[Análise Hunter] 9×19 “Alex Annie Alexis Ann” por Polly

 

E aqui estamos nós para falar do episódio 9×19. E já aviso desde já, na minha análise ninguém vai ler a palavra ‘filler’, simplesmente porque não gosto da forma que as pessoas falam sobre isso. Essa palavra, assim como outras duas recorrentes no fandom, já ‘deu no saco’. Portanto, não, não vou caracterizar e muito menos nomear esse episódio assim.

Minha impressão geral sobre o episódio: bom, gostoso de assistir, sutilezas aqui e ali sobre o que anda acontecendo na série, bem escrito, coerente, elenco entrosado e direção muito boa. Foi um episódio focado no arco mítico da temporada? Não, não foi. Foi um episódio que ‘descontinuou’ a história? Não, não foi. Foi um episódio de tirar o fôlego? Não, não foi. Mas foi um episódio que serviu bem o seu papel de dar uma ‘respirada’ na reta final da temporada, a qual certamente virá com tudo para ‘arrebentar a boca do balão’. Muitos podem dizer: o timing foi ‘errado’, foi um episódio que não tem propósito algum no foco atual da relação dos irmãos e tudo que está acontecendo com eles, foi um episódio que poderia existir em qualquer temporada, bla bla bla. Não vou discutir isso, até porque cada um tem motivos para defender o que quiser. Mas tenho o direito de achar que o episódio foi bom sim, foi no timing certo sim, tem relação com os irmãos sim.

Vamos lá, gente. Eu adoraria que Supernatural tivesse TODOS os episódios focados no arco da temporada, mais especificamente, eu amaria que TODOS os episódios fossem sobre a Marca de Caim e seus efeitos em Dean, mas não é possível desenvolver uma série de 23 episódios focados só nisso. Ninguém aguentaria. A mesmice iria nos dar ânsia de vômito de tanto enjoo. Portanto, vamos aceitar que mais da metade da temporada sempre será sobre episódios ‘fora’ do arco principal. Não que não possa ter cinco minutos, dentro de quarenta, sobre o arco mítico. Mas é impossível ter 23 episódios falando só sobre mitologia. No decorrer do tempo é necessário e importante fugir um pouco disso. Até pra gerar expectativa e suspense. Portanto, de minha parte, nenhum drama sobre isso.

Voltemos ao episódio. Eu acho que a maior ‘surpresa’ foi a volta da Xerife Jody Mills. Mills é uma personagem forte, interessante, carismática e que criou um laço, meio que materno-amiga-parceira com os meninos. Ela não tem aquele jeitão maternal de Ellen, mas Jody Mills é uma amiga fiel dos meninos. Amiga essa também do nosso amado Bobby. Sem cotar que Kim Rhodes é uma ótima atriz que tem uma química muito boa com os meninos e está familiarizada já com todo processo da série. Sempre é um prazer ver sua Jody Mills em ação.

Interessante notar que Jody Mills parece ter um laço e uma afinidade maior com Sam do que com Dean. Não que ela e Dean não se gostem, mas ela e Sam são muito próximos, eles ficam à vontade um com outro, eles apreciam a companhia um do outro, compartilham momentos um com outro. Falo isso, porque a maioria dos personagens secundários desenvolve um relacionamento mais ‘fechado’ com Dean, e Mills é uma das poucas que realmente interage mais com Sam. Acho bacana isso.  Gostaria muito de ter visto Sam compartilhar com ela algumas de suas preocupações no momento. Acho que ela seria uma excelente conselheira para ele.

Ao longo do episódio vimos bastante o lado conflituoso, lutador, sobrevivente de Jody. Seu lado bem humorado. Seu lado profissional. Vamos combinar que durante essa jornada dos meninos, ter alguém da lei do lado deles, sabendo o que eles fazem é uma baita ajuda, um conforto até. Para eles é bom olhar Jody e ver que ela ainda está lá, que ela eles puderam salvar e farão de tudo para continuar desse jeito. Ela não foi outra perda ao longo do caminho. Eles já lidam com perdas demais, e acrescentar Jody na lista não fará bem nenhum. Nem a eles, nem a história da série. Vou fazer um adendo aqui e reclamar: nunca, jamais, jamais irei perdoar Sera Gamble por ter matado o personagem de Bobby. Mesmo que Death’s Door seja um episódio lindíssimo, mesmo que os produtores disseram que foi algo planejado, que foi épico, bla bla bla, eu simplesmente não concordo e aceito jamais que isso era algo necessário. Mas isso são águas passadas, voltemos ao que interessa no momento.

Logo no início do episódio vemos uma garota sendo presa. E a partir daí vamos descobrindo que ela não é um monstro, mas foi criada por eles. Ela cresceu no meio de vampiros, foi alimentada por eles, foi ‘protegida’ por eles. Ela era uma criança quando esses seres a roubaram e era claro que com isso, ela desenvolveria um sentimento de ‘família’ com eles, mesmo que essa relação era muito disfuncional e nada saudável. Annie/Alex só conhecia aquela vida portanto era perfeitamente normal que ela os vissem como sua família. Quem eram os monstros eram os vampiros e não ela. Ela apenas tinha emoções, algo inerente aos humanos que os vampiros desconhecem e desprezam. E claro que a humanidade de Annie/Alex uma hora iria falar mais alto. Medo, culpa, raiva, dúvida, frustrações, decepções, vontade própria, tudo isso iria explodir um dia e Annie/Alex não saberia o que fazer, exceto seguir seu instinto em buscar algo que ela sabia que precisava ser modificado, algo que não ‘poderia pertencer a ela’. Mesmo que Annie/Alex foi um personagem secundário, ela mostrou isso de forma clara: o que a vida com pessoas tão diferentes de você pode te transformar, mas ao mesmo tempo não existe nada como ter força de vontade, foco e discernimento para seguir onde sua humanidade te leva.

Podemos então fazer um paralelo da história dela com os meninos. De certo modo Annie/Alex, Dean e Sam são parecidos. Eles têm vivido com monstros há muito tempo. Eles têm desenvolvido sentimentos, sensações, impressões e comportamentos distintos devido à essa relação tão estreita que eles tem entre o lado humano e a convivência com seres tão diferentes deles. Eles têm de certo modo, perdido um pouco de humanidade ao longo do processo, mas também eles têm aprendido que você não perde completamente isso, sua humanidade, ao menos que você decida que você quer perder.

Claro que se você comparar os meninos, Annie/Alex e Jody, verão o quanto cada um deles ainda tem de humanidade. Olhando Annie/Alex veremos que ela anseia em buscar algo novo do que ela conhecia até então. Jody ainda tem muitos traços de humanidade nela, como o instinto materno, protetor, ela tem o sentimento de esperança em que as pessoas são boas e merecem uma segunda chance. Dean e Sam estão num processo conflituoso no momento, mas ambos sabem que um ser humano ainda conta no processo de toda essa lama que eles estão enfiados. Sam, como sempre, ainda tenta ver o lado ‘humano’ das pessoas; Dean, por outro lado, está num processo de profunda mudança, mas o que o torna Dean, ainda é o desejo de ‘caçar coisas, salvar pessoas’. Ainda que essa sua visão de vida tenha sido um tanto ‘prejudicada’ pelos recentes acontecimentos, Dean ainda se apega a seu lado humano de que quem merece morrer sem dó nem piedade, são os monstros. Humanos no processo pode ser uma perda necessária, mas essa perda não é o alvo. Eu sei que isso soa frio e muito distante do que eram os meninos no começo, onde eles tentavam a todo custo, não matar seres humanos, mas como eu disse antes, eles convivem há tempos demais com monstros para ter essa característica de ‘jamais matar pessoas’ ainda preservada.

Triste, mas compreensível. E o melhor é que esse é o foco todo desse imbróglio que estão metidos os meninos. Afinal sabemos que Dean e Sam não estão no melhor da convivência agora, que eles estão juntos, mas não estão ‘de verdade’. Que cada um carrega mágoas, dores, arrependimentos, lembranças. Que cada um tem seus motivos para se sentir do jeito que estão se sentido, mas eles ainda têm que lembrar, no meio de tudo isso, que eles são seres humanos. Que eles lutam por algo, que eles estão aqui por algo, que eles têm um legado. Acrescente a isso, a luta interna de Sam para se libertar de um sentimento de raiva-remorso-dúvida-decepção-mágoa que o consome; e a luta de Dean para conviver com a mágoa-raiva-culpa-ingratidão-incerteza-medo e agora a fúria assassina de uma marca que ele carrega e que o está mudando justo num momento que ele se sente mais sozinho e rejeitado que nunca. Não é pouco. E dá um compêndio de psiquiatria.

E é exatamente aqui que eu defendo o episódio onde muitos acharam que é um episódio ‘fora de hora’. Não acho que era fora de hora. Acho que foi uma escrita muito sutil, muito delicada e muito bem feita. Porque esse episódio mostrou num primeiro momento, apenas dois irmãos caçadores ajudando uma amiga a caçar monstros e a possibilidade de salvar um ser humano. Mas no fundo o episódio foi uma lição: de somos humanos ou perdemos toda a capacidade de ser?

Teve momentos de uma crueza extrema quando Dean e Sam estão torturando o vampiro. Ou quando Dean está lutando e acaba matando o vampiro depois de um “Look at me, bitch”. Onde pudemos ver a que ponto anda o ódio de Dean, a que ponto ele está de deixar todo esse sentimento de pura fúria tomar conta. Não podemos deixar de lembrar que Dean no purgatório, se sentiu ‘puro’ ao ter que lutar contra tanto monstro para sobreviver, que ele criou um laço de amizade com um monstro e aprendeu a diferenciar certas coisas, mas que com a marca de Caim, marca essa que sabemos apenas que quem a ‘criou’ foi Lúcifer e que a função primordial é criar assassinos implacáveis, algo dentro dele está mudando profundamente. E nem ele, e nem nós sabemos onde isso vai dar. Tenho que confessar que amo muito tudo isso! 🙂

Também pudemos ver a que ponto anda o receio de Sam. É como se Sam estivesse caminhando no escuro aqui. Onde ele não sabe mais o que esperar de Dean, o que está acontecendo. É como se ele estivesse vendo algo acontecer diante de si, mas ele não sabe o que. Sam está totalmente perdido. Soma-se a isso a iniciativa dele de ‘ser honesto’ com Dean justo nesse momento e podemos imaginar onde isso vai chegar. Como eu disse no meu twitter, estou lixando as unhas e assistindo de camarote.

