Análise Hunter episódio 9×16 por Su Candido

Minha última Análise Hunter foi há algum tempo e desde então muita coisa tem acontecido em nossa querida série. Confesso que teve episódios que me fizeram sentir uma vontade imensa de fazer uma análise mais profunda, mas me segurei e hoje me sinto recompensada por este episódio que foi muito bom!

Vou tentar não ser muito didática, então farei a análise supondo que todos que a lerão já assistiram ao episódio.

Mark Sheppard é realmente Rei. Assistir a Crowley vivenciar o turbilhão de emoções que é ser um humano viciado em humanidade foi pra mim um dos pontos altos do episódio. A carência, o medo, a dor de viver. A necessidade de sentir. O masoquismo que é ser. Precisamos sentir, senão não nos sentimos vivos, humanos. Sheppard nos faz sentir empatia por um personagem que deveríamos odiar.

(via itsjustjensen)

Sem contar que Crowley é um personagem divertido, o que dá leveza ao personagem. Adorei vê-lo lendo “Adoráveis Mulheres”, e chorando ao assistir um filme romântico. Sem contar as cenas dele com Sam, tentando convencer nosso caçula de que eles têm uma conexão. Sou team King of Hell!

not moose

O relacionamento dos irmãos ainda está em banho maria e eu confesso que mesmo sofrendo um pouco com este distanciamento entre eles, eu gosto. Acho que isso ajuda a intensificar o arco da marca de Caim. E não tomo lados nesta briga, entendo e defendo os dois. Sim, eu fico em cima do muro neste caso!

Eu disse lá na minha Análise do 1º episódio, que pra mim esta temporada estava na mão de Dean. E eu nem sabia da marca de Caim. Disse isso porque na minha opinião vemos e sentimos mais as coisas sob o ponto de vista dele, e isto me agrada. Entendo sim tudo o que ele fez pelo irmão, mesmo sendo errado, se ele fizesse o certo a série teria terminado na 2ª temporada! Se eu fosse ele também estaria chateada com Sam, mesmo eu concordando com o que ele disse. Sim amigos, eu concordo com Sam, Dean tem medo de ficar sozinho e por isso faz o que faz sempre. E isso é errado? Eu não acho errado o medo e sim a consequência dos atos. Na verdade acho que o que falta ser esclarecido por ambos é que Dean não quer ficar sozinho por que ele ama seu irmão, sua única família. E depois de assistir a este episódio acho que toda esta mágoa e raiva de si mesmo que Dean sente só intensificará os efeitos que a marca de Caim terá sobre ele. Vimos que ela tira um pouco a vontade própria e deixa a pessoa cega de alguma forma, acredito que ela intensifica os sentimentos mais sombrios da pessoa, e ver Dean passar por isso será maravilhoso! (desculpe, Dean!)

(via itsjustjensen)

E sobre o fato de Sam desabafar toda a sua mágoa e raiva dizendo verdades, pelo menos as que ele acredita, eu acho normal. Não vejo Sam como egoísta ou mimado ou um ser terrível e maldoso. Ele só faz o que Dean não faz, ele fala. Ele estava triste, cansado, doente, irritado, chateado e ele tem este direito. Dean fez uma coisa grave. Daí alguém vai dizer: “Mas Sam também já fez” E eu digo que exatamente por isso que ele ficou mais magoado ainda. Depois de tudo o que eles passaram, depois de Sam confessar pra Dean que o maior medo dele era decepcionar o irmão, ele acaba, mesmo que involuntariamente sendo o responsável pela morte de Kevin. Ele não queria ser ressuscitado porque sabia que isso sempre dá errado, como deu. Daí ele vira pra Dean, diz que isso não foi o certo e Dean vira pra ele e fala: “Eu faria novamente”. Ah meu, se é meu irmão eu mando ele pra pu…

images

Ok, desculpe, me excedi. É que eu precisava desabafar sobre isso! E quando Dean pergunta se ele faria o mesmo e Sam  diz não faria nas mesmas circunstâncias, ele não quer dizer que não salvaria o irmão, apenas que tentaria algo diferente, porque convenhamos se fosse Dean o possuído por um anjo ele ficaria p*to. Acho que o que falta é os dois sentarem um de frente pro outro e gritarem tudo o que pensam, se xingarem, chorarem, dar uns socos um na cara do outro até que um personagem secundário, tipo Xerife Mills (na falta do Bobby) aparece e puxa os dois pelas orelhas. É assim que funciona aqui em casa.

