[Análise Hunter] Episódio Black by Su Candido

Não há nada mais emocionante para um fã de uma série quando um episódio supera as expectativas, e pra mim, esse episódio entrará para meu Top 20 de episódios (de quase 200, tirei 10%).

Eu sou uma old school fã, comecei a ver a série na Warner lá em 2005 e pra mim Supernatural é a história de Sam e Dean e todo o resto tem que girar em torno deles. Então já vou começar com um dos motivos que me faz dar nota 9.25 para o episódio: O arco de anjos e Castiel. Sou fã do Misha, mas não ao ponto de querer tê-lo na série a qualquer custo. Achei toda essa história dele com a Hannah, com Céu, com anjos e tudo o mais um pouco deslocada do episódio. Não gostei do ritmo, parecia que caía um pouco a velocidade do episódio.

Bom, vou esperar os próximos episódios para ver se de repente faz mais sentido!

Agora, todo o resto do episódio merece apenas aplausos. A cena de Sam, logo no começo do episódio mostrando que não está de brincadeira e quer ir atrás do irmão a qualquer custo, me fez gritar ESSE É O SAM QUE AMO!  Porque esse é o Sam que não desiste de procurar o irmão,  sabendo ou não o que aconteceu com ele (ainda não engoli o início da 8ª temporada, processem-me) e dá pra sentir que ele está no limite. Crowley ainda deu uma alfinetada, dizendo que achava que ele havia atropelado outro cachorro, achei uma jogada de mestre!

A cara que ele faz ao ver que Dean é um demônio é de cortar o coração! Jared transmite tudo apenas com o olhar! É lindo e triste.

Falando em Dean, AMEI a versão demoníaca dele. Primeiro que Jensen mudou um pouco o tom de voz e o jeito de olhar. Dá pra ver que não é o Dean que conhecemos e amamos, pelo menos não 100%.

A cena do karaokê  é ao mesmo tempo engraçada e deprimente, porque você nota que ele está querendo se divertir a qualquer custo, chutar o balde. É como se Dean estivesse embriagado com a “demonisse” (inventei uma nova palavra, se usarem, deem o crédito, por favor) como se ele tivesse finalmente ligado o botão do phoda-se.

A cena com a garota prova bem que ele não quer se relacionar com ninguém, ele quer apenas extravasar, e se isso vai magoar alguém, ele não liga.

Outro ponto alto do episódio foi Crowley. Eu acredito que ele ama os Winchesters, do jeito demoníaco dele, mas ama. Acho que ele sempre quis ter sua família e agora ele viu a oportunidade com Dean. O único erro dele é achar que pode domina-lo de alguma forma, e já neste episódio vemos que ele já notou que nunca teve controle nenhum sobre Dean.

Outra cena “polêmica” foi a do Bitch/Jerk!! Deu até uma taquicardia em mim! Ali, Dean respondendo Jerk, que é apenas Sam, para Crowley foi um belo recado para nós de que algo está errado. Muito errado. Me deu até uma tristeza…e acredito que essa foi exatamente a intenção dos roteiristas! Então, vou tirar 0.25 da minha nota, só pelo fato de terem demorado anos para colocar essa fala icônica novamente e quando colocam foi como uma facada no peito. Eu entendo a ideia, a razão diz que foi perfeito, mas meu coração não. Então nota 9, por mexerem com meus feels…

Me deu uma raiva, daquelas que gosto de sentir vendo um vilão, na hora que ele disse para Sam que Dean é o melhor amigo dele! Serviu pra inflamar ainda mais o ódio de Sam. Será interessante ver o encontro desses dois.

E então a cena que me fez me arrepiar da cabeça aos pés. Sam é capturado por Cole, um caçador rancoroso, e Dean é acionado para vir em seu resgate. E então ele simplesmente diz que o problema é dele! SOCORRO!!  Neste momento, ali, naquela cena, Jensen apresentou Dean demônio.

Porém ainda que ele tenha dito que não iria resgatar o irmão, ele também deixou uma ameaça: “Eu vou te matar”.  Será que ele deu o recado porque sabia que assim Cole desistiria de matar Sam? De qualquer forma, nós sabemos que Dean em seu estado normal iria atrás do irmão na mesma hora!

Foram muitas emoções, queridos amigos hunters. Ver que a série criou um plot que gira em torno dos irmãos novamente. Que mostra que eles, ainda que quebrados emocionalmente e fisicamente, são a alma da série. Que um ainda é o ponto fraco do outro, porque Dean sabe, que mesmo sob o efeito da marca, mesmo sendo um demônio, mesmo sendo um monstro, Sam conseguirá convencê-lo de que ele precisa de “cura”. E Sam, longe de Dean, não liga se a demônio que ele está interrogando possuiu o corpo de uma garota inocente, ele vai matar se for preciso, porque ele não vai deixar seu irmão abandonado.

