Análise hunter do episódio 10.01 – Black

 

 

Assinatura 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

Olá para todos. Espero que estejam bem e, acredito, melhor agora depois da nossa série predileta ter voltado…

Antes de fazer a análise do episódio 10.01, gostaria de falar algumas coisas sobre a retrospectiva… gostei, mas deveria ter tido no mínimo umas 3 horas (kkkkkkk). Trouxe de volta um montão de gente que não víamos mais, só que não mostraram tudo que deveriam ter mostrado, mas no todo, foi uma homenagem muito legal, não só a série em si, mas aos fãs da mesma. Obrigada CW..

Agora vamos ao episódio Black… fazendo um trocadilho com o título, o episódio para mim foi, realmente, Black… Desde o  2.01 eu não fiquei tão deprê (mas não menos intrigada) com um episódio de início de temporada.

Vou comentar primeiro quanto às atuações. Todos, sem exceção, foram ótimos. Jared, Jensen, Mark e Misha nos lembraram com tudo que eles têm direito a razão pela qual amamos a série. Não sei o nome da moça que teve o grande prazer de ir para a cama com o Dean (sortuda), nem do carinha que fez o Cole, e também do rapaz que trabalha naquele mercado em que o Dean fica lendo porn e matando gente (kkkkkk), mas todos tiveram atuações espetaculares.

Vou falar primeiro do que não gostei e/ou achei desnecessário.. Castiletes de plantão, me desculpem, adoro o Misha, mas a única cena com ele que gostei foi do telefonema com o Sam… depois disso, para mim, pareceu que estavam tentando enfiar a história do Castiel + Hannah + anjos goela abaixo e eu não consegui engolir, sou bem sincera, dei fast forward e fui para as cenas que eu considerei mais interessantes. Então nenhum comentário aqui com relação aos anjos… eles não me interessam, na maioria são uns pé na paciência, e a minha acabou faz tempo com eles… (um pequeno adendo, andei lendo algumas das minhas análises anteriores, e parece que a coisa já está repetitiva, no sentido de que eu estou de saco cheio dos anjos faz tempo kkkkkk)

Continuando… quanto ao Cole, ele me pareceu uma mistura de Rambo com John Winchester depois que a Mary morreu… não gosto nem desgosto dele (o ator e o personagem); ele não disse muito, então a única coisa que sei sobre ele é que ele tem algo contra o Dean, algo que vem de muito tempo atrás. Acho que tem haver com o irmão dele, porque ele fala sobre isso com o Sam.. mas vou falar mais deste personagem quando mais coisa for mostrada sobre ele.. Por enquanto, para mim, ele não cheira nem fede.

Agora o trio – Deanmon – Crowley e Sammy.. wow.. foi um prazer ver as atuações de Jensen, Mark e Jared… um prazer que eu estava sentindo falta. Cada um deles me trouxe várias emoções enquanto via o episódio…

Deanmom apertou o botão do phoda-se e phoda-se quem ficar na frente dele quando ele não tá nem aí com a hora do Brasil… assustador, encantador, mulherengo e aterrorizante, tá é um sinônimo de assustador.. mas eu não tenho outras palavras para descrevê-lo.. mas tem uma coisa: em alguns raros momentos, eu ainda pude ver o Dean, sim o Dean que amo … mas foram tão fortuitos que quase passaram despercebidos, poderia ficar aqui, falando e falando sobre o personagem, mas prefiro esperar mais alguns episódios. Como sempre Dean tem muito a dizer, diz tudo com os olhos (verdes e/ou pretos), com sua postura e mesmo de boca fechada (e que boquinha linda…). Dean vem nos encantando, nos lembrando o que é ser humano e o quanto de humano ele ainda tem.  – Kudos Mr. Jensen Ross Ackles….. kudos…

Crowley, Crowley, Crowley, tá se achando o rei da cocada preta, tá achando que descobriu a América, que agora tem ao seu lado um parceiro para sempre e que irá por ordem no inferno… Crowley, darling… você não sabe com quem você está se metendo… Dean Winchester in esteroids… oh baby… o Crowley me pareceu meio que desesperado entre tentar manter as rédeas no Deanmon e botar ordem no inferno.  Ele não tá conseguindo, e sabe disso, mas parece que gostou da ideia de ter um parceiro. Para mim, ele sabe muito mais do que disse, não só sobre a Marca de Caim, mas também do quanto Dean ser ou não um demônio por completo.. não vejo a hora do confronto destas duas personalidades tão incrivelmente demoníacas e fascinantes… vou assistir de camarote… Mr. Sheppard – Love ya man!