(watermelongifs.tumblr.com)

E trançando um paralelo com o episódio de hoje, eu vejo que Sam de fato terá que ajudar Dean de alguma forma, gostei de o ver falando para o irmão largar a lâmina. É como se fosse uma 4ª temporada às avessas, na qual Sam ajudará Dean a se encontrar novamente.

(via itsjustjensen)

Outro ponto sensacional foi a aparição de Magnus. Um Homem das Letras tão brilhante que construiu uma mansão invisível que está mais para um museu sobrenatural. Todos os tipos de monstros e objetos sobrenaturais presentes, inclusive a tão procurada Primeira Espada. O fato de ele querer que Dean fosse uma peça de suas coleções foi tão genial quando um ato de burrice, ainda mais quando ele pensou em torturar Sam para fazer Dean o obedecer. Winchesters sempre são subestimados e (quase) sempre vencem no final. Fico pensando se eles vão ficar com aquele museu sobrenatural de herança, já que são donos por direito.

(via iamsupernaturalsbitch)

Obviamente Crowley mostrou que até pode estar meio humano, mas mesmo sua parte humana é bem filha da p*ta, então ele pegou a Espada para si como forma de garantia de sua sobrevivência. Convenhamos, estava fácil demais, não é?

Se Dean já estava com sangue nos olhos de ódio de Abbadon, agora ele vai mata-la com requintes de crueldade. Ninguém faz isso com Baby e fica impune.

(via huntingwizards)

Eu acredito que este episódio foi apenas o começo, a ponta do Iceberg para o que está por vir. Começamos a ver o poder da Marca de Caim, a dualidade de Crowley, um pouco da história dos Homens das Letras e o começo do que provavelmente será o fim do tumblr: A reconciliação dos irmãos.

Nota para o episódio: 9.7!

PS: Não falei da Snooki! Mas também, falar o que? Gostei do fato dela ter senso de humor e dizer que seu sucesso vem de algo demoníaco. Cena boa, mas quase que me esqueço!

PS2: Minha opinião não é uma verdade. A série é ciências humanas e não exatas e cada um tem uma percepção diferente dos personagens, da história, das ações deles. Não têm certo ou errado, só diferentes opiniões. Comentem, discordem, fiquem a vontade para expor suas opiniões!

PS3: Quero agradecer publicamente a Jeremy Carver por esta temporada. Há tempos eu não sentia tantas emoções diferentes assistindo Supernatural e isto é maravilhoso! Eu vejo a série como uma obra de arte e ela me emociona como uma composição de música clássica.

(via iamsupernaturalsbitch)

Carry on hunters!!

Related posts

41 thoughts on “Análise Hunter episódio 9×16 por Su Candido

  1. Ina

    Sensacional sua análise Suelen, principalmente porque seu ponto de vista é muito semelhante ao meu no que diz respeito à situação dos irmãos. Eu também fico em cima do muro, entendo e amo os dois. Acho que pela primeira vez na série o Sammy tetá a chance de salvar o irmão, já que falhou das outras vezes e tenho quase certeza de que ele vá conseguir. É esperar e torcer. Eu gostei muito do episódio, poderia ter sido melhor explorado, mas tudo bem.

    1. Obrigada pelo comentário!! E também espero ansiosa pelo resto da temporada!

  2. Hunteri

    Gostei muito da sua analise, Su.

    Bom, como você tocou no assunto briga dos irmãos e quem está certou ou quem está errado eu vou dar a minha opinião também rs.

    Acho que já devo ter dito no twitter que eu entendo ambos os lados, que Sam tem todo o direito de estar magoado com o Dean pelo o que o irmão fez com ele e o Dean tem o direito de se sentir magoado pela forma como o Sam está o tratando. O ponto que você levantou do Sam já ter feito, desculpe o palavreado, merda eu acho que isso deveria ajuda-lo a ver o Dean de outra maneira, do ponto de vista de quem já fez o que muita coisa errada pensando que estava fazendo o certo e não entrar no modo julgador como até agora o Sam está agindo. A impressão que, ao menos pra mim, é que o Sam está julgado o Dean, por todas as decisões que ele já tomou, mesmo antes de Gadreel, e repetindo que tudo o que ele tenta fazer dá errado. É a coisa do chutar cachorro morto.