E claro que dentro do episódio todo, a coisa que mais se destacou, ao menos para mim, foi a frase de Dean: “É, eu sei. Você não faria o mesmo por mim”. Dean disse isso naquele tom de ‘não tô nem aí, isso não me magoa mais’, mas é como se ele estivesse dizendo ‘eu ainda não esqueci o que disse e estou dizendo pra você foda-se, eu ainda faria’. Para mim ficou mais claro que nunca que Sam pode falar o que quiser, dizer o que quiser, sentir o que quiser, Dean ainda fará qualquer coisa por ele, mesmo que isso o machuque mais que qualquer coisa do mundo. Mesmo que a cada vez que ele mate um monstro para salvar Sam, ele saiba que está cometendo ‘um pecado imperdoável’ na visão de seu irmão, Dean ainda dará a sua vida por Sam, e foda-se o que Sam Winchester pensa ou acha. Porque Dean é assim e pronto. Goste ele ou não, faça Sam careta ou não, Dean é assim. E como eu já falei lá atrás: “Get over it”.

Mas Sam não está em condições de focar nisso naquele momento e alerta Dean sobre Jody em perigo. O modo protetor de Dean ativa e ele sai em busca de sua amiga, porque outra perda no processo ele não tem condições de aceitar, certo? Mas dessa vez não foi nossos meninos que salvaram o dia. Dessa vez foram outras pessoas. Uma ‘monstrinha em formação’ e uma humana. E aqui está outra bela lição do episódio. A capacidade de cada um de fazer escolhas. Escolhas essas que podem mudar para sempre a vida de outrem. Na verdade essa sempre foi uma constante em Supernatural. As escolhas feitas.

Annie/Alex escolhe acabar com tudo aquilo que um dia ela pensou ser família. Annie/Alex percebe que ela nunca foi amada, nunca foi dada o direito de ser quem ela é. Jody mostrou a ela, ao longo do episódio, que ela poderia ter outra escolha. E ela escolheu. Escolheu ser humana. Ter emoções. Cometer erros, acertos. Ter dores, alegrias, prazeres, decepções, frustrações. Ela escolheu sentir. E Jody foi lá e literalmente decepou quem tentou tirar isso de Annie/Alex. Jody a salvou e ao mesmo a protegeu ao pedir a garota que simplesmente não visse a fim de que não levasse culpa consigo.  Acho que vejo uma analogia vindo por aí, mas prefiro esperar para ver.

Chegamos ao fim do episódio e novamente vimos Sam tentando entender o que anda acontecendo com Dean. Tentando de alguma forma chegar no seu irmão. Tentando se manter na linha que ele mesmo criou de ‘vamos apenas caçar juntos e deixar de lado essa coisa de irmão’. Mas Sam a cada dia parece perceber que falar é uma coisa, fazer é outra completamente diferente. E é claro que Dean, orgulhoso e cabeça dura que é, não vai dar o braço a torcer tão fácil. Ele vai continuar nessa de ‘ok, estou fazendo apenas o meu trabalho. Foda-se o resto’. Só nos resta esperar onde isso vai dar. E confesso que estou esperando. Ansiosa.. Que venha a reta final da temporada, com spinoff e tudo!

 

Algumas considerações a mais…

– Não gostei do título do episódio “Alex Annie Alexis Ann”, mesmo que isso tenha sido uma referência ao filme “Martha Marcy May Marlene” e que no geral tenha alguma relação ao mote do episódio.

– O que era aquele cabelo da Mama Vampiro? Kkkk Me senti nos anos 80, quando se ‘frizava’ as madeixas…

– Dean com o seu “Look at me bitch” como sempre provocando em mim emoções perturbadoras.. kkkk

– Adorei que eles se lembraram que Dean já foi vampiro e que foi ‘curado’.

– Os efeitos especiais da série estão cada vez melhores.

– E para finalizar, quero Caim de volta! 🙂

Related posts

79 thoughts on “[Análise Hunter] 9×19 “Alex Annie Alexis Ann” por Polly

  1. Luciana

    Gosteimuito da analise Polly!! Sam está realmente preocupado com Den. Eu, particularmente nunca aachei que essa coisa de Sam não fazer o mesmo por Dean fosse para valer.. Por mais racional que uma pessoa seja.. na hora não é tão simples assim..

    1. Obrigada por ler e comentar… Pra ser sincera eu acho que é pra valer sim, ele pensa isso e quer muito fazer isso, mas entre querer e fazer vai um longo caminho. Pimenta nos olhos dos outros é refresco, certo?
      Novamente obrigada por ler e comentar.

  2. ze

    O REALIZADOR DO EPISODIO ESTA DE PARABENS

  3. Adriana

    Concordo com você, Polly. Em gênero, número, e grau.
    Episódio muito bom, com matança de vampiros. Adoro, embora eu prefira aqueles com fantasmas! Amo todo aquele suspense.
    Achei que a Mills, dessa vez ia pro saco. Ainda bem que ela sobreviveu a mais esse epi.
    Ah! Eu também adorei a menção de que Dean já foi um vampiro… Mas, e graças a quem? Hum?
    Desonestidade e arrogância de Sam, quando ele prefere lidar com Dean dessa maneira, tipo passando sermões ao invés de ser franco e direto, revelando suas preocupações, ser amigo do irmão e dizer que está ali para ajudá-lo, para que ele possa se abrir com ele. Ao contrário, ele prefere soltar pérolas: “‘Olhe pra mim, vadia’. Se você tiver outra fala engraçadinha, manda… Me pareceu que você gostou daquilo. Talvez demais” – E, na hora, eu respondi para ele: “E daí?” Foi quando Dean respondeu: “E?” – Adorei, mas ficou só no “E?”, e a continuação de Sam foi interrompida pela Xerife. Isso vai custar caro pra ele, eu tenho fé!
    Estranho final, incomum na série, terminar com o diálogo de outras pessoas que não o dos irmãos, conversando entre si sobre os problemas da atualidade.
    Também acho que não vamos ver, embora o Carver já tenha dito que sim, todos os arcos solucionados nessa temporada. Alguma coisa vai ficar para a próxima, talvez a marca de Caim, a relação Sam/Dean, ou Metraton, ou Abadon.
    Não vejo a hora, assim como a maioria dos fãs, de ver o Dean com a lâmina na mão, matando geral.

    1. Obrigada por ler e comentar. E sim, Sam tá vendo que talvez a tática que ele usou não foi a melhor. E Dean tá cada dia mais ligado no botão do “F**a-se”. Vamos ver no que isso vai dar.. Novamente, obrigada por ler e comentar. Abraços.

  4. Rafa

    Esse início da análise não faz o menor sentido. Dar uma respirada pra reta final? Tem uns 8 episódios que são essa respirada pra reta final. A hora agora seria sim de aprofundar na mitologia.
    Isso vai de encontra com outra coisa que disse. Não é impossível uma temporada de 23 episódios ser inteira focada na mitologia de uma série, principalmente quando a mitologia envolve tanta coisa como temos esse ano em SPN. Enumerando: Abbadon, Crowley, Castiel, Caim, Birra dos irmãos. São 5 plots com importância nessa temporada e o fato de termos FILLERS em metade da temporada mostra incompetência por parte dos roteiristas que não conseguem aproveitar o material que possuem em mãos.
    Eu disse em uma das análises passadas que seria exatamente isso que aconteceria nessa reta final. Esses episódios fillers intercalados em episódios que expandem a mitologia da série, que por sua vez não conseguem entrelaçar um plot no outro e acabam sendo sempre focados (ênfase em focados) em apenas um dos plots iriam resultar numa pressa pra juntar tudo nos 3 últimos episódios. E pelas sinopses liberadas é exatamente isso o que vai ocorrer o que é uma pena. E há ainda um agravante: Supernatural tem um histórico enorme de episódios fechados. Claro que há continuidade no episódio seguinte mas não é aquele típico “To Be Continued…”. São raras as exceções e geralmente – mas não exclusivamente – são nos finales. Então mesmo que os episódios finais se aprofundando a história principal ainda há grandes chances deles passarem uma sensação de serem dispersos. Tudo bem que isso é culpa da CW já que geralmente as séries do canal tem essa característica, mas se Arrow consegue se livrar disso, SPN que é a série com mais tempo de casa deveria ter autonomia pra conseguir também.
    No mais, não curti o restante da análise. Eu tenho problemas com visões unilaterais e é exatamente o que vem acontecendo aqui no islife. Toda análise é defendendo o episódio e dizendo coisas como “não foi um episódio fora de hora”, parece até que a série não tem defeitos, ou que esses defeitos acabam sendo minimizados por n motivos diferentes. Acho esse tipo de visão muito prejudicial a qualquer pessoa já que evidencia que o fanatismo se sobrepôs ao senso crítico. Não vejo mal algum em economizar retórica ao invés de tentar convencer o receptor da mensagem (princípio da comunicação) de que os defeitos são mínimos. Esse tipo de argumentação tentando explicar o motivo de tudo e que coisa x sempre tem importância é o que torna séries boas em medíocres. Se todo mundo aceita aquilo que é dado/mostrado ao invés de criticar quando é cabível a mesmice toma conta (TWD ta ai pra não me deixar mentir).
    Isoladamente esse episódio foi legal. Divertiu e entreteve. Mas ai você lembra dos episódios passados e que estamos em reta final e dentro desse contexto ele se torna mais um episódio fraco.
    E é isso. Vlw.

    1. Selene

      Concordo com vc Rafa, e o pior que qualquer é querer “dar uma de crítico quando não tem nada para criticar” que foi o que eu li em comentários da semana passada. Eu não acho que está tudo ruim, ou que a série deva acabar, mas há problemas e ser fã não quer dizer que temos que ignorá-los e não pedir por melhoras, não dá pra voltar sempre nos mesmos erros, ainda mais porque os roteiristas apresentaram nessa temporada mesmo episódios muito bons mas o nível foi caindo, eles podem fazer melhor que isso. E eles poderiam sim trabalhar mais com fillers envolvendo a trama principal mais diretamente, mas escolheram não fazer isso, pensem toda a desculpa para o episódio da Charlie foi um computador que rastreasse anjos,para os winchester saber como agir Com os novos habitantes da terra, mas depois isso é totalmente esquecido sem nenhuma menção, só para que eles possam continuar por ai com a desculpa ” não podemos fazer nada com relação a isso agora então vamos caçar”, depois montaram um anjo com poderes diferentes e fica a pergunta “que outros tipos de anjos caíram?” mais nenhum ao que parece. Ai vão acabar com abbadon em um episódio como se a promessa de um exército dela durante toda a temporada não fosse nada. Mas Carver conseguiu surpreender no fim da temporada passada, embora não soube fazer muito com isso depois, e por esse motivo ele ainda tem meu voto de confiança, ele pode fazer melhor.