Eles são o ponto fraco um do outro, pro bem ou pro mal. E parafraseando Eric Kripke, quanto mais Supernatural for sobre Sam e Dean, melhor será.

Carry on!

Fonte gifs, por ordem:

Tumblr:  thewinchestercave, spnfans, thecwspn, itsokaysammy,codependentsamanddean,yaelstiel, itsjustjensen

 

Related posts

37 thoughts on “[Análise Hunter] Episódio Black by Su Candido

  1. Júnior

    Bom, já que esse é um espaço para nós, fãs, expressarmos nossas opiniões e debater sobre um assunto, eu vou aqui, tornar público um descontentamento e um desabafo meu:
    Supernatural está “mais ou menos”. Isso, ao meu modo de ver. Mas não me detonem, nem me odeie isso, mas olhe os fatos.
    O supernatural lá de 2005 nos ensinou, desde o primeiro episódio que seria uma série sobre família, num cenário totalmente improvável para se abordar tal assunto.E essa premiere, me deu uma saudade imensa do Supernatural de antigamente. O Supernatural de antigamente, nos ensinou e nos acostumou a ter sempre um “Bad Guy” , o qual Sam e Dean querem e precisam á todo custo caçar, nos acostumou com Sam e Dean salvando o universao e se sagrando realmente heróis, nos mostrou que apesar de tudo, Sam e Dean permaneciam juntos e fortes após qualquer coisa. Mas sempre vem os poréns.O supernatural dessa décima temporada, simplesmente não mostra á que veio. Não tem um vilão, o qual precisa ser caçado, não tem um mundo á ser salvo, não tem uma história na qual Sam e Dean precisam se desdobrar e mostrar sua competência para vencer o “Big boss”. Só estamos vendo o mais ou menos que Supernatural vem propiciando. Dean demônio ? ótimo plot ! E creio que será explorado. Mas e quanto ao mundo ser salvo mais uma vez pelos winchesters ? E quanto á Sam e Dean mais uma vez resolverem divergências no “pedra, papel ou tesoura” E quanto á Se chingarem de “Jerk” e “bitch” , e quanto aos demônios impossíveis de matar ? E quanto aos exorcismos que eram constantes ?
    Não tem, a única coisa que temos que realmente remete á o que Supernatural já foi, é Sam e Dean em tela. Mais nada.
    Essa série que estamos vendo, é mediana. A série que eu aprendi á amar, é excepcional.
    Por fim, estou só deixando meu desabafo,como fã entendo que não gostem que falem mal da série mas não vejo isso como um falar mal, mas sim minha opinião a cerca dos ultimos acontecimentos de Supernatural.
    Quanto á premiere, e tirando esses ” probleminhas” , se cortar as partes do Castiel, temos um ótimo episódio da nova série que com certeza não é aquela de 2005.

    1. Júnior

      Desculpem pelos erros de digitação, pressa + teclado ruim dá nisso….

    2. Gustavo

      Queria dizer que primeiramente que respeito sua opinião, mas como postou aqui não há problema de eu expressar a minha também, certo? Acho que você está fazendo uma comparação um pouco exagerada, até porque, como os mesmos produtores falaram, , eles entrarem no Impala para caçar e fazer o mesmo 8 anos depois… As coisas mudam. Como o Eric falou, e os outros também concordam, a série sempre será voltada para os irmãos, independente de apocalipse, de um “bad guy”, sempre voltará para eles. E a temporada recém começou, o Carver falou que o principal tema da temporada é eles enfrentarem os próprios demônios, lidarem com quem são e também disse que terá outros vilões. É um ótimo tema, e alias, é bom variar, não? Repetir a mesma fórmula anos se torna cansativo. É bom mostrar coisas novas.

    3. Ana celia

      Júnior acredito que Supernatural evolui porque o mundo evolui. Não tem como a vida dos irmãos serem pacatas após 10 anos, pois sinto que é a ficção imitando a vida. Assim como Dean e Sam, nós não somos mais os mesmos de quem fomos há 10 anos. Houve um episódio, não me lembro qual, que Dean pergunta ao Sam se ele pudesse voltar no tempo se continuaria na faculdade, casaria… E Sam responde que não, pois a vida dele mudou, ele não é mais o mesmo e nada mais daquela época faz sentido agora. Penso que é assim conosco e com Supernatural.

