[Análise Hunter] I Think I’m Gonna Like It Here por Guilherme Santos

Supernatural repetiu algo que tem feito desde a sétima temporada; iniciar o ano a todo vapor. O episódio de início da sétima entrou para a minha lista das três melhores premieres da história de Supernatural. O da oitava foi ótimo, serviu para introduzir o arco principal da temporada e também para mostrar o porquê de terem escolhido Jeremy Carver como o novo showrunner. Com a premiere da nona, não foi diferente. O dever de casa foi cumprido, e com ainda mais intensidade do que no último ano. Foi um episódio vigoroso, recheado de surpresas e cenas das quais jamais iremos esquecer.

Confesso que esperava por alguma música do AC/DC na recapitulação – já que as músicas da banda proporcionaram as melhores recapitulações da série – e que também não fiquei agradado com a música escolhida, a princípio. Porém, a seleção de cenas foi ótima, sintetizou de maneira elogiável as cenas mais vultosas da oitava temporada, salientando o verdadeiro objetivo da tão famosa e renomada recapitulação “A estrada até aqui.”

As cenas iniciais do episódio fizeram jus ao que o produtor-executivo Robert Singer disse no sneak peek de cinco minutos que foi liberado pouco dias antes da estreia da nona. “Começamos esta temporada praticamente minutos após o final da oitava.” Entretanto, a saúde de Sam e o modo de agir de Dean deram ao entender que algo estava errado. Realmente estava, porque, logo a seguir, é revelado que a cena entre os irmãos no Impala era apenas uma projeção da mente de Sam, o qual estava, na verdade, em coma. Pobre Sam.

Dean, como de praxe, permaneceu ao lado de seu irmão e em nenhum momento desistiu. Uma das inúmeras características do Winchester mais velho, as quais mais podem ser consideradas qualidades, que eu admiro, é a perseverança. Independente da situação em que estiver, Dean insiste até encontrar uma maneira e luta até o último homem, mas nunca desiste. Por este motivo, a mente de Sam o projetou como sua parte que quer viver, o que faz todo o sentido. Algo que eu realmente não esperava, era ver Bobby como a parte de Sam que quer morrer. “O que você chama de morrer, eu chamo de deixar um legado.” Não deixa de ser uma asserção verídica, porém a seguinte frase suprime todo e qualquer contra-argumento: não existe Dean se não existir Sam. E vice-versa.

Castiel. Após uma temporada de muita aleatoriedade para o personagem (leia-se sétima), a presença do anjo voltou a fazer sentido na oitava. Agora, na nona, acredito que tal presença volte a ser tão comum quanto um dia já foi. Apesar de alguns fãs terem passado a desgostar do personagem e serem contra a permanência dele na série, eu ainda o vejo como um coadjuvante importante para Supernatural e personagem de grande relevância para o arco mitológico da temporada. O número de anjos que o culpam e têm a intenção de vingar-se dele pelo o que aconteceu ao Paraíso, equivale a um exército. Castiel apareceu em apenas um episódio até o momento e já está sofrendo as consequências de seus atos. Vê-lo ter de lidar com isso será um tanto quanto interessante.

Ezekiel. Normalmente, o certo a se fazer quando Supernatural introduz um personagem, é não confiar no mesmo. Não completamente. Basta olhar o que Metatron proporcionou no final da oitava temporada. A vítima que na verdade era o vilão. Enganou a mim e a muitos outros, feito patos. Não creio que venha a acontecer o mesmo com Ezekiel, pois acredito que sua intenção seja realmente boa e que ele não desfrute da mesma crueldade abrangida pelos outros anjos. Meus sinceros elogios para a mente brilhante que teve a ideia de Sam e Ezekiel curarem-se simultaneamente, através de uma possessão. Simplesmente genial. Supernatural não cansa de me surpreender. Mal posso esperar para ver como a história vai se desenrolar. Não posso deixar de elogiar Jared pela atuação incrível do início ao fim do episódio. Suponho que ainda o veremos interpretar Ezekiel, no corpo de Sam, por um bom tempo. Ao menos o suficiente para que o Alce se cure por completo.