    Mas aí entra o que o Jared disse na ultima con, às vezes quando estamos magoados falamos muitas coisas “fortes” com a intenção de magoar o outro, mesmo que depois se arrependa do que disse. Tenho impressão de que o Sam não quer mais continuar agindo assim com o irmão, ele vacila, mas não quer voltar atrás. Na verdade nenhum dos dois querem dar o braço a torcer pra fazer as pazes de fato. Se fosse tão fácil não seriam Winchester não é?

    O que o Dean fez foi errado sim, teve consequencias, mas falar que não fariamos é fácil. Acho que numa situação extrema como ele estava, diante da morte do irmão, única familia que ele tem, qualquer um no lugar dele faria o mesmo. E depois de ver o membro da familia vivo e bem a sua frente acho que não é de todo canalhice a pessoa dizer que faria de novo. Apesar das consequencias. Não que ele seja um santo pelo o que ele fez, mas, ao meu ver, ele fez o que fez sim por não querer ficar sozinho, mas não só por isso. Ele fez pra salvar o único membro de sua familia, como disse antes, ele fez por que ele mesmo já disse que se não o fizesse não seria ele, afinal todos sabemos desde a primeira temporada que o Dean tem na cabeça dele que ele tem que proteger o irmão, sempre. É como o modus operandis dele que já está programado, seguindo a linha dos anjos com disco rígido, desde quando ele se entende por gente. John o programou assim então nessas situações ele age no automático.

    E por falar em agir no automático acho que essa será a consequencia da marca no Dean, quando ativada ele age no automático, ela o controla e parece que a única coisa que ele pensa é em matar. Espero que ao menos seja apenas os demonios e não matar tudo o que ele ver pela frente senão a segurança do Sammy estará em perigo.

    Confesso que quando os Winchester estavam presos eu pensei que a lâmina fosse voar pra mão do Dean e não do Crowley kkkk. Agora quero ver quais serão as consequencia disso afinal a marca foi ativada, mesmo Dean não tendo a lamina em sua posse com certeza ele já não será ele mesmo o tempo todo. Curioso pra saber mais disso.

    Parabéns pela analise, Su.

    1. Obrigada pelo comentário!!! Eu fico em cima do muro pq entendo o Dean, mas também entendo o Sam ficar puto. Acho que ele fica bravo pq como ele mesmo disse, a vida dele não vale mais do que a de outras pessoas e de certa forma Dean acha isso, também né? até eu acho! ahahahaa e isso o incomoda. Mas irmãos são assim, brigam, se magoam, mas é só alguém aparecer e causar algum mal que logo manifestamos nosso amor!
      Beijos!!!

  3. Euri

    Concordo com tudo o que você escreveu, Suelen Candido. Também não tomo partido nessa briga de “marido e mulher” dos irmãos, mesmo porque no final eles vão terminar resolvendo tudo e suspendendo o “divórcio”. E de forma ÉPICA, espero eu! O Sam tem toda razão em ficar chateado, mas precisa tentar lidar com o pai/mãe/irmão de maneira mais adulta. Só espero que depois de tudo isso, o final da temporada não decepcione.

    1. É igual quando marido e mulher brigam e você toma partido depois eles voltam e você fica de errado! ahahaahaha
      Obrigada por comentar!

  4. Mariane

    Valeeeeeu, Su! Excelente análise. Eu estava um tanto quanto desanimada com os últimos episódios, mas este foi como reascender uma chama. Estou numa expectativa absurda em relação ao climax em torno da Marca de Caim e esse episódio, como você disse, foi só a ponta do iceberg. A maneira como Sam trouxe Dean de volta a si foi muito tocante, me fazendo acreditar que será ele quem, por fim, salvará o irmão dessa rua escura no qual ele está cada vez mais adentrando.
    Obrigada, Su!
    Beijos. ;D