    4. Obrigada por comentar! Respeito sua opinião, sem grilos!!
      Abraços

  2. Euri

    Só sei dizer uma coisa: pra mim o Crowley está morto. Eu não consigo perdoar essa de jerk e bitch. Nem o Castiel, o nosso amado e doce Cass, se atreveu a ultrapassar esse linha que separa os nossos meninos do resto do mundo. Castiel chegou perto, mas nunca se atreveu a ultrapassar esse limite sagrado. Nem da praga da Ruby eu senti tanta raiva como estou sentindo agora do Crowley. Sim, estou tendo um chilique serio aqui!!!
    O pior é que acho que o tal do Rei do Inferno ainda nem começou com os planos dele pro Dean.
    Mudando de assunto, eu não consigo acreditar nessa história que o Dean não se importar com o irmão realmente. Essa história não faz muito sentido. Vamos desconsiderar o fato de que estamos falando do Dean e do Sammy. Vamos esquecer que estamos falando de Supernatural e esquecer dos outros 195 (??) episódios!
    Deixando tudo isso de lado, sobra um fato importante: CAIN.
    O dono da marca de Caim e da primeira lâmina, o tal pai do assassinato, o mesmo que criou um exército de demônios anabolizados.
    Esse mesmo homem que, no final das contas, escolheu se redimir dos pecados. Que se apaixonou, casou com uma mulher sem sal e com quem deve ter feito um ou dois demoninhos. O mesmo homem que desistiu do assassinato e se tornou um criador de abelhas entediado durante séculos. Ou seja, no final das contas a marca ou a primeira lâmina não controlaram realmente as decisões de Cain, não o impediram de amar ou de se importar com outra pessoa. Ele fez uma escolha e pronto!!
    Então, porque cargas d’água a marca ou a lâmina vão ter alguma influência real sobre o amor que o DEan tem pelo Sammy?
    Eu estou seriamente considerando desconsiderar totalmente esses dois primeiros episódios, onde os meninos não estarão juntos. Vou pensar neles como penso no tempo em que o Dean passou correndo no purgatório conhecendo o Benny e o tempo em que o Sam ficou brincando de casinha com a Amélia: só uma lembrança sem importância e sem influência sobre o que realmente importa.

    1. Ana celia

      Euri, tambem pensei nessa esposa do Cain e no amor que ele sentia por ela ao ponto dele não permitir que a marca o dominasse. Esse é um ponto de interrogação para verificarmos até quanto Dean se permitirá ser controlado por ela em detrimento do amor pelo Sammy.

      1. Euri

        Pois é, Ana Célia. Essa questão do Dean demônio é complicada pra mim e me irrita porque não faz sentido. É bem aceitável que o Cain se tornasse um soldado de Lúcifer. Ele não tinha nada nem ninguém, era odiado no céu e na terra. Ele não tinha nada pelo que lutar. E no fim ele ESCOLHEU servir Lúcifer. É diferente com o Dean, que não tem apenas o Sam, mas o Castiel, a Charlie, e tantos outros. Ele é uma pessoa amada, tanto na terra quanto no céu. E até no inferno (né Crowley?). Essa história me chateia porque o DEan se deixando agir como demônio é só mais uma forma de se punir ou castigar pelos pecados que ele acha que cometeu, ficando longe das pessoas e coisas que ele ama e se importa. E é só mais uma forma de criar atrito entre os irmãos, qdo esse afastamento deles já deveria estar resolvida. O bom é que isso deve terminar logo nos primeiros episódios, pelo menos em parte.

        1. Lara

          Dean não escolheu ser um demônio,

          Crowley o tranformou colocando a lâmina nas mãos dele.

    2. Obrigada por comentar! Gosto de saber como as pessoas sentem cada episódio, cada arco.
      Grande beijo!

  3. Ola Su legal analise . Entretanto pra mim faltou algo como Wow!caiu o meu queixo. Mas infelizmente não chegou a empolgar.

    Eu confesso esperava mas deste Dean demônio. .. Em muitas cena eu achei o personagem tonto de muita tontice . Não estou questionando a interpretação de Jensen, ele é ótimo.da pra rir é claro.

    Mas Dean era um misto de babaca bruta montes ,possessivo alcoolatra bancando o machinho naquele bar. Eu detesto quando fazem ele desmerecer o que é .

    Eu só fiquei contente com ele no final. Aquilo sim era um Dean Winchester demônio . Adorei quando disse pro cara pra Sam cuidar da sua própria bunda , não vai salva-lo . Mas se Cole atrevesse a mata-lo, ele ira caça-lo e mata-lo .Mensagem direta.

    Eu quero ver Dean com inteligencia perspicácia . Ele duelando contra Clowley e não sendo toy .