      1. Rafa

        Exatamente. Esperança de que possa sair algo bom nesse final eu também tenho, mas isso é o lado fã falando, pq é mais plausível que a correria atrapalhe.
        O nível começou a cair a partir do momento em que a preguiça se instalou. Quando Bartolomeu aparece com todo aquele aparato tecnológico de busca a primeira coisa que imaginei foi falta de criatividade em explorar os poderes angelicais. Os anjos ficaram assim tão obsoletos que tecnologia humana é mais útil que a magia proveniente da graça angelical? E depois com sua morte, será que não havia nada mesmo a se fazer com o personagem a não ser matá-lo daquela maneira? Se não, pra que então criar todo um background pra ele se ele foi feito pra ser descartável?
        Com Caim, pra que aquela cena desnecessária do Dean se recusando a ouvir o aviso? Precisava disso pra criar algum pseudo-mistério pro restante da temporada sem saber-mos exatamente o que ocorre? Não seria melhor até mesmo pro desenvolvimento do Dean ele saber os efeitos colaterais e mesmo assim estar disposto a tal ato e esconder isso do irmão? É um “mistério” irrelevante que também parece pura preguiça de roteirista que não quis criar algo mais elaborado.
        Esse tipo de coisa são falhas evitáveis mas que acabam caindo na mediocridade pq sempre tem a galera que enxerga isso como “recurso narrativo” e cria um pressuposto que sirva de desculpa para aquilo mas que mais se assemelha a uma fanfic.

    2. Vou responder a vc Rafa, pq aprendi desde muito cedo a ser educada. Portanto, obrigada por ler e comentar. E td bem vc não curtir minha análise, eu amo de paixão a liberdade de expressão. O que me dá o direito de dizer que não curto NENHUM DE SEUS COMENTÁRIOS em qualquer post aqui no site.
      Entretanto, minha discussão com vc termina por aqui, pq né?
      Eu tenho problemas com visões unilaterais e é exatamente o que vem acontecendo aqui no islife. …. Acho esse tipo de visão muito prejudicial a qualquer pessoa já que evidencia que o fanatismo se sobrepôs ao senso crítico.
      Já que vc determinou que somos fanáticos, sem senso crítico e vc é o todo ‘engajado com senso crítico’, não consigo ver sentido algum em vc gastar essa sua percepção comigo ou com alguém aqui do site. Pq nunca vamos conseguir chegar no seu nível de crítica. Paciência.
      E sério, me pergunto pq vc se sacrifica tanto vindo aqui. Mas tenho que dar parabéns a sua persistência. E claro agradecer.
      Até nunca mais, fã PSTU, que é tão engajado nos problemas das coisas e coitado de nós, fãs de direita burgueses que não sabemos discernir nada.

      1. Rafa

        É rir pra não chorar. Eu venho aqui por ser um site de uma série que eu gosto (aliás, é o único site sobre uma única série que frequento).
        Eu também não tenho problema com vc não gostar de nada que eu comento, aliás, faz todo o sentido isso e é só olhar sua review pra ter ciência disso. Você não critica nada – só as críticas que o fandom faz – e parece que a série é sempre linda e perfeita e que nunca erra nem tem atuações fracas e etc, etc e etc. E é nesse ponto que eu digo que falta senso crítico. E não é por eu achar que existem falhas, é por vc(s) conduzirem review que gritam “A SÉRIE É LINDA E PERFEITA ENTÃO NÃO RECLAMEM AQUI”. Se esta tudo sempre muito bom, então falta senso crítico sim, pura lógica. Nenhuma série é perfeita, nem mesmo as que são sucesso de crítica. Então quando SEMPRE, sem exceções, dizem que o episódio foi brilhante, é sim fanatismo.
        O episódio foi redondinho, divertido, muito legal de acompanhar mas teve falhas, foi fora de hora e agregou pouquíssimo.
        No mais, não comento mais aqui. Se é pra ficar recebendo ataques só por ter visão diferente da perfeição que vcs enxergam, melhor me retirar. Se ainda fosse uma discussão descente, mas isso ai que fizeram não leva a lugar algum.

        1. Pois é, espero que vc acho outro lugar decente. Já que não sabe tb ouvir desacordos. Se vc acha que está tudo ruim, problema seu. Eu acho que tem coisas ruins, mas não no episódio QUE EU TIVE QUE FAZER A ANÁLISE.
          E desde quando eu virei crítica de alguma coisa? Oi? Tsc tsc tsc…. Vc nunca lê nada que eu penso mesmo.. Paciência…
          Já que vc decidiu, tchau.

          1. Rafa

            Na saideira, só pra não deixar passar batido a réplica feita a mim, faz assim. Releia e note que além de discordar da sua REVIEW (traduza como critica/análise) também critiquei o fato de todo o islife andar fazendo o mesmo endeusamento. Os únicos pontos passíveis de crítica em SPN nas análises tem sido o fandom (deve ta todo mundo errado).
            Agora se o pessoal daqui ao ver opinião discordante vem pra cima com 4 pedras na mão como fizeram (e se orgulham disso) e acham que rebater e se defender disso é imitar a atitude que tiveram, sinto muito.
            Como o Zac disse, se gosta de mediocridade, delicie-se.
            De todos os locais que leio reviews, aqui é o único que sempre enxerga um mar de rosas. Com fandom agindo assim não é estranho a série estar em declínio do jeito que esta.

          2. Tchau, já falei. E boa sorte nos outros locais que vc frequenta.
            Que a força esteja com vc! 🙂

        2. Edna

          Rafa, não deixe de escrever no site. Gosto muito do seu modo de pensar justamente por saber colocar o seu ponto de vista. Gosto muito do site e de todos que aqui escrevem. Mas acho que deveríamos ser mais maduros em colocar e receber opiniões. Vamos dar e receber respeito e quando se pede se deve dar o exemplo. Já vi aqui muita gente criticar a série e ser hostilizado e mandado embora. Acho triste e desnecessária essa atitude. Se vcs que criaram o site podem dar a nós essa oportunidade em falar sobre SPN deveriam aprender a ouvir, mesmo sendo sobre o que não concordam.

          1. Obrigada por ler e comentar… E me desculpe, mas quem foi mandado embora? Oi? Se vc ler direito, foi ele quem disse quem não comentaria mais aqui. Eu só disse que com ele eu não discutiria mais, mas em nenhum momento o ‘mandei embora’.
            E nós sabemos ouvir, desde que quem esteja falando saiba ser educado, e/ou saiba se expressar.
            E querida, eu convivo há tempos com o fandom de SPN para saber ouvir, para saber discordar, pq né? Não sou a mais popular das pessoas.
            Portanto, acho que essa de falta de maturidade e desrespeito não cola.
            Um grande abraço e obrigada pela participação.

  5. Rafa boa tarde.
    TEnho uma sugestão, passe tudo que vc escreveu em ingles e mande para o CArver…
    Pque ficar “discutindo” com a Polly não vai resolver o problema que vc e outras pessoas estâo vendo na serie….
    Ela teve essa visão do episódio… concordando ou não, nós meros mortais não temos como mudar o rumo da estoria… ou temos????
    Sei lá…
    Eu não vi o mesmo episódio que ela viu, mas vou dar o direto a ela de expressar como ela achar melhor… Até hj eu e ela discordamos sobre um episódio que adoro e que ela odeia… aliais mais do que um, mas nem por isso que a minha opinião é a certa e a dela é a errada, ou vice versa.
    Cada um de nos ve o episódio de maneiras diferentes… VC por exemplo esta assistindo uma serie que tbem assisto – Arrow – e eu não to vendo a mesma serie que vc, cujo o plot esta certinho, tudo bonitinho, nos trinques – eu tenho tres razões para continuar assistindo a Arrow – Oliver, Dingle e Felicia e só…. se a terceira continuar nesta toada, eles vão ficar sem essa fã … simples assim.. eu assisto e deixo de assistir sem fazer alarde…
    Eu acho que SPN ainda tem folego, mas isso sou eu, não estou tentando convencer a ninguem que a minha opinião é a certa, e pelo que conheço a Polly, nem ela… concorde ou discorde, ela não vai mudar de opinião por tua ou minha causa… e uma das razões pela qual eu a admiro tanto e tenho o privilegio de chama-la de amiga…
    Bom RAfa é isso… tenha um excelente final de semana… acho que o proximo epi, vc tbem vai ficar hiper disapontado, mais um filler né amigo.. o que eles estão pensando??? Inacreditavel…
    Mas bola pra frente..
    Fui…

    1. Maira

      Puxa só pq a opinião da pessoa não vai chegar no Carver quer dizer que não podemos colocar em discussão? Ele reclamou de ser unilateral, ai posta uma opinião diferente e é como se ele tentasse mudar a cabeça de todo mundo a pensar igual? Puxa acho que o que vc disse sobre a opinião da Polly e equivalentes também vale para as divergentes. Ora ninguém é obrigado a mudar de opinião, mas o que difere a forma forte e afirmativa que a Polly defende os fillers da forma que outros criticam? Ninguém tá xingando ou faltando ao respeito no comentário, mas cada um vai defender sua visão. Quem se conhece e é mais amigo talvez faça isso de forma diferente de pessoas que apenas estão debatendo o assunto.
      Beijos e bom fim de semana pra quem fica!
      Já concordei muito com a Polly, com suas análises, mas acho que também posso discordar de alguma coisa.

      1. Claro que vc pode e deve discordar Maira. O mundo seria uma chatice com um monte de gente pensando igual.
        No mais, seja sempre bem vinda no site. Bjocas.