    1. Obrigada por comentar!!! Vamos ver quais emoções serão exploradas nos próximos episódios.

  5. Rafa

    Pra mim, após esse episódio, esta mais do que claro que o drama Winchester é o que causou a derrocada da série nos últimos episódios. Quando finalmente pararam de focar na frescura e deram espaço pro plot que importa a série cresceu novamente.
    Mas mesmo sendo um episódio bom, ele escancara diversos defeitos da série.
    O primeiro deles é Abbadon. O fato de mesmo em um episódio onde ela é amplamente citada, ela sequer aparecer indica que será tão descartável como Naomi, Bartolomeu, Eve e Roman.
    O segundo é a incoerência e a inconstância com que abordam certas coisas. Mais uma vez temos Dean sendo a “máquina de matar” seres sobrenaturais mas que ao mesmo tempo que decapita Vampiros e feiticeiros poderosos com relativa facilidade, sofre com toscos policias gordos, demônios adolescentes e chupa-cabras de gordura. Bate nos gigantes e apanha dos esquilos.
    O terceiro ponto é a nítida falta de capacidade do roteiro. Blade Runners, isoladamente e mesmo no contexto da temporada, foi um episódio muito bom, mas mostra também que os roteiristas não conseguem juntar os plots da temporada. Já fazem vários episódios que Metatron e Gadreel não aparecem e essa deveria ser a parte principal dessa segunda metade da temporada. Vão deixar para encaixar o plot de Abbadon com o de Metatron apenas no season finale e vai ficar com cara de algo incompleto. Perdem tempo com coisas irrelevantes e não desenvolvem direito o que deveria ser prioridade.
    Só espero que, apesar das falhas, mantenham o nível parecido com esse daqui pra frente. Se esse episódio tivesse tido o mesmo desempenho ridículo de seus quatro antecessores eu cogitaria largar a série no final da temporada.

    1. Obrigada pelo comentário!! Eu concordo com a maneira como a relação dos irmãos é abordada é o termômetro para avaliar a temporada, mas não acredito que isso tenha causado uma derrocada na série. Os últimos episódios estão dentro da média da audiência e foram um dos maiores do canal.
      Sobre a parte de Dean acho que a marca de Caim não veio para torna-lo uma máquina de matar apenas e sim intensificar o lado negro que ele possuí. Acho que quando mostram eles perdendo contra seres e/ou pessoas que teoricamente seria fácil ganhar é só uma maneira de mostrar que eles ainda são humanos e comentem falhas.
      Eu achei interessante um ponto que você levantou sobre encaixar o plot de Abbadon com o de Metraton…será que isso vai acontecer mesmo? ou será que cada história foi feita pra ser desenrolar separadamente?
      E sobre fillers, eu não achei o episódio antecessor a este um filler, e acho que todos os episódios, mesmo os fillers tem a ver com a temporada de alguma forma, dizem mais do que achamos.
      Obrigada por comentar! Me fez pensar em outros pontos de vista!
      Beijos

      1. Rafa

        Bom, o derrocada que citei não foi em termos de audiência, mas sim de qualidade. Foram episódios difíceis de acompanhar e se fosse qualquer outra série, eu com toda certeza teria deixado pra la e esperado acumular episódios até ter vontade de assistir novamente (se tivesse).
        Quanto ao “máquina de matar”, foi só uma alusão a citação do Crowley no episódio, mas faz sentido o que vc disse. Erram pq ainda são humanos, mas que fica extremamente feio os seres que colocam pra dar trabalho pra eles, isso fica. É brochante ver o Dean dar conta de 3 demônios ao mesmo tempo em um episódio e depois ser passado pra trás por um policial gordinho e sem sal.
        Sobre juntar os plots, eu não consigo imaginar manterem separados. Crowley é o ponto de ligação entre os 2. Ele ajudou os irmãos contra Gadreel e ta na sua cruzada contra Abbadon, então, vendo a maneira como as séries abordam seus plots, ambos vão ter desfecho no final da temporada e como há pontos que se cruzam…
        Sei que fillers encaixam de alguma forma. Os primeiros e últimos minutos sempre são focados no plot principal, mas os episódios foram horríveis. O dos Ghostfacers eu, sinceramente, senti vergonha alheia com o paralelo Ed e Harry/Sam e Dean. Só não foi pior que o chupa-cabra de colesterol alto.