Oh Sammy, Sammy, Sammy Moose kkkkk pois é né? Meu querido Sammy, agora você sabe o quanto dói uma saudade. Temporada passada, você literalmente disse para o teu irmão que não queria mais a parceria como irmãos, apenas como dois caçadores que por um acaso tinham o mesmo sobrenome e andavam no mesmo carro… Ain’t that a bitch!… Dói, né lindinho… dá para ver no rosto do Sam o quanto ele sente falta do irmão, do quanto a presença do Dean o centra (na realidade eu acredito que eles se completam – sem porn meu povo, please!!) e o quanto e até que ponto o Sammy irá para trazer o irmão de volta… nem 100 cachorros passando na frente do impala o impedirão de salvar o irmão desta vez (Ouch, a cutucada do Crowley doeu fundo né Sammy???)… eu honestamente prefiro ver o Sam assim, fazendo tudo que pode para ter o irmão de volta, do que aquele panaca da 8ª temporada que ficava nos campos com a descabelada (kkkk) de piquenique. Mas, voltando para esta temporada, o Sam está fazendo tudo para ter o Dean de volta. A  raiva, desespero e incredulidade estavam lá no rosto dele quando ele viu o Dean com os olhos pretos… acho que ele esperava qualquer coisa, menos isso. Vamos ver como Sammy vai sair da enrascada que se meteu com o Cole..  Mr. Jared Tristan Padalecki – baby, you are the best!!!

Para mim, o episódio deixou um gosto de quero mais.. de querer ver mais Deanmon x Sam x Crowley… do quanto de humanidade ainda existe dentro do Dean, do quanto o Sam está disposto a ir para salvar o irmão e a si mesmo, do quanto o Crowley gostou de ter um parceiro e, principalmente, do quanto ele sabe sobre o efeito da Marca de Caim e não conta, nem para nós e nem para os meninos…

Que venha a 10ª temporada… que ela seja repleta de grandes episódios e de muitas surpresas…

É isso hunters, e nas palavras da Vicki: Carry on…

Fui.

 

 

 

 

Related posts

17 thoughts on “Análise hunter do episódio 10.01 – Black

  1. cris

    tambem amei a atuação de todos, em especial a do jared ( acho que pela ansiedade de ve- lo salvar dean). E todos np trio tem a capacidade de falar com a gente sem abrir a boca. Isso me fascina
    Um dos pontos da série ser o que é e chegar onde chegou, foi o acerto na escolha do elenco, que é de muitissimo talento e belissima estampa

  2. ola cris, concordo com vc.. a serie continua firme e forte ainda hj, apesar dos altos e baixos, das trocas de showrunner e etc, não só pela paixão dos fãs, mas tbem pque J2 e M2 dão o melhor de si e fazer com que, mesmo os roteiros não tão interessantes, fiquem melhores ainda…

  3. Ana celia

    Jared se superou na interpretação de Sam. Sem usar muitas caras e bocas, apenas ali com sua expressão facial, com seu olhar de incredulidade e saudade do irmão. Amei esse primeiro ep. da 10° temporada.

    1. Oi Ana Celia, concordo o Jared estava otimo… os outros tbem… até o Misha apesar de que esticaram demais… mas tudo bem…

      Obrigada por ter comentado…

  4. Oi CLAU

    Você fez uma analise divertida,seu ponto de vista estão mas festivos que o meus.kkkk

    Concordo sobre Castiel. Este ex -anjo tem que subir , ou descer. Aqui na terra não tem espaço suficiente para ele e Sam e Dean.

    E outra coisa: Sinceramente não consegui ver graça no estado deplorável que se encontrava meu heroi Dean . Tudo nele me fez chorar. Aquilo foi uma decadência ,o homem que é um brilhante caçador se uniu a escória dos demônios , embriagado pervertido. Violento ao extremo . Alguém que não tem mas parãmetro . Eu acabei me lembrando quando Sam estava lá quando ele, quando perdia a cabeça e extrapolava . Eu até recordo da fala : Dean você esta me deixando assustando !