    2. Rafa

      Engraçado que eu citei Arrow só pra citar um exemplo dentro da CW que tem episódios com finais ‘To Be Continued…” mas ta valendo.
      Eu discordo da visão dela e da maioria dos que escreveram as últimas análises e acho tão válido dizer isso quanto toda a galera que vem e diz que concorda e aplaude. Visões diferentes servem pra nos fazer tentar olhar por uma perspectiva diferente.
      E como eu falei, não foi um episódio ruim. Divertiu e entreteve. Só discordo de TODO o islife dessa mania que vcs desenvolveram de ficar tentando explicar coisas que foram mal feitas.
      Quando o fandom age assim a série não melhora e um exemplo claríssimo disso atualmente (talvez o maior deles) é TWD como citei.
      É só pegar as análises anteriores. Quase não existem críticas mas elas são sempre pontuadas por frases que dão desculpas a críticas feitas por outros. E ai quando alguém vem e critica a série aparece alguém com esse tipo de argumento de que “discutir n leva a nada” e “vai mandar pro Carver”. Se aplaude, ok, se critica “sai daqui”

    3. Clazinha de meu cuore, obrigada por ler e comentar… E sim, a gente discordou sobre o episódio, mas apenas pra vc eu disse uma coisa e eu sei que vc me entendeu.. kkkkkk
      No mais, deixa quieto… E qto a Arrow, vc tá coberta de razão. Não aguento mais aquela ilha e por mais que eu goste de Stephen, eu tô ficando cansada…

      Bjocas sua linda!

      1. VC tbem não curte aquela “bentida ilha”, pronto mais alguma coisa p nos conversamo… olha que legal…
        Tem horas que só rindo mesmo…
        Poly, eu puxando a faca… é muito engraçado isso… mas muito engraçado mesmo…
        Bjs lindinha….

  6. Seu Zac

    E qual o problema de Rafa discordar da análise? Resposta: nenhum. Polly, minha malvada favorita, sabe que não teria a menor graça se a platéia apenas batesse palmas. Sempre e bom ouvir vozes dissonantes até mesmo para se agarrar as próprias conviccoes. Eu mesmo concordo com Rafa, que tem feito críticas pertinentes e direcionadas a serie e não a pessoas. E e tudo sem acentuação mesmo. No mais, e Rafa para presidente. Zac

  7. euri

    Sou a primeira a defender a série e a temporada, mas não importa o que o Carver diga. Nao tem como finalizar todos os plots até o final da temporada. Eles podem até passar por cima de alguns ou fingir que resolveram outros. Por mim tudo bem, contanto que os irmãos se acertem. Não vou suportar esperar a próxima temporada pra ver eles de bem de novo. A trama dos anjos é a melhor pra mim e pode até segui pra décima, pq com essa história do metratom querer ser Deus, é bem capaz que ELE resolva fazer uma ponta. E na minha opinião ja tá mais do que na hora. Eu quero é q finalizem a história da marca de cain pq ela nao tem sentido nenhum pra mim. Todo mundo sabe que Sam e Dean podem chegar perto, mas nunca vao passsr para o lado negro da força. Então pra quê tanto drama?
    Pergunta _ Será que é só Cain que pode transferir a marca? Porque tenho uma séria suspeita que é bem capaz que ela termine a temporada no braço do nosso irmão caçula predileto.

    1. Obrigada por ler e comentar.. Eu entendo perfeitamente a angústia quanto aos plots, mas eu tb acho que devemos esperar e ver onde tudo vai dar certo?
      Será que teremos mesmo tudo terminado no 9×23? Acho melhor esperar..
      Quanto aos irmãos se acertarem, tb espero, mas tenho cá minhas dúvidas sobre se eles estarão 100% no 9×23. Mas como eu disse antes, vou esperar. Aprendi há muito tempo a não teorizar e nem esperar nada que eu crie na minha cabeça. Isso só traz frustrações. 🙂
      Quanto a seu desejo sobre a Marca de Caim, eu discordo. Pq eu quero que mantenham e explorem isso muito bem. Mesmo que nenhum deles vá pro lado negro, eu gosto de ver a atuação dos atores com o drama dos personagens no que se refere a isso. Sam já teve sua cota de lutas qto a isso, acho que nada mais justo que vejamos esse lado do Dean tb.
      Qto a sua pergunta, eu tenho minhas dúvidas. Mas vamos esperar pra ver.
      Novamente, obrigada por ler e comentar.

      1. cris

        tambem quero ver o plot da marca mais explorado. gosto bastante desse tipo de drama, e amo a atuação dos garotos.por conta desse drama é que fiquei sem respiração no 9×18

        1. Adriana

          Euzinha também.

  8. Rafael, filho de todos os deuses, tem gente que pensa diferente de você, meu amor.
    Há semanas vc tem vindo aqui, persistentemente, tentando nos convencer de que vc está certo , talvez querendo tomar o lugar do candidato a vice aqui em cima.
    A gente aprecia opiniões diferentes (falta de democracia seria não aprová-las, porque temos autonomia para isso, sabe?), cada um de nós oito pensa de um jeito em certos aspectos da série, mas 20 posts não vão me convencer de que SPN está essa bosta que vc considera.
    Eu me orgulho do meu senso crítico. Discordar de vc ta virando mais um motivo.
    Ta me parecendo que sua intenção é que a gente diga “Rafa, obrigado por nos fazer ver a luz. Tchau, galera, o blog vai ser ‘descontinuado’, é isso?
    Eu não peço licença para ter opinião própria e não posto minhas análises endereçadas a ninguém senão ao leitor anônimo. Se a minha visão de Supernatural te incomoda, discutamos. Mas aprenda a ouvir se eu te disser um “discordo” bem grande. O que no caso de SPN é bem possível, porque eu a considero, depois de quase 10 anos, um dos mais profundos produtos de mídia pop já realizados na história da TV americana.

    1. Hi 5 aqui migs!
      E olha que a gente discorda hein? kkkkkkkkk

      Acho que o pessoal pensa que nós todos pensamos da mesma maneira em tudo…

      Tsc, tsc, tsc…

      No mais, obrigada …. Bjossssssssss

    2. Rafa

      Eu queria ver era uma review menos fanática. Uma que visse a série de forma crítica e não com esse olhar de criança. Ta tudo sempre bom, tudo sempre lindo. Fandom reclama e lá vai a review reclamar do que o fandom reclama.
      Se eu venho a semanas e falo que não gostei é pq não gostei. Se pegar comentários meus até First Born vai ver que eu tava adorando a temporada, mas comentário a favor não destoam ai passam batido. Se ninguém vê a queda de qualidade de la pra cá, sinto muito. Acho até que quem gosta dessas falhas e não aceita que outros as critiquem merecem sim uma série ruim e capenga.
      Eu eu nunca vim aqui atacando ninguém. Até quando não concordo com a review, se eu gostei da maneira com que ela foi conduzida eu elogio. Só olhar meu comentário do episódio 9×18. Mas se meus comentários contra a maneira que a série vem sendo conduzida nessa segunda metade da temporada incomodam, faço questão de não comentar mais.

  9. J.Dionatan

    Meu ponto de vista vai coincidir como o que o Rafa falou aí em cima. E de forma muito educada, sincera e com embasamentos. Com certeza um opinião divergente apenas tem a contribuir para nós que somos fãs de fato. Sempre curti muito as análises da Polly que desenvolve um ótimo trabalho ao longo de anos aqui no SPNISLIFE. E desta eu simplesmente discordo em vários pontos.
    Achei desnecessário a Clarice sair com a lámina de Caim em cima do Rafa apenas pelo seu ponto de vista ser diferente. E de todos os problemas do episódio em relação ao momento (o episódio enquanto pacote fechado cumpriu seu propósito) vou fazer coro ao Rafa ao maior deles. Faltam poucos episódios e muito assunto para ser tudo enlatado em poucos episódios. Quem se lembra de como foi o episódio duplo envolvendo o Sam e a cidade fantasma? Episódios assim fazem muita falta e poderia ser desenvolvido algo parecido. Nas última temporadas tudo se resolve no último episódio ???!!!! E voltando a análise do episódio vampiresco, por coincidência estou revendo a sexta temporada e domingo tinha assistido ao episódio aonde o Sam-Sem-Alma deixa o Dean ser transformado apenas para ele entrar no ninho do Vampiro Alfa!! Então este episódio de agora teve um gostinho de sangue particular rsrs. Abraços a todos.

    1. Obrigada por ler e comentar J. Dionatan.. E está tudo bem mesmo vc discordar comigo.

      Mas vem cá. O problema então é o timing certo? A hora errada pra vc? Entendo a sua reclamação. De verdade e pode até fazer sentido.

      Mas depois de 9 temporadas, não é surpresa nenhuma ter um episódio menos ‘forte’ na reta final da temporada.

      Semana passada tivemos um episódio lindíssimo focado no arco mítico. Não é comum na série ter 6 episódios seguidos de mitologia. Não é mesmo. Então qdo eu falo que não foi surpresa e nem ruim pra mim o episódio dessa semana. Juro.

      Mas eu entendo sua frustração. Eu me senti desse mesmo jeito com Tall Tales na segunda temporada. Depois de BUABS, um puta episódio, me vem a produção com a babaquice de Tall Tales.

      Então fica sussa, que discordar é preciso. E muito saudável.

      Abraços e obrigada de novo.

      1. Rafa

        Acho que se eu responder o J.Dionatan vai concordar comigo. O problema é a quantidade de assunto por resolver. Não faria diferença se o filler estivesse no episódio 21, por exemplo, como já aconteceu em temporadas passadas se não houvesse tanta coisa a ser explorada. Mas com tanta coisa, um filler irrelevante e que quase nada agrega destoa e faz com que seja uma coisa péssima. Ai soma-se isso ao fato de estarmos diante de uma série de 7 ou 8 episódios seguidos que andam em círculos. Teremos 3 episódios corridos e entupidos de informação no final da série e esse tipo de coisa só faz a qualidade despencar.

  10. Eu puxei a lamina de Caim…
    FAz me rir…
    Querido J. Dionatan, não falei nem metade do que tava pensando…
    Mas vamos deixar isso de lado… Ponto final..
    Não concordo com a opinião de vcs… mas respeito…
    Vcs não concordam com a minha…
    E tudo bem, isso não vai mudar o meu amor pela serie, e acredito que nem o de vcs… então…

    E ficamos assim…
    Bom final de semana a todos… os que concordam e os que não concordam…
    Fui

  11. eu

    A xerife tava de cosplay do sam?
    acho que um spin off legal seria sobre ela

    1. Tb acho! Obrigada por ler e comentar..
      Abraços

  12. Adriana

    Olha, gente, sei não. Mas, analisando bem as sinopses do 21 e do 22, acho que Dean mata Abadon no 21.