        1. Gosto da maneira como você expõe sua opinião, especialmente as contrárias as minhas rsrs nada como conversar sobre séries que amamos!
          A coisa da derrocada na qualidade é relativa, por exemplo, o episódio 9×14 Captives pra mim foi não apenas um dos melhores da temporada como não teve nada de filler. Descobrimos que as pessoas que morrem não conseguem entrar no Céu, que a mãe de Kevin estava viva e presa por Crowley, e vimos Bartolomeu e Cas. E o episódio dos Ghostfacers eu adorei e eu detesto eles ahahaha então é aquilo que eu citei, tem a ver com percepção. Cada um tem uma e todos estamos certos e errados!
          Obrigada, mais uma vez, pelo comentário!
          Beijos

          1. Rafa

            Ah, eu não consigo achar que um episódio onde só uma falar valeu a pena como Captives como não sendo filler. Tirando isso o resto todo foi totalmente dispensável.
            Já os Ghostfacers, nunca tive nada contra eles, mas detestei a abordagem comparativa do episódio.
            Questão de percepção mesmo. Pra mim foram episódios horríveis.

    2. Experimenta dar uma olhada no tumblr e ver o tamanho da campanha que fazem para só ver os episódios em que Cas aparecer. Vc vai se surpreender. Como os meninos disseram na Vegas Con, se não houver rusga como qualquer família entre eles, os irmãos vão lá, caçam, matam a criatura e voltam p casa ora tomar cerveja e ficar assistindo Ellen.

  6. Maira

    com preguiça de comentar, mas rapidinho:
    Eu ainda não sei pq fizeram 4 episódios tão desnecessários seguidos um do outro… Eu curto filler, mas depois do 9×11 esperávamos que alguns assuntos se desenvolvessem mais, e 4 fillers seguidos no meio de Metraton, Céu, Abbadon, Marca, etc etc, e só com adições pontuais foi bem difícil de acompanhar, tanto q audiência crescente depois do 9×09 começou a cair depois dos fillers, e agora SPN vai ter q recuperar a confiança do público.
    Segundo, que atuação horrível daquela Snooki, eu nem sei quem ela é direito, mas acho q foi uma participação especial bem ruim.
    E eu concordo com o comentário do Rafa na parte do Dean, ele é um super assassino, mas um demoninho consegue enganá-lo em um episódio… e isso ocorre com o Sam tbm.
    Fora isso o episódio foi bom, e eu não tenho problemas com fillers entre aqueles episódios principais, mas 4 seguidos é demais…

    1. Obrigada por comentar, mesmo com preguiça.
      Eu tenho uma visão diferente de episódios considerados fillers, acho que eles são mais importantes para o arco da temporada do que achamos.
      E sobre os meninos serem enganados por seres e/ou pessoas só mostra que eles são humanos e também erram. Acho que deixa o mito do herói com mais valor.
      Beijos!

    2. Espera aí… Só pra eu entender. Eu sei que meu conceito de filler não bate com o da maioria, mas vc chama Captives de filler?????

  7. Gabriel Rodrigues

    Desculpa mas só eu não consigo concordar com o Sam? O Dean fez oque ele sempre fez, e o que até então o Sam tambem sempre fez: Qualquer coisa para salvar o irmão.Quanta vezes o Sam arriscou o mundo pelo Dean?ele desistiu de fechar os portões do inferno e salvar milhares para viver por causa do irmão.Tentou vender a alma varias vezes para tirar o Dean do inferno,e etc etc… a lista é longa.Sinceramente? concordo com o Clowley, o Sam é um bebe gigante xD

    1. Gabriel, acredite, eu sou minoria no que diz respeito a Sam. Você está com a maioria que pensa assim sobre ele. É o que eu disse, cada um enxerga a história e os personagens de uma forma, e no final estamos todos certos e errados! rsrsrs
      Abraços e obrigada por comentar!

  8. jacqueline

    Otima analise como voce relatou a situação dos irmãos tambem defendo ambos e não acho que dá pra escolher um lado, ansiosa pelo que vem por ai com ctz será otimo, pelo que já vimos nestes episodios…

    1. Obrigada por comentar!!! E eu também estou bem ansiosa!
      Beijos

  9. bia

    adorei sua análise! relata oque muitos hunters estão sentido!!