    &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

    Eles tentaram inserir Castiel na historia , porém acaba interrompendo o andamento do episodio . Da uma bela esfriada , corta o ritmo. Eu não aguento esta historia de anjo caído. CASTIEL estava doente , mas Sam parecia mas abatido que ele. Foi muito personagem abatido no mesmo capitulo .kkkkkkk Ele deveria estar ao lado de Sam para apoia-lo na busca. Pra mim foi erro de roteiro.
    &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

    Sam correndo atrás de Dean . Foi atrapalhado pelo seu estado físico debilitado. Jared estava com cara de doentinho coitadinho , abaixo do peso . Claro que este seu estado contribui para mostrar que ele esteve sofrendo pela ausência do irmão . Mas ainda faltou algumas coisa. O ponto alto dele foi torturar a demônia , e admitir para novo caçador que Dean era um monstro.

    (E um adendo, fico impressionada eles adoram amarrar Sam)kkkkkkkk

    &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&
    Estou sendo muito radical , eu sei, mas estou esperando muito mas para o outro episodio. beijos

    1. Olá querida! Obrigada por comentar!
      Eu gostei do episódio porque pra mim ele foi apenas para situar o telespectador sobre qual será o plot da temporada.Não acho que vc esteja sendo radical, apenas fã e somos assim mesmo, pura paixão!
      Grande beijo!!!

  4. Maycon

    Eu gostei muito do episódio. A unica que me irritou, e muito, foi o fato de o Dean ter bebido até cair e dormi e acorda com ressaca, se ele viro um demonio como ele fica bebado ou dorme, demonios não fazem isso. Mas estou ansioso para o episódio 3 o encontro deles.

    1. Obrigada pelo comentário! Eu já acho que Dean está se segurando um pouco com o que lhe resta de humanidade, porque ele sabe que se se entregar totalmente, não terá volta…pode ser né?
      Abraços!

  5. Anderson

    Bom dia a todos,concordo com a análise,mas discordo da nota,este episódio não entraria na minha lista dos 10 mais(alias todos os meus 10 mais estão no 4 e 5 ano),sempre fui fã do Castiel mas tenho que concordar que a trama angelical esta bem sem graça(sem trocadilhos rsrsr).parabéns pela análise.

    1. Obrigada por comentar!!! E o episódio está na minha lista dos 20 mais! rsrsrs
      Abraços!

  6. Kaio Lopes

    tbm nao gostei mto do dean nao, eu esperava bem mais dele, mta ação, ele matando gente , ele com olhos negros e tudo mais

  7. Erick

    comentando pela primeira vez aqui, concordo com muitas coisas que voce disse da sua analise, serio voce deveria ser critico famoso hehe voce escreve super bem. bom eu amei esse episodio tenho que falar que a atuação do jensen e do jared estavam perfeitas conseguiam transmitir tudo somente pelos olhares,amei Dean demonio e ao mesmo tempo não demonio, acho que essa foi a ideia deles e realmente o jensen e jared tem um talento incrivel, amo ver eles atuando. a unica coisa que nao gostei muito foi das cenas do castiel, mais entendo que eles queriam colocar um pouco da trama de cada personagem nesse primeiro ep, e acho que pode ter sido um pouco de erro deles terem explorado umas cenas de castiel, que acho oque nao tinha tanta necessidade de ser colocadas nesse primeiro ep. mais to mega empolgado e louco pra ver a continuação desse super seriado que me encanta e me emociona a anos. e só acho que jensen e jared deveriam ganhar um oscar. atuação otima, otimos cortes de camera,e pelo que to vendo essa temporada promete. acho que falei demais hehe

    1. Obrigada por comentar! E pela primeira vez!!
      Agradeço também o elogio! Quando escrevemos sobre algo que amamos, fica mais fácil!!
      Abraços!

  8. Karol

    Fiquei boquiaberta com o Bitch/Jerk durante uns dez minutos. WTF???? Doeu, juro.
    Novamente, eterna e incansavelmente, parabéns pro Jared e Jensen. Como foi dito, Jared diz muito de Sam com um olhar, Jensen tá aproveitando pra mostrar que também dá um show quando se trata de uma nova versão de Dean. Ambos arrasaram.
    Sobre Crowley, odiei, amei, amei odiar, odiei amar, e agora vai pro inferno (literalmente). Melhor amigo do Dean é o caramba!! Apesar dos apesares, te quero sofrendo nessa temporada.
    Cas todo paz e amor, nesse “não sou líder” me cansa um pouco. Castiel do começo da sua aparição na série, todo inocente/rebelde/bff do Dean, I miss u.