    1. Será? Bora esperar pra ver…
      Obrigada por comentar..

  13. Selene

    Acho uma pena o que aconteceu nos comentários ali em cima… O trabalho de vocês do site sempre é muito bom, e é muito legal que arrangem tempo para responder as pessoas e manter o site atualizado. Mas dessa vez achei o modo e não o desacordo das respostas muito intolerante, é só a minha opinião e não tô dizendo q vcs devam mudar isso, afinal é como vcs são. Anos defendendo a série dos que diziam “deveria ter acabado na quinta” mas agora pareceu que isso se tornou atirar para todos os lados, para as críticas que não tenham uma concordância com uma de vocês. Bem, me pareceu aquela mensagem “is life ame o ou deixe o”.
    Sobre o episódio em si, ele foi melhor que outros fillers dessa metade da temporada, engraçado talvez o cansaço venha de nenhum da segunda fase ter sido aquele famoso alivio que só SPN consegue proporcionar, todos os episódios dessa fase investiram no lado dramático de todos os seus personagens, até aqueles que sempre for úteis por trazerem alivio cômico. Mas de qualquer forma o problema que vejo é o de quase todas as temporadas: vão resolver um problema que durou a temporada inteira fácil e rapidamente, e ainda são muitos problemas… Spn tem esse formato há 9, com raras exceções, e isso começou quando o “arco” principal não era algo tão impactante como vem sendo desde a quarta temporada. Spn ousou com a queda dos anjos, surpreendeu, mas não teve a mesma ousadia para adaptar o seu formato a um ” arco” que deveria mudar toda a realidade dos caçadores, pouco mostrou isso. Eu ainda tenho esperanças no Carver, ele já fez coisas muito boas pela série, então a partir de agora eu só comentarei (não que isso seja relevante para alguém além de mim) depois da season finale para ver se ele mais uma vez conseguiu fazer o que prometeu.

    1. Eu tb acho uma pena, de verdade. Não há problema nenhum em debates, discussões e pontos de vistas diferentes. Aliás, eu gosto muito disso. Gosto de ‘debater’, de ver e ler outros pontos de vista. O que não suporto é gente que acha que pode chegar aqui, num site feito por fã (que não tem obrigação nenhuma de ser imparcial) e se achar no direito de sair dizendo que ‘não temos senso crítico por termos uma visão fanática’ apenas pq essa pessoa está vendo algo diferente do que eu vejo.
      Pois bem, essa análise foi MINHA, foi da Polly e não do Is Life. Só pra vc saber, as análises são distribuídas ainda durante o começo das filmagens, quando não se tem informações nenhuma sobre os episódios. Ninguém ‘escolhe’. E realmente, eu não tenho culpa se EU gostei de um episódio, e OUTRA pessoa não gostou. E essa pessoa acha que pq eu GOSTEI eu não tenho senso crítico e SOU FANÁTICA. Oi?
      O que precisa ficar claro é que o Is Life é feito por 8 pessoas que pensam de forma diferente, e vc acredite ou não, dessas 8 pessoas apenas eu, e acho que o Guilherme, não tivemos problemas com o episódio. Os demais levantou um ou outro ponto para reclamar. Então, Selene, vc há de convir que não é nada legal receber ‘bala’ de todo lado e ficar quieta.. Existem outras pessoas além do dito (ou dita, não sei) que não concordaram com o que escrevi e nem por isso saiu ofendendo. Pq sério, talvez outro membro do site teria ignorado, mas eu não consigo. Meu temperamento não permite que eu leia e deixe pra lá. Isso é certo? É errado? Não sei, só sei que sou assim. Falou o que quer, vai ouvir o que não quer. Quem sabe algum dia aprendo a fechar minha boca? Quem sabe.
      Portanto se de vc se sentiu ofendida por mim, eu peço desculpas. Eu nunca tive a intenção.
      Sobre o que vc disse sobre o episódio, eu tb achei um bom episódio (como vc pode ver na análise hahahaha) e eu entendo perfeitamente o que vcs dizem sobre resolver tudo em poucos episódios. Mas se vcs tem problemas com isso, eu não tenho. Desde que fique bem resolvido, eu não importo, de verdade, que isso seja feito em 2, 3, 5, ou 10 episódios. Acho que é pq não tenho muita paciência com detalhes, com coisas pequenas. Eu gosto de ir direto ao ponto e se coisas pequenas forem deixadas para trás, por mim td bem. Mas entendo e respeito quem pensa diferente.
      E vc tb está certa qto ao formato de SPN. O que eu não entendo é pq as pessoas não conseguem aceitar isso depois de 9 temporadas. Vc não acha que cansa ser repetitivo e ficar reclamando sobre algo que já ficou claro que não vai mudar? Eu penso que seria menos cansativo ficar ouvindo reclamações sobre algo que vc não tem controle algum. Talvez eu esteja sendo preguiçosa? kkkkkk
      E a decisão de só comentar depois da finale é sua, e eu não posso me meter nela. Mas espero que vc volte e nos deixe saber o que pensa. Eu e os demais membros do site, adoramos debates e discussões inteligentes, educadas e embasada de argumentos.
      E é claro que vc pode criticar, pode discordar de qualquer coisa que eu escreva. Eu só quero saber porque vc discorda. Simples. E só pra te contar uma coisa sobre isso de gostar de episódios e outros não. Muita gente no fandom, ama de paixão It’s a Terrible Life (aquele episódio onde Dean é um mauricinho, lá na quarta temporada), e eu simplesmente DETESTO. Então, não curto quando dizem que eu só vejo flores na série, sem nem ao menos ter trocado uma palavra comigo. Eu tenho problemas com vários episódios da 8ª e 9ª temporada, mas eles não vieram para eu fazer análise. O que veio pra mim, foi um episódio que eu curti. Só isso.
      Um grande abraço e obrigada.

  14. bia

    adoro ler as análises de todos aqui e ainda mais adoro ler os comentários!!! acho q todos concordam que amamos SPN só isso. ansiosa pra décima temporada bjs

    1. Obrigada por ler e comentar.. Acho que muitos estão tb ansiosos.. Abraços.

  15. joao lopes

    Bem, eu sou do tipo que acompanha da arquibancada, mas nao desta vez, pra começar, eu concordo com quase tudo que o rafa disse. no primeiro comentário, como também quase tudo que a polly havia comentado, enquanto. ao episódio eu achei regular, é isso gente.. opinião é opinião. Cada um tem a maneira diferente de pensar.

    1. Exatamente. Cada um tem, e é por isso que é muito bom conversar, sem fazer pré-julgamentos. Se vc não gostou é um direito seu, assim como é meu ter gostado. Agora a pessoa vir aqui e dizer que não tenho senso crítico e sou fanática pq eu gostei de algo que ele/ela julga fraco e não gostou, é o cúmulo da arrogância.
      Mas de toda forma, obrigada por ler e comentar.
      Abraços.

  16. Seu Zac

    Em todos os sites, nacionais,internacionais e galacteanos, as críticas, de modo geral, são as mesmas: mais um conflito sem sentido, muitas histórias levantadas, mal contadas, não contadas, descartadas; rítimo lento da narrativa; filler bocejante. Ninguém foi considerado menos fã por mostrar os defeitos da temporada, tampouco foi convidado a sair (hahahahaha). Pensamento único e a vontade de calar vozes discordantes nunca acabaram bem (em nenhum aspecto da vida). E se vc expõe uma opinião para um público de 1, 5, 15 ou um milhão de pessoas, e provável que vc tenha 1,5,15, um milhão de opiniões diferentes. E se não há espaço para a divergência e melhor fazer como o kiko: cale-se,cale-se (hahahaha). Ou falar para as comadres, que dirão amemmmmmm. Observo que todos ainda confiam no Carver, afinal, queremos todos o melhor da série. Mas observo também que o endeusamento da era carver continua apenas entre os odiadores de Sera. Se as críticas feitas nesse site não chegam ao carver, as de outros sites chegam, tanto e assim que o 9.18 foi meio que uma cutucada nos reclamoes (hahahaha). Eu até me empolguei no início dessa temporada. Mas depois……..se vc gosta de ver o Dean sendo retratado como imaturo emocional, cheio de carência afetiva mal resolvida, delicie-se; se vc gosta de ver um Dean rancoroso, delicie-se; se vc acha que e suficiente o arco mitológico do Dean ser ele se olhar no espelho e olhar para o braço, delicie-se; se vc gosta de odiar o Sam, delicie-se; se numa temporada de 23 episódios vc conta nos dedos de UMA mão (e ainda sobram dedos) os episódios realmente empolgantes, delicie-se…..porque a temporada está perfeita(hahahaha).. E certo que nem sempre a maioria tem razão. Mas, no caso específico, não e razoável que tantos estejam errados. Ou será que estão????? Pelo menos, sabemos que o episódio final será bombástico, ainda que vc tenha dormido os outros 22 (hahahahaha). .Zac, aí que saudade de Amélia, aquela e que era mulher

  17. Haryella

    Bom primeiramente, Polly lhe peço desculpas, pq desta vez eu não li a sua análise, pois certamente não concordaria com nada e não gostaria de entrar novamente em outra discussão com vc, como foi da última vez, espero, humildemente, q não se sinta ofendida!!!
    Mas vou fazer um comentário aqui pois li os comentários do pessoal, e é claro q concordo com o Rafa, ele realmente pensa da mesma forma q eu, a diferença é q ele sabe se expressar melhor!!
    Tbm acho q a qualidade caiu muito da metade da temporada pra cá, aliás, desde q Carver assumiu, na temporada passada começou mal depois melhorou dessa vez é o contrário, mas vamos ver no q vai dar até o final, e infelizmente, tbm acho q vai ser aquela correria onde coisas importantes se resolvem rapidamente, outras ficam sem explicação e outras se complicam cada vez mais!!!
    Espero q pelo menos acabem de uma vez por todas com esse arco dos anjos, pq pra mim já não têm mais nada a ver com a série, qnd eles aparecem vira praticamente duas séries distintas, além desses anjos terem perdido totalmente a graça (literalmente) e digo TODOS, sem exceção!!! Afinal, Bartolomeu apareceu pra quê??? Castiel serve pra quê??? Os únicos q se salvam são Gadreel e Metatron, mas tbm quero q se vão nessa temporada!!!
    E por favor, Sam e Dean têm q se acertar de uma vez, não dá mais pra aguentar toda aquela birrinha entre eles!!!
    Espero q valorizem mais o Sam, o q ele têm nessa temporada? Só serviu pra ser pego, e Dean está cada vez mais dramático, cadê aqueles caçadores fortes e espertos q todos temiam? Agora são pegos por qualquer demônio de quitnta!!!!
    Carver deveria valorizar mais seus dois personagens principais e dar menos destaque para o resto, têm episódios q Sam e Dean mal aparecem, isso é triste!!!
    Chega de anjos e essas guerrinhas estúpidas entre eles, torço q a próxima temporada volte a ser Sam e Dean contra o mundo, caçando e salvando pessoas, agora eles matam até os pobres coitados q são possuídos, esqueceram do lema da família???
    Ah e antes q eu me esqueça, não poderia terminar meu comentário sem dizer isso: Fora Castiel, já durou tempo demais!!!!

