar Metraton de lá. Ninguém sabe o tamanho da força dele quando ele estiver no seu normal. Quem sabe ele não seja tão poderoso quanto um arcanjo?

    Eu gosto muito da Abaddon e gostei muito da volta dela, apesar de gostar muito do Crowley eu confesso que iria curtir ela com rainha do inferno. Acho que em termo de poder os outros demônios deveriam temer muito mais a ela do que o Crowley por que ele é apenas, como ela sempre faz questão de dizer, um vendedor enquanto ela é um cavaleiro do inferno.

    Essa temporada está muito boa, se continuar assim tem tudo para ser uma das melhores. Episódio ótimo e, como disse antes, ótima analise Su.

    Beijão!

    1. Selene

      Nossa eu pensei o mesmo sobre as asas do Ezekiel, e ele está se curando o que significa que elas podem voltar a voar um dia… Ele já se torna um caso peculiar por isso, e espero que isso seja intencionar e não um furo de roteiro, porque Carver nos desacostumou a recebê-los.

    2. Vei, tem essa questão msm… tmb espero que seja algo realmente que tenha alguma explicação lá na frente… pq como a Su disse, Carver nos desacostumou de ter esses furos, ele nunca saiu da mitologia da série em momento algum. ^-^

    3. Obrigada pelo comentário! Também estou muito empolgada com esta temporada, e provavelmente isto se dá pela maneira como o relacionamento dos irmãos está sendo desenvolvida. Me agrada!
      Bjão

  5. HEI Su mandou bem, eu gostei muito de sua analise.

    Voce percebeu que Dean ficou de olho em Sam (normal) o tempo todo .E Sammy estava assim tão relax . Com certeza faz parte da manipulação que Zeke deva esta fazendo na mente culpada do Sammy.

    Há ! Só um adendo, o cabelo do Jared tava lindo , este shampoo de hotel ,deve ser maravilhoso.

    Ele estava mesmo entregue no personagem. Foi tão bonito ZekeSam aparece com a sombra de suas asas na parede . Sera que ele pode voar ?

    Ele assumindo a defesa do SAm foi magnifico . E nossa !dizer aquelas palavras pro Dean . Foi puro sentimento de bondade .Acho que teremos diálagos bem sentimentais entre eles.ZekeSam parece ser mas maduro de SAmmy , ele fala com Dean como se ele fosse mas velho.

    Eu também goste de Sam falando com Dean . ElE estava calmo centrado, sempre goste daquelas conversas do inpala. Bem agora parece que ficaram mas restrita no bunker , que anda bastante movimentado ultimamente . Eu não sei se trazer Crowley pra o quartel general é uma decisão acertada . O cara é bem ardiloso e espreita o momentos certo da fraqueza de seus adversário . E o pobre Kevin parece que foi atingindo em cheio por sua jogada suja. O garoto esta com seus nervos em frangalhos .E sua mãe é seu ponto fraco. Eu só espero que ela não volte como possuída.

    E Foi lindo Dean chegar no garoto e dizer que ele pertence a familia. O menino precisava de colo.

    E Abbadon toda malvadona atrás de Crowley . O que mas impressionou foi a bandida querer possuir DEan. Só faltava esta kkk . Eu tenho que concordar, que ela tem bom gosto. Mas,sei lá …Será que isto vai ainda rola?

    Pensa bem… Uma batalha entre os irmãos outra vez , seria falta de imaginação. ZekeSam vs Abbadean. Eu até gosto da ideia de Dean fica malvadão. Porém por apenas um episodio kkk

    E Deixei por ultimo pra dizer o quantos gostei da interpretação de Jared. O cara tá bom demais, não surpreende porque ele sempre foi um grande ator.
    Incorporou mesmo Zeke numa boa.

    Jared deixou de lado aqueles inconfundíveis olhinhos de cachorrinho como Sammy sempre faz kkkk.

    Parabéns Padalecki você é um grande ator. Vai conseguir grandes trabalhos após Supernatural ,tranquilamente kkkk

    Bem Su Helen ,eu não posso escrever mas, se pudesse faria. é uma falta do que fazer da minha parte, em ficar perturbando o espaço do Spn islie. Contudo eu não consigo ficar longe.