    Eu também estou assustada.

    Doeu meu coração vê-lo assim. Não vou defende-lo.Parece divertido , ver alguém escorregar em uma casca de uma banana .Mas quando se trata de ver alguém verdadeiramente agente ama passando por este ridículo , é diferente.

    Dean não dever se ridicularizar. Não vou rir de sua desgraça.

    No final compreendi inteiramente com ele quis dizer . Ele não vai salvar Sam . Sam esta bem grandinho, tem que cuidar-se sozinho. Eu gosto disto. Sam responsável por sim mesmo. Cuidando de seu próprio nariz. Gera nele uma independência .

    Acredito também que só Sam podera despertar a humanidade que ainda existe dentro dele. Como por exemplo : Sam vestido por Lucifer. Sam pode dominar o mal , com suas lembrança da família (acima de tudo do irmão ) Aquile sentimento, foi mas forte do que qualquer satã. E Dean vai enxergar lá no fundo isto também.

    O cara novo ,Cole , não significa nada pra mim . De algum modo vai acabar morrendo no caminho. Importante é o que vira com ele. Uma grande ameaça , não para Sammy , e sim para Dean.

    Crowley vai tentar domar a força que existe em Dean da marca de Caim , mas tenho certeza que vai dar com os burros nágua. Dean como um bom cavalo xucro vai derruba-lo fácil fácil.

    Por final :

    Estou feliz que voltou com seus cometários Clau , sempre me faz ficar mas feliz . Beijos querida.

    1. Oi Soniama, saudade dos nossos papos no face… mas real life is a bitch, right????

      Concordo com vc… tbem me senti um pouco triste de ver o Dean assim, mas ao mesmo tempo.. mas mesmo assim, achei interessante esse lado demoniaco do Dean.. e principalmente ele dando a chance que nunca deu ao irmão de sair da enrascada que se meteu.. Não sei se o Sam deixou de ser o “tendão de Aquiles dele”, mas que agora ele não tá nem ai, isso não tá mesmo..
      Continue comentando e vamos combinar um papo para pormos as fofocas em dia…
      Obrigada por ter comentado.

  5. Lara

    Demon Dean é “awesome”!!!!!!!!

    Jensen como sempre incomparável!

    1. O encontro das Deangirls é para valar… sim o Dean é amazing e o Jensen é awesome… não dá para não ama-los para o resto da vida e mais tres dias kkkkk

      Obrigada pelo seu comentário…

  6. cau

    bom eu achei um eps morno longe de ser aqueles eps de superantural em seus bons velhos tempos. Se tem uma coisa que amei foi ver finalmente sam indo atras do irmão para sava-lo eu não me lembro na serie td se o sam ja fez isso? eu sim ja vi o dean fazer muito mais por ele. Tratando o deandemon ta na cara que o dean ta protegendo sam dele mesmo pq sabe que sabe machucar o irmão se sentir culpado dessa vez. Crowley continua sendo bad ass rio muito com ele, mas concordo pra quem disse que o rei do inferno esta com as barbas de molho com o dean, tvz assim se explique ele ir pedir arreio ao cas. Tb achei cas solto espero que melhorem a hist dele. nessa lambança so sinto falta mesmo dos velhos parceiros como bobby, helen e jo, ect eles poderiam fazer um eps espcial e reunir a gang.

    é isso ai vamos ver se os irmãos finalmente se encontram.