    1. Está tudo bem comentar onde vc quiser, mas posso te fazer uma pergunta? Se vc não leu minha análise (o qual é o assunto do post) pq comentar?
      Só pra continuar dizendo que vc não concorda comigo sem nem ao menos saber o que eu disse? Assim fica difícil.. Sério…
      Anyway, sinta-se a vontade para continuar frequentando o site… Até mais..

      1. Haryella

        Polly, sei q o post é sobre a sua análise, mas achei q não tivesse problema ler os outros comentários (dos quais alguns eu gostei muito e concordei) e postar a minha opinião aqui, meu comentário foi justamente sobre o q os outros disseram sobre a “série” e não pelo o q lhe foi dito diretamente, não foi minha intenção fazer isso só pra discordar de vc, até pq eu nem quis ler sua análise justamente pra evitar isso, disse q certamente não concordaria com nada pq fui por todas as outras vezes em q eu as li e vi q minhas opiniões sempre são contrárias as suas, principalmente qnd se trata do Sam, pode ser q desta vez eu estivesse errada, mas preferi não arriscar e acabar gerando aquelas discussões intermináveis, creio q não te ofendi, mas se o fiz, mais uma vez lhe peço desculpas!!!

        Tá ficando meio difícil comentar aqui, é um site q eu gosto e acompanho há tempos, mas vcs poderiam ser mais flexíveis e tentar compreender e aceitar melhor algumas opiniões, sério, vcs dizem q todo mundo é livre pra se expressar e comentar mas se alguém discorda do q alguns de vcs pensam é como se ofendessem à todos, e eu não sou a única q percebeu isso. Ps:foi só uma observação, não se ofendam, por favor!!!!

        1. Não, não tem problema nenhum. Eu só estava curiosa, apenas isso.
          Mas sinceramente, a impressão que dá é que vc lê algo que te convém e opina, sem ao menos ler um outro lado. Mas td bem é um direito seu, e eu realmente só fiquei curiosa, pq não é o tipo de coisa que eu faria. Mas essa sou eu, e claro que vc é vc. Sem dramas, nem nada.
          Pq tá difícil? Olha, eu agora vou falar uma coisa, e não me leve a mal e nem entenda errado, mas vcs estão melindrados demais. Não se pode discordar de nada que vcs falam que vem o ‘só a opinião de vcs é que vale’.
          Gente, eu falar que não concordo com o que vc (ou qualquer outro frequentador) diz, pensa ou sente não significa que quero que parem de comentar! Credo, isso (todo mundo falando amém) seria muito chato. Mas entendam, que nem todo mundo pensa igual e vai haver discordâncias sim. E no meu caso, mais enfáticas, pq eu sou assim. Sou passional aos extremos.
          E eu não me importo de discordar. Eu só não gosto de ofensas do tipo (não estou dizendo que vc fez ou faz isso, isso é generalizando): vc é fanática e não tem senso crítico, vc é fanática que só enxerga um lado da série, vc é burra pq não sabe criticar a série, vc é criança pq não enxerga que a série está piorando, vc é intolerante pq vc só defende o Dean (me responde qual o problema de eu puxar sardinha pro lado do meu personagem favorito?) … Caramba, eu tenho o direito de gostar de SPN do jeito que está… Ou não… Eu critiquei até ficar rouca a sexta e sétima temporadas, rasguei o verbo em muitos episódios na oitava, e só pq eu estou achando o Sam um insuportável, de repente, virei a intolerante e a burra do planeta? Sério isso? Só pq eu gostei de um episódio que um fã PSTU não gostou (ou discordou do meu ponto de vista), eu estou errada em permanecer defendendo meu ponto de vista, qdo foi ele quem veio e me chamou de, digamos, ‘limitada’? Qual é!
          Vc mesmo Haryella, não gosta de Castiel e quer vê-lo fora da série. Eu alguma vez já te ofendi ou chamei de ‘burra’ por achar isso? Já te impedi de postar sua opinião sobre isso no site, por mais que eu discorde dela?
          Então gente, dois pesos e duas medidas é meio demais, né?
          Olhemos o macro e não o micro.
          Abraços.

  18. Rodrigo

    😮 Ainda bem que há bastante tempo só me interesso mesmo pelo relacionamento dos irmãos. Se o que vem sendo feito quanto a isso, principalmente pelo modo como usam Sam, já me deixa bastante indignado, e engasgado com inúmeras “qualificadoras” ao trabalho de Carver e equipe, imagino a agonia que seria se ainda me importasse com o que vem sendo feito com os demais “plots”.
    Discute-se, decepciona-se, criam-se contendas entre os fãs, mas todos sabemos que, independentemente da qualidade ter caído, pra emissora e pra toda a equipe, inclusive atores, o que importa é a grana, e o investimento em Supernatural tem retorno garantido.
    A ÚNICA coisa que espero é que RESPEITEM a história de SAM e DEAN, que não a destruam, ainda mais de forma tão imbecil. Se isso persistir, com muita pena, terei de engrossar o coro dos que dizem que deveria ter acabado na quinta temporada.
    Sobre a análise, Polly, independentemente da forma como você compreende as reações de Sam, confesso que fiquei tocado com sua avaliação da situação em que se encontra o relacionamento dos irmãos.

    1. Obrigada por ler e comentar Rodrigo. E assim como vc, desde o início eu SÓ me interesso pelo relacionamento dos irmãos na série. O resto pra mim é bônus. Tô nem aí se anjo cai, sobe, briga, demônio quer eleição, bla bla bla. Isso apenas complementa algo fundamental para mim: Dean e Sam e como eles se comportam diante de tudo isso. Então toca aqui, estamos no mesmo barco nessa!
      E bem como vc disse, o que importa é o retorno que Supernatural dá à emissora, e isso só é possível pq Dean e Sam segura o seriado. Não é anjo, demônio, vampiro, lobisomem, e o diabo quatro.
      E exatamente como vc, é a única coisa que eu tb desejo que permaneça até o final, é o foco entre os irmãos. E pra ser sincera, eu acho que os produtores não são loucos de dar tiro no pé, de detonar com a melhor coisa que eles tem, que são os irmãos.
      E sobre o que vc me disse sobre minha análise, muito obrigada. Fico contente que vc tenha visto que não desprezo os sentimentos de Sam e muito menos sou cega qto ao que está acontecendo. Eu só não concordo com certas atitudes do Winchester mais novo, mas isso não faz de mim uma hater dele.
      Novamente, muito obrigada por ler e comentar. Abraços.

  19. Anderson

    Olá a todos,sou leitor do site a muito tempo e pouco comento,gosto muito das análises da POLLY.Não posso dizer que o episódio foi ruim,na verdade gostei muito,a única coisa que venho ponderar é que realmente apesar de muito bom ele ficou meio que fora de contexto para o desenrolar da trama,ainda mais sendo o 19º de 23,na minha humilde opinião acho que nesta altura a trama deveria estar acelerando,nos fazendo ficar fixados na tela,contando os dias para o próximo episódio,mas apesar de ter sido muito bom,este episódio acabou meio que morno para o contexto geral da temporada.
    Um forte abraço a todos e parabéns ao ao site.

    1. Obrigada por ler e comentar… Eu entendo quem acha que ficou fora de contexto, mas é que como eu ando vendo a série por um outro ângulo, eu não me importo com o timing.
      De toda forma, obrigada pelo seu tempo em comentar. Abraços

  20. Lule

    Finalmente consegui me atualizar com os episódios e corri aqui pra ver a análise.
    A sua análise foi uma muito boa. Sensatez seria a palavra que eu a descreveria. Me pareceu que você foi muito cuidadosa e até zelosa ao passar sua opinião sobre o episódio e situação dos irmãos e me peguei admirada pois todos sabemos de sua preferência pelo Dean mas você mostrou que não é uma questão de preferência por personagem e sim de amar Supernatural.
    Também esperava a confidencia do Sam com a xerife, Amo o relacionamento deles. Muito feliz por ela voltar à série.
    Não consigo não gostar de algum episódio de SPN a única coisa que aborreceu até aqui foi só a frase sem sentido que novamente sobrou pro Sam dizer:”Eu não faria o mesmo por você” isso reascendeu em mim a emoção do começo da 8ª temporada que pelo menos ele não sabia se o irmão estava vivo fiquei meio que em choque. Não foi possível comentar no dia mas pensei: de novo vai sobrar pra ele ser o garoto mimado e cheio de mimimis mas meu aborrecimento passou pois tudo que eu consegui ver após o impacto da frase foi que isso não era verdade. Era como se o Sam estivesse submetendo o Deam a um tratamento de choque pra ver se ele se protege das consequências de suas decisões.
    Desde o primeiro momento pra mim SPN é prazer. Apesar de não ter lido os comentários percebi que houve algumas discordâncias de opiniões.
    Desculpem-me por minha ingenuidade mas eu espero que o prazer de assistir SPN volte pra vocês, não porque prevaleceu opinião X ou Y, mas pela amor reencontrado, pois pra mim Supernatural é uma obra de arte onde o foco principal é a relação dos irmãos. Demais coisas como arco principal, personagens secundários, filler e monstros são só adornos que estão na moldura.
    Beijão Polly.

    1. cris

      lule, nem te conheço, mas querida(o?) disse tudinho que eu penso. spn é sam e dean. o resto é só moldura mesmo. já pessou na chatice de 23 episodios de pura adrenalina, sem nenhuma emoção? ou o contrario? eles são 2 garotos que precisam de colo e às vezes, broncas e até sopapos. enfim, são humanos e agem como tal, inconstantes e imprevisiveis. por isso são tão amados. é o que eu acho e sinto

      1. Lule

        Oi Cris. é (a). Pra mim é como você: colo, broncas e até sopapos(mas de mim será sempre com muito carinho).
        Beijos

        1. Lule

          “pra mim é como você disse:…”

        2. cris

          rsrsrsrsrrs. carinho, sempre, claro!

    2. Adriana

      É isso mesmo. Os irmãos são o que importa, e ponto.

