[Análise Hunter] Brother’s Keeper, por Leiliane Chagas

Como analisar um episódio que abrange mais do que um simples “episódio” e traz consigo, toda uma temporada todo um legado, toda a história de uma vida?Então não vou tentar ser prática. Já é fato que não sou boa nisso mesmo. (nota da Vicki: para com isso, Leiliane! Sua análise ficou animal!)

POR DEAN

Sem dúvida alguma toda essa temporada foi por Dean, para Dean. Personagem herói, forte, pra resumir mesmo. Merecia já há muito tempo algo feito por ele, para ele.

Ele sempre foi o HERÓI da história mas era necessário algo a mais e essa temporada foi a de Dean.

Vimos coisas que já sabíamos mas nunca tínhamos visto, outras que já vimos mas não tão intensas. Coisas que não queríamos mas foi preciso, coisas que temíamos mas não acreditávamos mesmo sendo possível e de forma simples, apaixonada e intensamente nos deixamos envolver sem nenhuma reserva por essa temporada. Uma entrega total.

Particularmente gosto mais do Sam como sempre foi, o meigo, ponderado, observador, comedido, introvertido e mesmo assim nunca faltou determinação e obstinação, e de quem nunca duvidamos que seria capaz de morrer pelo o irmão. Mas foi tão bom ver isso realmente em imagens.

Então repito POR DEAN. Só ele pra fazer o grandão ser capaz de tanta coisa e não seria um palpite que o tiraria do jogo na reta final. Se era pra nos fazer sofrer, conseguiram, foi muito medo.

MEDO!!!! É o que me define a seguir.

Medo do Dean demônio destroçar tudo que Dean conseguiu ao longo de vida. Seus amigos, suas vitórias, sua essência, SUA FAMÍLIA.

Medo do Sam ter feito coisas imperdoável em busca da cura do irmão. De se condenar pela morte da Charlie. De se prender em algum beco sem saída.

Medo do Castiel. Dele continuar de forma tão apática no contexto. Um anjo da guarda que não guarda. Dele tomar tanto tempo fazendo coisas particulares alheias ao arco principal da série: Os Irmãos.

Medo deles não conseguirem permanecer unidos em parceria.

Medo do Crowley. Dele ser um companheiro pra Dean demônio (apesar de achar que ele estava era mesmo carente), medo de vingança quando foi engando por Dean com a lâmina e por Sam na tentativa de matá-lo (em defesa do Sam até sua mãe, também né Rei).

Medo de Rowena (o rei perde feio pra essa … criatura) e também raiva de ver o quanto ela já conhece os meninos e saber o que o “Samuel” estava blefando (se bem que todo mundo sabia) e exercer o poder que lhe era concedido e toda crueldade sem nenhum remorso de que era capaz.

Voltando ao Dean

Pra falar a verdade eu nem achei o Dean demônio tão demônio assim. E foi isso que me deixou com mais medo. Um demônio ensandecido seria fácil de entender e aceitar quando voltasse ao normal. Porém houve consciência e muita luta contra. Houve momentos de fé, momentos de pura descrença e momentos de condenação. Ver Dean assim, tão afetado, machucado, sem controle, apavorado, desistindo da sua baby, desistindo de si, EM PERIGO. E isso me machucou me apavorou.

ELA É TODA SUA.

Novamente o Impala, é de uma forma bem simples, personagem crucial na história.

Sam sabe o que a baby significa pra o Dean e também pra ele. Acho que naquele momento se o Sam tinha dúvidas do que era capaz pelo irmão, elas desapareceram. Só existia uma opção. “Qualquer coisa pelo meu irmão” !!!!

A Morte. Alguma dúvida de que tive medo. Aquele “quero que você me mate” eu entendi até sem saber inglês e doeu nos meus ossos. Isso não é um demônio é o nosso Dean!!!!

A Morte claro, é uma figura. Numa elegância impar enaltece a coragem do Dean por chamá-la novamente visto que os Winchesters já a haviam enganado. Dean com sinceridade respondeu que não desta vez. Eu acredito até aqui no Dean. Ele realmente queria acabar com aquilo e viu na Morte uma possibilidade. Isso claro porque não sabia o que estava por vir.

A conversa com a Morte foi…INTENSA. Ao saber das possibilidades a única que Dean realmente visualizou foi o exílio até o momento em que soube da condição. Se ele já estava tendo visões de quem ele já machucou, imagina o que faria a lembrança da morte do seu irmão por suas próprias mãos?

Nesse momento parte do meu medo acabou. Daí pra frente eu tinha certeza da decisão tomada. Na ligação tinha um pedido de socorro pro irmão bem no estilo Winchester (só faltou aquela palavrinha Poughkeepsie) e a seguir tudo foi blefe (por sinal, bem convincente, pois os batimentos estavam a mil). Sam tinha razão, Dean o chamou porque sabe que ele era capaz de qualquer coisa para proteger o irmão. Dean não planejou matar a Morte mas ficou sem opção, melhor usou a única opção: ficar com o irmão.