    bj cau

  7. Ana Célia

    Não concebo Dean sendo um demônio. Para mim ele é um humano sem a totalidade dos parâmetros éticos/morais que julgamos encontrar e que chamamos de alma. É ainda o Dean, porem obscurecido pela marca de Caim que o deixa desalmado e desumano. Ele não se importa com nada, alias nem com o que ele deveria se importar e não tem nenhuma preocupação com isso, não está nem aí … . Ele não finge, é autêntico, extremamente e intensamente egoísta, diz o que pensa sem nenhum senso de moralidade, não é mais aquele ser preocupado com o outro, principalmente com seu irmão que sempre foi seu elo aqui na terra. Penso que ele não é um espectro num corpo ambulante, mas sim um ser fora do trem das almas. Ele não se encaixa aqui entre homens e nem no inferno com os demônios. Acho (achismo mesmo) que Crowley vai se indignar por isso, pois se ele não é um demon, ele não o obedece e muito menos vai se sujeitar a ele ou até ser seu parceiro, sonho do rei do inferno.
    Já postei aqui, num outro espaço, que acredito que toda essa fascinação que sentimos ao assistir, acompanhar e nos envolvermos com a saga de Supernatural tem fundamento psicológico. Carl Jung explica, e até revira no túmulo, pois a série é totalmente simbólica. Esse lado demoníaco do Dean nos incomoda porque nos remete á uma introspecção (muitas vezes inconsciente) e descobrimos que na verdade todos temos esse lado obscuro e negro, esse deus Eros dentro de nós, que pode se levantar, fazer-nos surtar e levar-nos a fazer coisas terríveis, muitas boas, mas mesmo assim terríveis.

    1. cris

      mandou bem de novo, ana célia! a gente lê e: …como é que não pensei nisso antes?
      sem citar Carl jung, que nem todos conhecem (eu sei que eu não, a não ser de nome), tudo que voce escreveu fica tão obvio.
      pois é; supernatural tambem é cultura.
      que bom!
      bjo!!

      1. concordo com a Cris, Supernatural tbem é cultura e nós fãs da serie somos muito inteligentes…
        Obrigada pelo seu insight muito interessante mesmo o que vc escreveu.
        Obrigada por ter comentado Ana Célia.

  8. ALEH Z

    Bela análise, Clarice. Ri muito com Deanmon também.
    Não sei se criei muita expectativa quanto ao episódio 1 dessa temporada ou se foi morno mesmo. Comparando com o episódio 1 da temporada passada esse me deixou meio: “Hã?! Só isso?” Mas ver o Sam finalmente voltar ao Sam da terceira temporada, preocupado com o irmão e fazendo de tudo por ele valeu demais.
    Bateu aquela saudade do amor incondicional, passando por cima de tudo para protegerem um ao outro que acontecia especialmente nas primeiras temporadas.
    Deanmon com certeza deve estar, como sempre, tentando proteger Sammy. Achei Deanmon um pouco “cativo rebelde” de Crowley, porém pelo que conhecemos do nosso Dean, logo logo o rei do inferno vai se ferrar. Mark tá mesmo mantendo o padrão magnífico do Crowley.
    Castiel? Acho que a história dele já passou da hora, os roteiristas tem que inventar algo crucial pra manter os anjos na estrada dos Winchester. Adoro Castiel, mas tá sem graça. Espero que melhore com os próximos episódios.
    Resumindo, gostei muito, mas esparava mais rsrsrs

  9. Leonardo

    Sinceramente não consigo gostar deste episódio , o tom dele não me pareceu muito interessante , achei muito estranho , muito estranho também o fato de Sam torturar um demônio com uma faca normal , foi o que me espantou de primeira , logo depois foi o fato de Castiel estar parecendo um personagem totalmente diferente , de primeira pensei que fosse o roupão mas logo notei que é o personagem que não esta batendo com o antigo Castiel interpretado pelo Misha, não que ele esteja interpretando mal , mas a forma como apresentaram o personagem , dirigindo e tal , me pareceu uma quebra da mitologia dos anjos , assim como vem acontecendo na serie com os ceifeiros . Acredito que a seria não precisa ser cancelada até pq um arco com o Dean demônio é algo interessante de se ver , mas acredito que a série ta precisando manter a mitologia dos personagens pq é isso que esta fazendo a série perder um pouco a qualidade , eu mesmo fico indignado ao ver essa mudança do nada pq dá a impressão de que não conhecem a historia da série que eles mesmos estão produzindo . Espero que essa temporada me divirta tanto quanto a ultima , só que pra mim infelizmente esse episódio foi chato .

  10. Bruna

    Alguém pode me informar em qual canal esta passando a 10ª temporada e qual horário? Obrigada

    1. Ana Célia

      Bruna aqui no Brasil ainda não passa em nenhum canal. Eu consegui assistir polo Mega filmes, na internet, mas sem legendas…

  11. Rafael

    Alguem poderia me informar o nome da musica que inicia o episodio ?

Leave a Comment