    3. Obrigada por ler e comentar… E sim, vc tem razão, eu fui cuidadosa, fui respeitosa com a série que eu amo por 9 anos. Amo e não tenho um pingo de vergonha de dizer isso. E eu espero que um dia as pessoas entendam que eu não odeio Sam, eu apenas não concordo com as atitudes dele. Só isso.
      E qto a Sam e a Xerife, quem sabe um dia eles chegam lá? Eu gosto dessa interação dos dois. Gosto mesmo…
      Um abração a vc Lule.

  21. Seu Zac

    Rodrigo,meu veio, tamos juntos. Eu já falei tanto sobre eserê conflito. E desanimador. E cansativo de assistir. Eu até evito falar sobre tudo e sobre todos pq isso cansa a minha imagem (jahahaha). Eu sei, e chato, só reclamar, só apontar defeitos, ser estraga prazeres. Mas mais chato ainda e assistir as atrocidades cometidas por Carver e seus blue caps.Há duas temporadas assistimos a dois estranhos que apenas se suportam. Há duas temporadas não assistimos episódio de cumplicidade, de camaradagem entre os irmãos. Toda a 8 temporada questionou-se por que Sam não procurou por Dean: quando nos minutos finais veio um arremedo de resposta, a questão não foi aprofundada. Ao contrário, criou-se um novo conflito. Isso tudo pode vir a valer a pena???? Para minha visão da série NÃO. A viagem está sendo angustiante, frustrante e todos os antes do dicionário. A escrita para o Sam e tão tosca que dispensa maiores comentários. O personagem não fala, não pensa, não sente. Quando lhe destinam alguma fala, a mesma e propositadamente retirada, como reconheceu o próprio autor do episódio. Mas eu também acho a escrita para o Dean terrível. Enquanto e preciso ginástica mental para entender o Sam, os escritores não deixam espaço para pensar o Dean. Tudo e didaticamente mostrado, passo a passo, com atos, palavras e clones. Não há espaço para a dúvida. Não há mistério no personagem. Essa falta de equilíbrio e uma droga pq fora de um contexto da história, diferentemente do que foi nas temporadas passadas. Eu simplesmente não entendo a carência de amor do pai do Dean ( perdoe-me a falta de inteligência), a essa altura do campeonato. Quando ele mata e morre pelo Sam e um ato de amor, e o ato de John foi o que??! A vitimizacao do Dean ( ninguém me ama, ninguém me quer, ninguém me chama de meu amor, buaaaaaaa) e um PECADO com o personagem. Pelo amor de Deus, pelas barbas de Merlim e Chuch dêem-nos uma overdose dose de Sam e Dean adultos, corajosos e fortes, e não esse casamento em que o casal não se suporta mais. Eu, do fundo do meu coração, apesar de incrédulo, espero estar errado, espero poder dizer: Zac quebrou a cara(hahahahaha)

  22. LIAH OLIVER

    a maioria dos hunters culpa o Sam pelo processo de transformação do Dean.porem o Sam passou por tanta dificuldade,que eu não o culpo por querer ter morrido no inicio da temporada,eu acho que Castiel deveria estar mais presente pois ele é o único que supre a “ausência” do Sam na vida do Dean.

    PS:TAMBÉM GOSTEI MUITO DO EPSODIO!

    1. Obrigada por ler e comentar.. Mas tenho que discordar de vc nessa de Castiel.. Acho que ninguém, mas ninguém mesmo supre a falta de Sam, seja na série ou na vida do Dean..
      Abraços.

  23. doug

    Acho que isso foi um recorde de reclamações no site! Imagina no final de temporada que na minha visão, não acho que será tão corrido como foi em sacrifice!

    Obs: Bela análise polly, e to ctg tbm, nunca vou perdoar Sera Gamble!!

    1. Obrigada por ler e comentar… Não se preocupe sobre reclamações…. Qdo não é uma coisa, é outra kkkkkk

      Abraços..

  24. Maira

    Olá Polly, depois de tantos comentários espero que tenha espaço pra mais um… Kkk
    Eu cheguei a comentar lá em cima, mas foi meio que sobre a outra discussão porque me assustou um pouco o rumo dos comentários, e a agora que voltei a coisa andou que foi uma beleza…
    Eu gosto muito do site, e nada contra vc ou os outros membros do is life, então considere o que vou falar com todo respeito.
    Primeiro não há nada de errado sobre a sua análise, vc escolheu um ângulo e o defendeu, o analisou e refletiu sobre ele, deu sua interpretação. Gostei da parte da fala do Dean do “vc não faria…” vc fez uma leitura legal. Também traçou paralelos para que a história a parte se ligasse aos personagens que conhecemos. Sua posição de não lidar com o episódio como filler da importancia a ele mesmo em sua simplicidade e não o desmerece. Essa foi a abordagem transmitida a mim pela a leitura. Não sei se era isso mas o leitor tbm confere novo significado ao que lê, se isso não acontecesse a conversa realmente seria unilateral.
    Mas Polly, me desculpe mas vou voltar ao assunto desgastante dos comentários. Como você mesmo disse vc escolheu um ângulo, e se a série o atende vc fica satisfeita. Outras pessoas escolheram outro ângulo que não foi contemplado pelo episódio e consequentemente pela sua análise. Acho que nem foi tanto um problema de discordar de opiniões, mas assim de não falar a mesma língua. A pessoa, o rafa que eu tbm não conheço se queixou de problemas mais gerais da série, ele procurou o que lhe agradava e não encontrou, e trouxe outra visão com a qual alguns, me incluindo, concordaram. Para alguns mesmo a série sendo os irmãos ela é grande demais, tem muitas possibilidades para ser exploradas, para apenas se resumir a isso. Os irmãos são o primordial, essencial, sem eles sem série, mas até por uma questão de qualidade do produto a produção de SPN não podem navegar na mesmice tem que explorar, tem que manter a série sempre melhorando, ou acabariamos na sétima temporada, com os dois mas com uma historia fraca, sem vilões e demais personagens sendo trabalhados. Esse é apenas outro ângulo, nem mais certo nem mais errado, mas os que acreditam nele vão defende-lo Tanto quanto o que vc acredita. Então a queixa é que não houve “senso crítico” nessa resenha, e por coincidência em outras de pessoas que tbm gostaram de outros episódios. Bem, se vc não se interessa pela outra perspectiva de analise certamente vc não a analisou, então não houve a crítica do ponto de vista que o cara falou, ele foi lá e a fez e deixou essa observação. O senso crítico dele não se refere a vc não ser critica na sua vida, ou não reclamar, acho que ele não te conhece pra isso, mas de não haver a critica daquele ponto que o interessava. E de fato não há. Sobre ser fanática, certamente para vc foi ofensivo, mas é uma visão, uma visão e vc tem direto de contestá-lá e corrigi-la. Só que as respostas buscaram igualmente ofender ao invés de se entender, equilibrar, então ao meu ver tbm se perde a razão, e acabam os dois no mesmo nível. Afinal os argumentos foram os mesmo “não aceitam que discordem” ” ouve o que não quer” vale para os dois lados. Pior ainda, falar porque a pessoa continua vindo discordar, ou que a opinião é perda de tempo pq não vai mudar nada… Sabe, como vi em um comentário acima se vcs abrem um espaço para nos ouvir deveriam estar dispostos mesmo que seja perda de tempo, somos fãs amamos dar voltas e voltas sobre a nossa série preferida, falar o que desagrada o que agrada mesmo que não mude nada, vc mesmo voltou a falar que não perdoa a morte do Bobby mesmo que reclamar disso agora não mude nada, mesmo assim você quis falar e falou, e Sera Gamble nunca vai se importar. Só é diferente porque o mesmo peso não é dado por vc ao que outra pessoa pensa.
    Vou parar por aqui pq tô pelo celular e já vou começar a me perder…
    Sempre livre para comentar, sempre livre para escolher! Time do livre arbítrio aí vou eu o/ kkk
    Beijos Polly e a quem do is life estiver por ai 😉