    1. Obrigada pelo comentário!!!! Abraços

  10. Que linda analise Su , esteticamente bem montada com fotos animadas. kkkk Caprichou querida ! Parabéns pela dedicação.

    Eu adorei o episodio principalmente quando Dean estava sendo envolvido pelo poder do anel mal de Saurom ,ops! Não era anel kkk É espada de Caim ,historia errada KKK

    Continuando kkkk Sam Samuel teve influencia direta sobre (Dean frodo) para que ele não se corrompesse pelo poder do anel. Não é anel Sonia, é uma espada macabra que muda a personalidade da pessoa que á porta em suas mãos. Claro para leva-la para o lado escuro.kkkkk

    Espere , isto esta parecendo senhor dos anéis mesmo.
    E achei lindinho …Foi só Sam pedir, que Dean deixou a espada feia cair . Isto que é ter moral . Sammy Samuel É O ÚNICO que tem esta influência sobre ele. Mas ninguém.

    E mas um ponto que assemelha-se com Senhor dos anéis , foi que Sam carregava a espada junto a ele . Até que Crowley capturo-a de volta.

    Fico pensado , sera que vai ser assim também ? Samuel cortou o dedo do frodo para retirar o anel da perdição, e salva-lo . O que Sam terá que fazer pra salvar Dean ?

    Bem , ser for como o filme, vou adorar . Beijos Su

    1. Adorei seu comentário! Sempre espirituosa!
      E o paralelo que você traçou com Os Senhor dos Anéis ficou sensacional! E até que faz sentido! A força que a marca exerce sobre Dean, vamos acompanhar como ele lidará com isso! Mas confio nele, sei que tudo vai acabar bem!
      Grande beijo!

  11. cris

    que medo sonyama! mas é realmente um caminho bem interessante…
    adorei o episodio!

  12. Edna

    Adorei o episódio. Senti como se tivesse na quarta temporada novamente. Adorei ver Crowley como quase humano (ator porreta viu). Mas o que amei de verdade, como já citou Sonyama, foi o Sam pedindo para Dean largar a espada. Sam foi doce, cuidadoso e firme com o irmão e isso era exatamente o que Dean precisava ouvir, como ele já fez tantas vezes ao Sam. E isso não tem nada a ver com a relação de trabalho e sim entre pessoas que se amam e se conhecem demais – adorei. Acho bom o Dean ser salvo desta vez ele precisa de colinho de vez em quando … rsrs. Estou com muitas expectativas. Bjs.

    1. Também sinto uma relação com a 4ª temporada! Só que desta vez, tem uma troca nos papéis dos irmãos.
      Beijos e obrigada por comentar!

  13. Haryella

    Tbm to na torcida pro Sam salvar o Dean, aquela cena dele dizendo pro Dean largar a espada foi muito linda, realmente só ele têm esse efeito sobre ele!!!
    E Sonyama, adorei a comparação com Senhor dos Anéis, só q a diferença é q o “Precioso” pro Dean é o Sam e não o anél, quero dizer a espada, hehehe!!!!

    1. Foi bem legal mesmo a cena de Dean com a espada! Ansiosa para o desenrolar deste plot!
      Grande beijo!

      1. Haryella

        Su, me desculpa, não comentei sobre sua análise!!! Eu gostei e concordo em quase tudo q vc falou, menos na parte do Carver, tô detestando o q ele tá fazendo com os irmãos, mas ainda tenho esperança e definitivamente espero não me decepcionar no final da temporada, tomara q ele faça o Sam salvar o Dean desta vez, ele nos deve e muito isso!!!
        Qnt ao Crowley, gostei das cenas dele com o Sam, mas o meu demônio favorito sempre foi e sempre será Azazel, bons tempos!!!

        1. Obrigada pelo complemento do comentário!! rrsrs
          Beijos

    2. Eles são mesmo preciosos Haryella. Eu gostaria que pelo menos desta vez invertesse os papeis. Como é sempre o Dean que salva Sammmy . Eu necessito que o nosso jovem Winchester exerça este papel. Campanha Salve Dean !

  14. Luciana

    Eu também gostaria muito queo Sam salvasse o Dean. Acho que é a unica forma da imagem do Sam melhprar entre os fãs. enquanto for Sam que sempre necessitar ser salvo vai ser dificil pararem de ve-lo como um bebe gigante..srsrs

    \é claro que eu nunca rive de lidar com um apocalipse.. mas eu sei que é dificil para um adulto ser visto assim.. Por isso eu posso até não concordar com certas atitudes, mas eu entendo.