    Eu adoro tudo que escreve , vooê é uma doçura de garota. Beijos muitos abraços…

    1. Obrigada pelo comentário! Gosto muito quando você comenta o que escrevo, valeu!
      E de fato, acho que Zeke está curando todas as mazelas do Sam, inclusive as que dizem questão a sua culpa e remorso.
      Dean a cada dia que passa conhece melhor a si mesmo, o que ele sente…gosto de ver isso!
      E o cabelo do Jared é um patrimônio do fandom!
      Bjokas!

  6. Gente, esse episódio foi tudo de bom mesmo! Acabei de assistir e estou escrevendo no calor da emoção, por isso… ignorem as coisas mais loucas!
    Primeiro, o Rei do Inferno no Porta-Malas do Dean, confesso que foi uma cena mínima, mas que foi uma das minhas preferidas do episódio! Talvez pelo fato de Sam ter ficado completamente surpreso e por Crowley estar lá, td encolhido sem poder fzr nada. Isso foi divertido. kkkk’
    Quanto a Abbadon… bem eu gosto dela, é uma personagem forte, sarcástica e malvada, tudo que eu amo. Sério, às vezes tenho medo de mim e meus gostos pq sou apaixonada por personagens assassinos recheados de sarcasmo e crueldade. kkkkkkkkkkk’
    Depois, eu gosto do jeitão dela de “Rainha”.
    NO ENTANTO, eu ainda sou fiel à Crowley e na verdade não sei se gostaria que ela tomasse o poder pra sempre e começasse uma Ditadura Militar no Inferno. Mark como Rei do Inferno é perfeito e não tem como não amá-lo. Mas vou gostar de ver essa luta. Será interessante. 🙂
    E, por último… GENTE, Masoque foi akele flerte maléfico? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk’
    Mas tmb, não posso acusar a Abbadon, né… ela tem razão qd diz que o Dean faz as garotas terem pensamentos obscenos. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk’
    Jesus, tem misericórdia de mim. kpskpskpskpskps’
    E agr falemos de kevin… ele é da família já, mas eu senti qd Dean falou sobre eles serem uma família agr e serem tudo o que têm e n falou da Charlie. u-u
    Ok, ela não é personagem tão participativo quanto Kevin e Cas, mas tmb já é da família. Ela a irmãzinha caçula dos Winchesters. X]
    Tá, eu sei que fui chata, mas só tô dizendo, né… kkkkk’
    E agr que me veio…
    Vei, será que a espada dos anjos não mata Abbadon? Tipo, Dean pediu pra Kevin encontrar algo que matasse definitivamente um Cavaleiro do Inferno antes de encontrar com os demônios e talz e não teve a oportunidade de usar a espada nela e Abbadon fugiu qd viu q era um anjo…
    Tão dizendo que a espada não a mata, mas tenho minhas dúvidas, acho que mata sim. Vai saber, né?
    E acho, assim… só acho, que Abbadon realmente tá superestimando demais Sammy e Dean… só acho, né? kkkkkkkkkkk’
    Como disse Crowley uma vez: “Será que só eu não superestimo os idiotas dos Winchesters?!” Ou seja lá como ele tenha falado, teve o msm sentido. -.-

    Não sei se a Tiger Mom está viva, mas espero que sim. Gostaria que ela voltasse. u-u

    Agr… gente, o Dean está péssimo guardando esse segredo e akela carinha da cena final foi como se tivesse nos passando que qd eles finalmente se acertam de uma vez, existe algo que pode separá-los novamente. :/
    Ele está mt triste com essa coisa de ter que guardar segredo do Sam mais uma vez. Mas vamos ver como isso irá se desenrolar, não é?

    Enfim… que episódio! E como Dean disse… será um ano cheio! Agr é Céu, inferno e monstros tudo na Terra. É meus irmãos… cês tão fufu, viu?
    E sua análise tmb foi diva, Su! Parabéns e concordo qd vc diz que essa nova era Carver está mexendo com nossos sentimentos de uma forma mt bacana! Estou realmente mt esperançosa e animada com essa temporada. ^^
    Bjos!

    1. Abaddon é Diva né? adoro-a!
      E você não está sendo chata, Charlie merecia mesmo ser citada por Dean, tadinha! rs
      Obrigada por ler e comentar!