    1. Olá Maira, sempre tem espaço para comentar, não se preocupe qto a isso. 🙂
      Qto ao assunto dos comentários, vamos lá (e me desculpe tb, mas quando não é uma coisa é outra que as pessoas arrumam para polemizar nas análises que eu faço. Mas td bem, eu entrei na chuva, o negócio é se molhar)… Novamente, o tal (ou a tal, não sei. Vou ficar no masculino) Rafa foi ofensivo sim. E se vc ler os comentários dele (ou dela) em momento algum (desde que ele começou isso) ele quis dizer o que vc está dizendo. Ele poderia muito bem ter se explicado (eu já estou calejada de me explicar), e ter baixado o tom. E eu não me refiro apenas em minha análise, ele vem aqui, em todo post (seja lá do que for) e reclama, reclama e reclama. Até aí td bem, todo mundo tem o direito de reclamar, mas se alguém discordar dele, ele vem todo ‘melindrado’ e se faz de vítima. Me desculpe, mas minha paciência se esgotou há tempos pra esse tipo de coisa. E tem outro fato, estou cansada de ver post dele tentando a todo custo fazer valer sua opinião desmerecendo qualquer outra aqui do Is Life.
      Veja bem, o lance aqui, não é reclamar, não é discordar, não é ir contra o que penso. O problema aqui é ele achar que o site é todo errado e ele é todo certo. Aí não. Até pq somos 8 pessoas que pensam diferente. Eu realmente espero me fazer entender. O que estou querendo dizer é, em análises que fizemos aqui no site, não TEMOS OBRIGAÇÃO DE SER IMPARCIAL. O Is Life é um site de fã e como fã não temos nenhuma obrigação de ser imparcial. Caramba, pq é tão difícil entender isso?
      Pra vc ver, eu, Vicki e Suelen discordamos em quase tudo no que se refere a Sam e seu comportamento, e se as pessoas fossem mais atentas, veriam que a gente discorda disso e expomos isso, mas jamais chamamos uma a outra de ‘fanática e sem senso crítico’. Cazzo! Isso é respeitar opinião alheia. Teve episódios nessa temporada que membros do site amaram, e outros odiaram. O que o Thiago fez a análise, ele amou, eu não. E a análise caiu pra ele, ele falou sobre o que ele gostou e viu de interessante. O que me dá o direito de ir na análise dele e dizer que ele ‘foi fanático e não teve senso crítico”?
      Eu iria na análise dele, teria discordado, mas jamais desmerecido o que ele SENTIU E VIU ao ver o episódio.
      Deixa eu te dar outro exemplo: 95% das pessoas que curtem sci-fi (eu curto sci-fi) veneram e adoram Matrix… Euzinha? NÃO SUPORTO!! E então? As pessoas que curtem ‘não tem senso crítico’? Ou então as que não curtem ‘são burras pq não entendem o contexto da coisa’? Vc está me entendendo? O negócio aqui não é discordar, o negócio aqui é faltar com o respeito a opinião alheia.
      Qualquer um pode vir aqui e discordar de cada linha que eu escrevo ou digo (Seu Zac, Haryella, Euri, Rodrigo, e tantos outros) e eu vou ler, responder (com mais ênfase ou não), mas jamais ninguém vai ouvir-me dizer “Ei, Haryella, deixa de ser ‘alienada’ e sai da vibe Castiel”, ou então “Seu Zac, cala a sua boca pq eu não aguento mais suas piadinhas”, ou então “Rodrigo para de reclamar dos escritores” (gente, estou dando exemplos, ok? Não se ofendam)… Ninguém… Mas a partir do momento que a pessoa não respeita mais a opinião ou a visão (como vc mesma disse) e começa a generalizar e tentar me obrigar a aceitar sua verdade como absoluta, eu realmente perco as estribeiras e não me controlo. Se isso incomoda as pessoas, desculpe, mas esse é meu jeito de ser há 9 temporadas de Supernatural.
      Isso é quem eu sou. Isso é quem eu sempre serei.
      Eu posso não concordar com uma vírgula do que vc diz, posso não ver algo do mesmo modo que vc vê, mas eu não vou me impor a vc e tampouco vou desmerecer o que vc acha. Por mais estúpido que seja.
      Se o tal (ou a tal) Rafa queria expor sua insatisfação com a série, ele que fizesse isso sem vir aqui e ofender o site como um todo. Esse foi o grande problema. Foi o grande problema dele ao longo de meses. Me desculpe a todos os membros se for o caso, mas realmente, eu tenho sangue quente e não tenho mesmo um pingo de paciência com mimimi.
      Eu estou completamente satisfeita com alguns plots da temporada? Ou da série como um todo? Não, não estou. E posso passar 1 hora de podcast falando sobre eles. Mas que diabos! O episódio que caiu para eu fazer a análise, foi um que eu gostei. E daí? Ele não gostou? Td bem, é um direito dele. Mas querer me fazer engolir o que ele acha, usando a máxima de ‘fanatismo e falta de senso crítico’ é algo além do que tolero.
      Por exemplo, se fosse a Su a fazer essa análise, ela sairia de um jeito totalmente diferente, pode apostar. Ou a Clarice. Ou a Vicki. Portanto o que desejo que vcs entendam, que o lance não é discordar. É COMO as pessoas discordam.
      E desculpe de novo, eu vou ser grossa, rude, tirana, impaciente, whatever, se for o caso, mas aguentar calada qualquer falar o que quer, eu não vou. E eu não vejo isso como ‘estar no mesmo nível’, eu vejo isso como deixar claro que aqui existe gente que merece respeito. E se for pra exigir isso aos gritos, que seja. Tem gente que só aprende nos berros..
      Um grande abraço e obrigada sempre por estar aqui.

      1. Maira

        Ah tudo bem Polly, verdade seja dita SUS paciência para responder comentários é infinita kkk
        Eu encerro minha participação nessa discussão por aqui, e muito obrigado por mais uma vez esclarecer seu ponto de vista, mas eu continuo com algumas de minhas ressalvas (hehe)
        Um abraço e vou esperar pelos próximos podcast, eu realmente gosto deles 🙂

  25. Vandré

    Sempre leio suas análises Polly, realmente consegue traduzir o que acho dos episódios.
    Mas parando pra pensar nessa relação Sam/Dean se tornando um pouco mais longa do que deveria (geralmente eles ficam poucos episódios brigados), creio que tem relação com a marca de Cain e o que ela provoca. Lembra do Castiel dizendo ao Sam: ”tome conta dele”, talvez o sacrifício necessário ou o prejuízo final da marca tenha relação Cain/Abel, ou seja… Dean poderá atacar Sam, ou será obrigado de alguma forma, está com muita cara disso.

    Mais uma vez ótimo texto 😉

    1. Obrigada por ler e comentar…
      E confesso que não tenho problema nenhum com o drama de Dean e Sam.. E adoro pensar nas possibilidades da marca de Caim..
      Abraços 🙂

  26. Rafael (não ´´aquele´´ Rafa, outro Rafa :)

    Olá Polly, olá Rafa e olá pra todos os demais. Não sou muito ativo aqui no site, mais vira e mexe venho dar uma olhada nas análises e comentários e sempre encontro coisas interessantes/instigantes. Dessa vez foi essa ´´discussão´´ sobre pontos de vista diferentes e bla, bla, bla… Gosto das análises da Polly no geral, assim como vi comentários do Rafa que concordei com mta coisa, vou fazer minha análise sobre essa discussão deles e seja o que Deus quiser.. rsrs.
    Primeiro de tudo quero dizer que quando comecei a ler a análise da Polly e dps os comentários meu lado fan de spn sumiu e surgiu o lado ´´analista de comentarios de analises de episódios de SPN´´ haha.
    No meu ponto de vista o Rafa poderia ter sido menos ácido nos comentários, criticar mais os defeitos da série e menos a opinião do pessoal do site como um todo. Todos sabem q temos direito a opinião própria e é muito legal o site ´´liberar geral´´ pro pessoal comentar o que pensa, só acho q o Rafa podia ter começado o comentário de uma maneira menos ofensiva, usado algumas carinhas de risadinhas em momentos ´´tensos´´ e terminar com um lindo e carinhoso ´´nao concordo com o que vc escreveu mais defenderei ate a morte seu direito de escrever Polly sua linda.´´ 😛 haha, pronto, isso já quebraria qlqr barreira defensiva q a Polly poderia criar 🙂
    Por outro lado, a senhora esquentadinha, vulgo Polly (brincadeirinha linda, olha a risadinha ;D) poderia ter sido um pouco mais compreensiva e menos sarcástica em sua resposta. Td bem q provavelmente vc já tinha um problema com comentários anteriores do Rafa sobre a qualidade das análises do site em geral (coisa que eu não concordo com ele) mais vc poderia ter respondido de uma maneira mais amigável as criticas dele, tipo ´´realmente nossas opiniões são diferentes Rafa, mas td bem, isso só acrescenta conteúdo para os fãs de SPN e do site, só não gosto qndo vc critica o pessoal do site no geral pela falta de senso critico, aqui somos todos fas da serie, com opinioes diferentes, assim como vc e nao criticos profissionais, é normal deixar o lado fã se sobrepor ao lado critico (aliás isso sempre acontece comigo, Rafael, rsrs). Uma dica pra vc e pro pessoal que esta muito insatisfeito com o andamento da série é escrever pros produtores, reclamar no twitter , expor o motivo do desapontamento com bons embasamentos e torcer para que sejam lidos e assimilados por eles 😉 No mais obrigado por comentar, bjokas, vamos todos dar as mãos e cantar kumbaia, etc, etc… kkkkk
    Bom, acho que todos puderam entender minha análise, concordando ou não, espero que tenha podido tocar os corações da Polly, do Rafa e de tds os demais 🙂 passei alguns minutos do meu dia escrevendo isso na esperança de passar algo bom pra vcs. Não sou crente, nem religioso, mais acredito que bondade e compreensão nunca são demais e só atraem coisas boas…
    Bjos a todos…

    1. De qualquer forma obrigada por ler e comentar..
      Conselho lido, respondido.. Não sei se acatado..
      Mas td bem, viva a liberdade de expressão… 🙂
      Abraços

  27. Seu Zac

    Rafa, meu veio, tamos juntos (aquele Rafa, hahahahahaha).

    Eu já fui chamado de chato. Até de cavalo.

    Achei isso extremamente elegante.

    Já imaginou se tivesse sido chamado de cobra? (animal peçonhento)
    Ou de barata? (um inseto)

    Gostei de cavalo. E eu sou como Bob (do desenho o fantástico mundo de Bob), e logo me imaginei o melhor puro sangue, com pelos negros brilhantes, soltando fumaça pelas fuças, livre, correndo pelos lindos campos verdejantes. Relinchando feliz.

    E eu fico imaginando como seriam esses comentários, sem o Rodrigo para defender o Sam, a Haryella para falar mal do Castiel, a Morganalu para defender o Castiel, a Adriana para defender o Dean, e de tantos outros que com sua percepção (ui!!) nos oferecem perspectivas diferentes sobre o mesmo fato.

    E assim, meus queridos, sem nos conhecermos, vamos nos conhecendo. A cada opinião exposta, revela-se nossa face, com uma clareza solar, mostrando como somos, como pensamos. E que cada um tire suas próprias conclusões porque, graças a Deus, ainda somos livres (hahahahahahhahaha)

    Zac, o poeta

  28. morganalu

    Zac meu véio, se falou de mim e eu vou falar: concordo com vc! Estamos aqui deste o tempo em que era o Cris que mandava nessa joça (palavras dele e não minha) e sabemos como ás vezes o negócio pode ficar tenso aqui…..mas ai tb concordo com o Rafa (que não é aquele “Rafa”) gentilezas sempre são bem vindas e apreciadas, porém somos fãs de Supernatural e não do Rim-Tim-Tim…
    Pois é véio, te chamaram de “cavalo” poderiam ter te chamado de “pangaré”……off corse que foi elegante!..rssssss
    No mais, a gente torce pro Timão ser campeão brasileiro!!!..rsssss

    1. Obrigada por ler e comentar… E pra vc ver, eu tb estou aqui desde que o Cris, a Jaque e eu fundamos essa joça ( e quem cunhou o termo fui eu, mas eu amo o Cris de paixão e não me importo dele ter espalhado e vcs gostado! 🙂 )

      Anyway, comentários de todos são sempre apreciados..

      Abraços e até a próxima..

  29. Obrigada a todos pelos comentários… Acreditem ou não, gosto e me divirto lendo todos..
    Ninguém, jamais, será proibido de expor sua opinião no site. Desde que respeite o site e as pessoas que o fazem.
    Simples assim. No mais, até a próxima..
    Até a finalle (e que Deus me ajude, pq se num episódio simples como esse, me arrumam polêmica, imagina no final? **facepalm**)

  30. Carlinha

    Adorei seu texto, concordo plenamente. Estou preocupadíssima com o Dean (não nego é meu preferido). Também quero o Caim de volta, será que vão tocar no assuntos dos meninos serem da linhagem dele?

Leave a Comment