Morte. Desde sua primeira aparição, lá na quinta temporada, eu o tenho como um dos personagens mais geniais e mais bem construídos de Supernatural. Uma das únicas coisas edificadas por Sera Gamble às quais sou realmente grato. Suas aparições são sempre distintas e convenientes. Não o colocam em determinado episódio somente pela grandeza do personagem, mas sim porque faz sentido e é necessário para a mitologia. Quando foi revelado que o Cavaleiro faria sua quarta aparição, logo imaginei que Dean o teria chamado por ajuda, novamente. Estava enganado. Morte aparecer por vontade própria, para garantir que ele mesmo ceifasse, coletasse a alma de Sam, mostra o quanto ele o respeita e o admira. Julgando pelo fato de que já interagiram mais vezes, acredito que ele tenha o mesmo sentimento em relação a Dean. Não poderia existir ator mais perfeito para o papel do que Julian Richings. Sensacional a caracterização do personagem. Realmente espero que apareça mais vezes.

Cena final e expectativas. Sam e Dean no Impala, como de praxe. Embora diferente, porque, mais uma vez, um segredo reside entre os dois. Algo de extrema importância, que, quando vier à tona, pode por em risco a promessa que fizeram um ao outro e até mesmo acabar por separá-los outra vez. Sempre que Dean guarda um segredo de Sam, ou o contrário, algo de ruim acontece. Vamos esperar para que, dessa vez, seja diferente. Afinal, Dean verdadeiramente não tem escolha. Ou ele mente e Sam sobrevive, ou ele fala a verdade, Sam expulsa Ezekiel e morre. Quanto ao restante da temporada, devo dizer que estou muito animado. Assim como coloquei fé no trabalho proposto por Jeremy na temporada passada, estou colocando nessa. Vejo na nona temporada potencial para se tornar a melhor de todas, tenho ótimas expectativas e acho que dificilmente ficarei decepcionado.

Related posts

13 thoughts on “[Análise Hunter] I Think I’m Gonna Like It Here por Guilherme Santos

  1. Nossa Gui, como você escreve bem! uau, adorei o seu texto, bem construído e argumentado, adorei!
    E também estou super animada com a temporada!
    vamo que vamo!

  2. Maira

    Vou defender o Dean dessa vez tbm… Poxa dessa vez ele até queria contar para o Sam só que não tem escolha, nas outras ele decidiu esconder, e o segredo como no caso da morte da Amy era muito fraco para manter os irmãos separados, mas agora é diferente… Dean vai sofrer muito escondendo e se preocupando com Sam, já que ele sabe que Sam preferiria morrer a ser possuído por um anjo depois de toda a quinta temporada, e porque, na minha opinião, o Dean sabe disso porque ele mesmo preferiria morrer a ser controlado por um anjo (coisa que Ezekiel parece não pretender fazer, mas que nada impede que aconteça)

  3. Lule

    Guilherme excelente análise.
    Como você conseguiu ao mesmo tempo transmitir emoções e permanecer tão equilibrado? Parabéns.
    Vou partilhar da sua opinião sobre o Dean ele é realmente perseverante e se não for por Sammy ele não abre mãe de ninguém.
    O exemplo exemplo disso é o Castiel. A preocupação de Dean por Castiel poder se machucar por estar sem sua graça é incrível. O cuidado em querer que ele vá pra o bunker e permanecer seguro é cativante.
    Pelo jeito o Winchester mais velho não será babá só do Winchester mais novo.
    Beijos

    1. Lule

      “Ele não abre MÃO de ninguém”

  4. Hei ! Muito prazer Gustavo !Cara espera… Calma… você nem disse:

    -Ola pessoal esta é minha analise!kkkkk Hei… eu estou curiosa pra saber como é vc KKK

    Uma coisa é certa você tá melhor que eu, ah todo vapor!

    E também tá certo em relação o começo de temporada…Sem duvida foi uns dos episodio que eu mas chorei e fiquei entusiasmada . E foi tbm mas aguardado dos últimos anos. Aquela coisa toda do Jared dizer que estava todo empolgado. Se fez valer quando finalmente pude assisti o episodio , meu coração quase saiu pela boca kkkk Foi a maior doideira. Mas agora depois de uma semana que passou, a poeira se acalmou. Eu estou curtindo de montão !

    Foi bem lembrado, Carver fez o dever de casa direitinho. Ele deve ter ficado matutado o que faria pra Supernatural pegar fogo novamente.E usou a sensibilidade.Amor! Simples o amor que uni este dois e uma legião de fãs fanático que querer mas, muito mas. Não estamos preparados para o the end ! kkk

    Eu também amo back in black . Porém como Sammy não morreu, não estamos de luto.