    Eu adorei Sam ter convencido Den a largar a lamina!!

    1. Vamos acompanhar o que os autores têm em mente! Tomara que supere nossas expectativas, não é mesmo?
      Beijos!

  15. Fillipe

    Muito boa a sua análise Suelen. Alguém sabe qual o nome da música que toca quando o Crowley mata a demônio (Rebecca Marshall)?

  16. É mesmo Su kkkkk

    Eu não me importo como seja. Mas preciso ter fé novamente em Sam. Eu não posso, e não quero ficar sem poder ama-lo . Mesmo que tenha todo direito em ter suas posições . Eu ainda desejo de todo meu coração que ele volte a ter tesão pela vida. E que esta venda em seus olhos desfaça.

    Espero que volte a ter aquela cumplicidade ,aqueles olhares divertidos, aquele amor em estar perto um do outro.

    NA verdade eu acredito que ele nunca parou de ama-lo. Só que pensa que se endurecer seu coração vai chegar onde deseja.

    E talvez vendo Dean passar pelo mesmo drama que passou. Possa entender o que Dean fez.

    Não sei quais os meios que possa vir em ajuda-lo. Entretanto eu torço. Ele tbm pode doar sua vida para seu irmão . Eu tenho esperança.

    E lembro que em um episodio a muito anos atrás, Sam disse que tinha Fé , talvez agora ele não tenha tanto. Mas ainda eu consigo ver nele aquele garoto cheio de sonhos.

    A decepção fez com que ele desisti-se. Eu espero que recupere a FÉ , senão em Deus, quem sabe em Dean.
    Só o poder do amor vai fazer-lo voltar. Nada poderá afasta-los , nada poderá dividi-los . As magoas serão curadas. O amor vai triunfar.

    1. Soniama concordo com vc… quero que o Sam enchergue finalmente quem e o que o irmão fez por ele… e qdo digo isso, não estou dizendo que o Sam não tenha se sacrificado pelo Sam… eles vem fazendo isso desde a primeira temporada… e nos deixando com o coração na mão… mas eu acredito no poder do amor, companherismo, e superação que esses dois cabeças duras que nos amammos são capazes… e é claro que deixar tbem uma caixa de lenço do lado do computador ao assistir o episódio, ajuda para caramba né….
      bjs lindinha.

  17. Aparecida

    Que lindo Sonyama, eu concordo com você. Eu sou Deangirl,mas não gosto que peguem no pé do Sam, também penso que ele ta tentando endurecer o coração, mas não vai dar certo o amor dos dois é maior do que isso que eles estão passando, e acredito que Carver vai mostrar até o final da temporada.

  18. Su gostei da sua analise, somente discordo da parte em que vc diz que mandaria o Dean para Pindamonhangaba kkkkkkkkkk
    Familia, como disse o Bobby, te enche o saco, te deixa louca (e de cabelos brancos, eu que o diga kkkkk), mas vc não vira as costas… não estou dizendo que foi isso que o Sam fez, mas ele não se expressou bem, e eu entendo a razão, ele esta PUTO DA VIDA COM O DEAN… eu tbem estaria… mas como fã de ambos os personagens, eu quero que eles se entendam… que eles estejam na mesma sintonia… e ainda continuo com a mesma vontade de subir uma escada e dar uns petelecos no Moose, e acho que vou aproveitar na decida e dar uns petelecos no Squirrel tbem kkkkk
    Parabens pela analise lindinha.

  19. Seu Zac

    Quanto aos irmãos, concordo com a Susu.

    Quanto aos irmãos, concordo com o Rafa. A relação entre os irmãos, pelas barbas de Merlim, não precisa ser transformada numa novela mexicana. Os roteiristas desse episódio, que nem são dos melhores, escreveram um bom episódio porque focaram no que interessa.

    Se Carver, o magnífico, quer amadurecer (cruzes) essa relação é só focar em mais amizade, mais ajuda mútua, mais ação, mais história, e não em um drama ad eternum.

    Simples assim.

    Abração

Leave a Comment