    2. Emerson Gordiano

      Ei Andressa tenho a mesma desconfiança que você quanto a espada dos anjos funcionar na Abbadon. Já que ela foi um dos primogênitos dos anjos caídos que acompanharam Lúcifer isso dá a ela uma ligação direta com anjos. O que me incomoda é o fato da faca da Rubby não ter funcionado…porque aquela maldita faca funciona em alguns demônios e em outros não? alguém deveria explicar melhor sobre ela! E a grande pulga que está atrás da minha orelha é: quem é Ezequiel e o que ele quer? Afinal de contas até agora não vimos nenhum anjo trabalhar pelo bem de alguém de graça e Sam como casca de Lúcifer sei não viu? Abraço!

      1. Pois é Emerson. Sei lá, eu acho que a espada mata sim Abbadon, que como vc disse tem uma ligação mt próxima aos anjos, pq foi um anjo caído que seguiu Lúcifer e td mais… Acho que matar Abbadon pode ser mais simples do que parece. Só tem que ser mt bom de briga e enfiar a espada no corpicho sexy dela. kkkkkkkkkkk’

        1. Emerson Gordiano

          Só vamos torcer para isso demorar… ela tá mandando ver na briga pela soberania do inferno e essa briga ainda tem que render muito!

  7. Ana Lu

    Oi, Su!!

    Tenho trabalhado horrores e sem tempo de visitar o site, como eu gostaria , pra alívio geral. Rá! 🙂

    Tirando a parte do remake do corpo carbonizado da Abaddon , cuja explicação não me convenceu, tb gostei bastante do episódio.

    A relação entre os irmãos está em destaque como há muito não vemos na série, Crowley roubando a cena , como sempre (a azarada no Sam foi impagável) e Jared, sem dúvida, bastante convincente como “Zeke”.

    Dean, apesar de nitidamente mais maduro, está jogando um jogo perigoso e sabe disso, pois está inseguro em relação à sua atitude e sabemos que insegurança e Dean não foram exatamente feitos um pro outro. Aliás, off topic, Ackles nunca me pareceu tão gato na série como neste último episódio… Don´t ask. 🙂

    Todavia, continuo com duas pulgas atrás da orelha: a primeira é em relação ao “Zeke” ter podido curar Sam e Castiel não e, a segunda, tem um caráter mais pessoal.

    Na minha opinião, apesar de Jared estar sólido no que lhe compete fazer, Sam Winchester ainda não aterrisou na 9ª temporada.

    Sam é rebelde, curioso e questionador por natureza. De repente, se transformou em alguém um passivo, submisso, um tanto ausente e zen. Por favor, digam-me que isso é obra do anjo ou do coma mental. LOL. No que me compete, o verdadeiro Sam ainda não deu o ar de sua graça na série e, claro, pra Dean, está ótimo , pois ele tem a rédea da situação. Por ora.

    Adorei o que você disse do Kevin, Su. Foi uma personagem que foi me conquistando aos poucos e hj eu gosto bastante.

    Por último, por favor, digam-me que a Anitta, digo, Tracy, não vai virar personagem recorrente… ninguém merece.

    Bjs, galera!

    1. Olá!! Obrigada por comentar!
      E tenho uma teoria sobre Sam nesta temporada, pelo menos agora…acho que a junção do que aconteceu no final da 8ª temporada com o processo de cura que Ezequiel está executando. Agora ele está mais calmo e confiante com sua vida e principalmente com sua relação com Dean, então ele não está tão rebelde e questionador no que compete a sua vida…sei lá, acho que é isso! rs
      Obrigada mais uma vez pelo comentário!
      Abraços

      1. Ana Lu

        Yep, Su.

        Na medida em que a série vai passando e os meninos vão amadurecendo, e tomando na cabeça,é natural que os seus respectivos comportamentos mudem mesmo. Mas natureza pessoal não se modifica. É como se Sam estivesse adormecido ainda e absorvendo tudo à sua volta através de Dean. E quando Sam despertar e descobrir quem vem usando seu corpo como casa, sei não… a cobra vai fumar. 🙂

        Bjocas.