    A última cena realmente me deu uma base de como é esse Deamon. Não tão humano a ponto de ir correndo salvar o Sammy e nem tão demonio de deixar isso pra lá (a ameaça dele deixa bem claro).

    Enfim, vamos ver onde isso vai dar, estou empolgadaaaaa! hahah Quero uma overdose de Winchester nessa temporada e muito da relação ferrada e linda entre os bros.

    1. Obrigada por comentar!!!
      Vamos ver se eles fazem um momento Bitch/Jerk entre Sam e Dean pra alegrar nossos corações rsrsrs
      Beijos

  9. Suzinha, apenas agora li sua análise e dessa vez estamos na mesma sintonia..
    Brilhante amiga e vamos esperar pra ver o que acontece com esse new Dean and old Sam… amooooo…

    Bjosss

    1. Vamos acompanhar amiga!! Já estou gostando muito!!
      Grande beijo!

  10. Cleison

    Desde já gostaria de elogiar o site. Sou super fã. Bom, de inicio gostaria de fazer alguns comentários pertinentes: O Dean acredito eu, ainda não perceber que ele é um Dêmonio e a sensação que fica é que ele imagina que na verdade quem salvou ele foi o nosso vilão favorito. Então, o que pensar? kkkkkkk

    1. Eu acredito que ele saiba que é um demonio, mas de certa forma está se “segurando” rsrsrs
      Obrigada por comentar!!

  11. Claudio

    Seguinte! Quem conhece de supernatural, sabe que a série, para o seu próprio bem, deveria ter acabado no final da quinta temporada. Eu adoro supernatural e vou continuar assistindo a série até o seu desfecho final, mas opinião é opinião. Teria sido um final perfeito, duvido que outro final se encaixe tão bem ao enredo quanto aquele.

    1. Obrigada por comentar!!! Eu discordo de vc, se o final da série tivesse sido aquele da 5ª com Sam indo pro inferno e Dean ficando na Terra sofrido sem o irmão, eu teria odiado!!! rsrs
      Abraços

  12. fa

    Pelo menos o Deam não abandonou o Sam por causa da marmota da Lisa e do Bem ou por causa do babaca do Adam, até porque o eu adoro o personagem do Crowley, e adorei ele jogar na cara do Sam que ele abonou o Dean.

  13. Ana celia

    Nem sei se essa minha análise caberia aqui, mas como não encontrei aqui um outro espaço para discorrê-la resolvi posta-la aqui mesmo.
    Penso que há ainda muito que ser explorado em Supernatural. Se colocaram Cain, por que não inserirem também Abel?
    Pergunto-me por que Supernatural é uma série tão valiosa e importante para fãs de todo o planeta? A conclusão que chego é a de que ela aborda uma idéia que é apoiada sobre um fato constante e universal: a humanidade é religiosa.
    A palavra religião tem um sentido necessário e absoluto, pois há a necessidade de crer e essa necessidade se liga estreitamente á necessidade de amar e de se comungar nas mesmas esperanças e interesses. Daí a presença da irmandade clicada no vinculo, pra lá de paradoxal, dos irmãos Winchesters.
    Não há religião sem mistérios e acrescento que não há mistérios sem símbolos. A Bíblia não é um livro de histórias, mas sim uma coleção de poemas, é um livro de alegorias e imagens. Assim como Adão e Eva são somente os tipos primitivos de humanidade; a serpente que tenta é o tempo que experimentamos; a árvore da ciência é o direito; a expiação pelo trabalho é o dever; Cain e Abel representam a carne e o espírito; a força e a inteligência; a violência e a harmonia. Supernatural é, pois uma

    1. cris

      ana, mais uma vez, ce disse tudo. só.
      excitante e instigante ponto de vista, e com certeza, compartilhado por muitos

  14. Ana celia

    (continuação)
    série que nos encanta porque ela é simbólica, ela nos remete ás nossas próprias profundezas e nos uni através do nosso inconsciente coletivo.

    1. Obrigada pelo profundo comentário!!!
      E também gosto de pensar o que nos conecta tanto com Supernatural… filosofias vãs…
      Grande beijo

  15. cris

    eita! atropelei a continuação!
    sorry…

  16. Lara

    Concordo com você Suellen, AMEI demon

    Dean,Jensen criou nuances incríveis;

    não é 100% Dean mas ainda é Dean.

    E Crowley está muito enganado se pensa que pode controlar demon Dean,

    acho que ele vai descobrir logo que

    demon Dean toma suas próprias decisões!

    1. Obrigada por comentar!!!
      Vamos ver o que a temporada nos reserva.
      Grande beijo

Leave a Comment