    Claro ele é como um gato.Bem literalmente gato , tem sete vida kkkkk Sabe que eu perdi a conta de quantas vezes ele morreu kkkk Mas falando da musica, acho que teremos que fazer vaquinha pra mandar grana pra eles colocar Ac/dc outra vez kkkk tá inflacionado o meio da musica. Então nos temos que conviver com as serpentes kkkk.

    Aquela cena do Bobby foi muito divertida.Ele tava lá trás em um segundo na frente.A cara do Dean foi hilaria . Que confusão na cabeça do Sam. O rapaz tava mal de pensamento mesmo!Bobby falando bla bla bla , não convenceu ! Sam providenciou Dean que logo despachou o velhinho.

    Voce não achou Dean rezando para os anjos a coisinha mas linda do mundo?Serio Dean é Demais ,o cara é louco de amor por Sam. Eu custei mas acabei aceitado …É Sammy mesmo único e exclusivo !

    Não tem jeito cara ! Dean é Sammygirl e pronto kkkk

    Vc lembrou de Castiel ,tem muitos fãs dele ,acho que se deve mas pelo carisma de Misha, que é um fofo. Mas pra mim Castiel é muito perdidinho.

    Castiel provavelmente ainda estava no jardim de infãncia lá no céu, todo mundo e mas esperto que ele. Os roteirista deviam fazer ele ficar bem afastado por uns tempos , e quando voltasse tivesse uma mudança fenomenal em seu personagem . Ele poderia voltar como um cafetão de um bordelkkkk

    E ZekeSam sera um enigma. Jared é que vai nos mostrar como sera o tal anjo possuidor seu corpão .Como Diz a Vicki: ele esta possuindo a mansão que é o corpo do Jared.

    Eu estou ansiosa ,espero que o Jared não faça ele frio como era RobSam. Ou como LuciSam que era inescrupuloso sarcástico.

    Talvez ZekeSam seja um amor de candura , e portanto caia em tentação e namore outra anja …Oh my god ! Dean vai fica morrendo de ciúmes que ele fique usando o corpo de Sam com outras mulheres. Seria hilario. ZekeSam aprendendo a beber transar, muito engraçado..

    E vc falou do senhor Death. Achei ele tão bonzinho.

    Quando ele fez sua primeira aparição em supernatural com aquela musica de arrepiar cachorro, me deu calafrios, agora ele me pareceu tão gente boa.O ator é muito bom.Eu não achei que ele ficou chateado com a decisão de Sam , achei que ele sabia o que tava rolando envolta. Death sabia de tudo ,e Dean na hora foi super intimo do cara do defunto kkk

    E voltando ao ZekeSam …Se Ezekiel tem um planos , acho que sera conseguir retornar novamente para seu lar.Afinal anjo e demônio na terra sera um caus, vamos mandar estes seres de asas caídos de volta pra casa. Eu nunca soube que houvesse um ritual para retirar Anjos de gente. Já pensou sera que serve lustra tbm pra isto ? Eles tem o punhal!Mas matar todos eles não vai da…

    Bem …E só isto Gustavinho,agente não se conhece, e estou curiosa em saber como voce é ? Alto baixo.Mas velho mas novo ? Bem… não importa…Vc é um tremendo gente boa!

    Meus parabéns pela analise . Foi bem sucinto acompanhando os fatos mas importantes.Eu escrevi tudo isto aqui KKKK pra prestigiar vc. Afinal perdeu seu tempo pra dedicar um pouquinho de seus pensamentos pra gente. Eu te agradeço muito. E saiba que eu leio suas palvras com muito respeito . Beijocas

  5. Nossa! Vc escreve mt bem! Parabéns. *-*
    E concordo contigo qd diz que uma das qualidade mais bonitas do Dean é a perseverança. Msm quando ele está sem esperanças alguma de pode ganhar e está prestes a desistir, como na quinta temporada quando ele quase disse sim pra Miguel, ele de repente não desiste e continua até o fim.
    Afinal… o que salvou o mundo do Apocalipse na quinta temp foi a perseverança dele, pq dificilmente Sam conseguiria lutar contra Lúcifer sozinho se Dean não tivesse dado a cara à tapa.
    E é sempre assim. E é uma das coisas de que mais me orgulho em ser Dean!Girl! ^^
    Tmb amei a forma como Carver desenvolveu a 8º temporada e extremamente animada com a forma que ele irá desenvolver a 9º!
    Acredito no potencial desse cara e sei que ele juntamente com os outros escritores irá nos surpreender e mt! *-*
    Amei a análise. Tá de parabéns. 🙂