  8. Edna

    Eu adorei! Mas fiquei sem entender qdo aquela hunter acusou Sam de ter libertado Lucifer do inferno, o que isso quer dizer? O q vcs acham?
    Eu adorei o Zeke e espero q ele seja realmente do bem. Jared foi muito bem!
    Dean, sempre incrível!!! Por enquanto estou gostando muito. Bjs.

    1. Ué. Foi Sam que libertou Lúcifer do inferno realmente. Ela só acusou ele de ser o culpado pela morte da família dela, pq os demônios que os mataram estavam comemorando que Lúcifer havia ressurgido.

    2. Obrigada por comentar!
      E a garota o culpa pela morte de seus pais porque os demônios que os mataram estavam comemorando o fato de Sam ter libertado Lúcifer no inferno.
      Beijokas

      1. Edna

        Ah, entendi! Achei que isso ja eram aguas passadas e tbem pq Sam se redimiu o trancafiando. Mas o mundo é assim, só lembram dos erros. Obrigada, queridos!

  9. erick

    O segredo desse ano faz parecer o do ano passado brincadeira de criança

    1. Pois é… quando a gente pensa que SPN não vai nos surpreender mais, né?

  10. Lule

    Enalteço a representação do Jared. Assisti pela primeira vez ao vivo mas perdi (por algum motivo que não lembro) a manifestação do Zeke. Ao voltar mesmo sem saber o que aconteceu e sem entender inglês (preciso fazer um curso intensivo) percebi que não era o Sam. De novo o Jared dá um show com a sua interpretação. Ele havia alertado que se não gostássemos era por que ele não tava fazendo direito, assistindo a reprise fique arrepiada. Gente tá TODO MUNDO FAZENDO DIREITO não tem como não gostar.
    Fiquei feliz também pelo Deam, pela abertura a mais membros na família(falar de família NUNCA é demais). Sei também que isso não muda nada em relação ao Sammy mas é tão bom vê-lo abrir o coração do jeito que ele fez com o Kevin. Esse eu tô com você Suelen acho que ele vai deixar alguma abertura pro Crowley, só espero que não seja nada grave.

    1. Obrigada pelo comentário! E concordo com você, Jared está maravilhoso e todos estão acertando o tom da interpretação! Sinto muito orgulho deles!
      Dean precisa disso, se abrir mais sobre o que sente!
      Beijokas

  11. Emerson Gordiano

    Excelente análise Su, parabéns! Esse episódio me impressionou bem mais que a premiere, eu esperei ansiosamente por ele desde que soube que era o retorno de Abbadon e o melhor disso na pele de Alaina Huffman, cara aquela mulher é perfeita, há uma conexão fantástica entre a atriz e o personagem além da química com o resto do elenco! O que foi aquilo com o Dean? Acho que os caras se deram conta de que não podia ser ninguém mais além da nossa já adorada ruiva e Abbadon tem estilo sinceramente muito mais que Crowley estou amando a ideia de ter uma rainha, mas como o único cavaleiro do inferno vivo (será?) ela tá no páreo, nesse quesito resta uma curiosidade ainda? Se Lilith estivesse por aí ainda qual das duas seria a mais Bad ass? Lilith foi o primeiro demônio de Lúcifer e algumas lendas contam que sua esposa e Abbadon parece ser mais poderosa do que ela era (vide que a faca da Ruby não lhe fez nada), gostaria de ver como Supernatural conta a hierarquia do inferno. Quem sabe? E Jared Padalecki nos surpreendendo mais uma vez…que grande ator! Pensei que tinha sido uma furada do Carver deixar Ezequiel no corpo de Sam, que isso ameaçaria a identidade do personagem e ficaria chato mas Jay é tão bom ator que não permite que isso aconteça ele desliza entre Ezequiel e Sam com maestria com perfeição e eu que pensei que já tinha visto esse garoto dar o melhor de si, meu ídolo sempre me surpreendendo. E por fim o melhor momento de todos: Dean tentando proteger o que já é patrimônio do fandom rsssssssss… ele é mesmo demais e nesse episódio estava mais narcisista que nunca e como eu amo vê-lo assim. Sem dúvida esse é um dos episódios que entra para o meu hall de favoritos!

Leave a Comment