  6. Eu não sei onde li Gustavo mas é Guilherme Guilherme Guilherme: Soniama acorda mulher !
    Foda me desculpe! Eu sou loira kkkkk

  7. Rodrigo

    Mandou super bem na análise, Guilherme! Realmente, em season premieres, Supernatural sempre arrasa. Também acho a da sétima temporada uma das melhores, foi um episódio muito tenso e embora evite tecer comentários acerca de Castiel, ele o dominou. Misha arrasou na cena final em que o anjo foi dominado por leviatãs. Com esse acontecimento, esperei que não voltasse mais. Enfim, tenho que respeitar os que gostam dele, pois, como você disse, ele é um coadjuvante importante (mesmo que seja pra “encher linguiça”).
    Sempre que posso, defendo a Sera Gamble, embora reconheça que cometeu erros graves, um deles é essa perseverança citado por você e que hoje vemos resgatada em Dean, característica quase inexistente enquanto ela esteve no cargo de showrunner. Porém, admito que Jeremy Carver e equipe me surpreendem a cada episódio. Será que o farão em relação a Ezequiel também? Pelo histórico, acho que vai dar merda, mas sabe-se lá o que rola na cabeça dos escritores.
    Sobre as atuações, curto pacas as aparições de Julian Richings como Morte. Equiparo-o a Mark Sheppard e seu debochado Crowley. No mais, pra não perder o costume, Jared e Jensen sempre arrebentam, todo o elenco está afinado!

  8. Aeeeee, Gui! Parabéns, cara! Curti muito sua análise, vc ta na mesma animação que eu, super esperança de que veremos uma temporada incrível.
    Todo mundo acabou tocando nesse assunto, mas o seu texto me fez pensar na galera que fica falando “mas p q esses dois têm tanto segredo um do outro?”, “p q brigam tanto?”. Bem, eu tenho dois irmãos e vejo a dinâmica entre eles. O número de brigas é o mesmo, se não mais, mas acho que meus irmãos correriam para as colinas se colocassem neles responsabilidades como salvar o mundo do apocalipse, matar/aprisionar Lúcifer, destruir os leviatãs ou que fosse lidar com um urso de pelúcia deprimido.
    Beijo, Gui!

  9. Euri

    Gente, sou nova aqui e estou adorando o site. É parada diária obrigatória agora! Sempre gostei da série e continuei perseverando mesmo na sexta e sétima temporada, que não foram muito boas. Mas Dean e Sammy sempre valem apena. Eu não estou realmente preocupada com o Ezekiel “possuindo”o Sam. Mesmo que seja mais um anjo maluco, o Sam já conseguiu controlar o próprio Lucifer, apesar da dificuldade que foi. Então, eu não acho que o Sam tenha um problema muito grande em se livrar do anjo se for preciso. Na verdade, acho que essa possessão só foi criada pelos roteiristas para resolver um problema muito básico que o Sam e o Dean terão nessa nona temporada: enfrentar todo um exército de ANJOS. E a gente não pode esquecer que o Cass tá sem poderes e os irmãos vão precisar resolver alguns “probleminhas” que apenas poderes ou informações angelicais poderão resolver. Acho que é apenas mais uma estratégia para que o principal arco da temporada faça sentido, utilizando as informações que o Ezekiel poderá acrescentar.

  10. Gui parabéns pelo ótimo texto e pela coerência de seus argumentos… Foi uma análise muito gostosa de ler..

    E vc tem razão, o Dean é o perseverante da história e isso é uma característica linda dele..

    Jared realmente esteve muito bem e merece todos os elogios..

    Tb concordo que Carver não fará besteira e se manterá coerente com o arco que ele quer e está fazendo. Isso é um alívio! 🙂

    Um grande abraço e vamo que vamo!!

  11. Hudson

    Ezekiel não é um anjo comum, talvez um arcanjo. O humano que ele possuiu continuou normal após ele ter ido para o corpo do Sam….

  12. Hudson

    E o único anjo que tem poder, para não prejudicar o humano que é possuído, é Michael….

Leave a Comment