A marca se foi. Maldição quebrada (só faltou o abraço. Ai que falta)

Foram poucos segundo de alívio até ele presenciarem algo muito mais maligno. CONSEQUÊNCIAS CHEGANDO

A escuridão promete.

“Pensamentos que não consegui evitar nesses últimos episódios”

Quando encontraram a Charlie morta, lá estava eu pensando (na terceira reprise quando eu estava mais calma) – agora é que Sammy vai ter mais medo de Palhaços.

Fiquei tão aflita e envolvida com o possível estalar de dedos Do Crowley pra matar Sam, que nem percebi que, na emoção me esqueci que a 11ª temporada já estava confirmada (bolei de rir de mim mesma depois).

Espero que os Styne não voltem pois não são sobrenaturais. São só herdeiros de uma forma cruel de viverem por mais tempos. Só humanos malvados mesmo. Não cabem em Supernatural.

Quando ouvi o nome Oskar só pensei no cachorro do Jensen.

Enquanto Dean esmurrava o Sam, eu pensava – Castiel apanhou muito mais, isso com certeza é brincadeira. Sam desistiu tão rápido que eu pararia de acreditar se acreditasse.

A Morte pediu pra ser enganada. Entregar a foice nas mão do Dean. Tantos anos, tanta experiência e ainda inocente (foi inevitável kkkkkkkkk)

Na hora que a marca saiu – apesar das várias possibilidades apresentadas, até que fim foi embora. Já foi tarde. Finalmente vamos ter o Dean de volta.

Castiel x Crowley algo pra compensar alguns episódios. Bem feito (com carinho). Espero encontrá-los na próxima temporada para a redenção.

Sammy meu amor você tinha que abrir essa boca? Quando é que nada de maluco não acontece????

Caraca foi pra Supernatural que o Clark Kent mandou a Escuridão de Smallville. (tá esse pensamento também só veio na terceira reprise kkkk)

SAM e DEAN vocês não são nada pra nós além de BONS.

FOI POR DEAN, POR SAM, FOI POR NÓS.

Que venham as consequências!!!!!!

 

E aí, hunters! Estão curtindo? As análises que recebemos estão quase acabando e cada um parece ter visto o episódio de um jeito. Se vc fez como a Leiliane e mandou a sua, aguarde, que ela ainda sai!

 

CARRY ON!

 

Related posts

18 thoughts on “[Análise Hunter] Brother’s Keeper, por Leiliane Chagas

  1. Lule

    Prazer gente Leiliane Chagas.
    Lule é minha versão de “Sammy”, dada a mim por um primo-irmão, na mesma idade do Sam, quando preferia cereal ao feijão e esse primo faria por mim a mesma coisa que o Dean, tiraria dele pra me dá.
    Vicki, sua linda, você deixou emocionada. Passei aqui, antes de mais um período do serviço e encontro isso!!!!
    Quem vai sair agora toda se sentindo?
    Euzinha.
    Um abraço (tipo Winchester) pra você e toda essa equipe que nos permitir chegar e conversar sobre o nosso amor.
    Beijão pra todos.

  2. Humrummmm , gostei. Leilane. E Já que destacou Dean ,vou comentar sobre ele. E SOBRE TUDO.

    Esta coisa com o Dean soltando demônios internos no começo da temporada, deixou principalmente a mim na expectativa que mostrassem um Dean medonho de pavoroso. E confesso …Senti até raiva dele por não ser, sabe , eu também esperava muito mas.kkkkk

    Lembra, ele matou o cara que queria matar a esposa. Pra começo da conversa foi Sam que sugestionou para que o cara invocasse um demônio em uma encruzilhada da vida. Com intuito de achar Dean.

    E com o contrato feito . Crowley encarregou Dean de realizar este servicinho sujo. E no meio do caminho, Dean observou que quem merecia realmente morrer , era ele. O dono do contrato.

    A morte do cara …Foi assim… bem justa ,na minha opinião. Eu até achei na época que Dean sendo meio demônio, não teria menor consideração, poderia até engraçar com a esposa, mas acho que não rolou. Seria justificado não é ? Ele era demônio.

    Mas não, deixou ela numa boa .

    E como um bom demônio voltou para o inferninho daquele bar onde frequentava . E após muita fará,deu um pé na bunda da garçonete. Que também protegeu dando um coro no cara chato que vivia perturbando a garota. E mas uma vez eu esperava mas sangue. Tipo metralhar o cara com uma bazuca kkkkkk NOSSA Como sou maldosa .

    kkkkk

    Ele me decepcionou mas ainda, mostrando mas seu lado beberão de cantor horrível de Karaoké. kkkk Apesar de ser muito engraçado.Lembra : I”m Too Sexy for my love … Eu sou muito SEXY para você meu amor .Sou Sou Sou muito Sexy .yeah yeah yeah

    kkkkkkkkkk

    E assim veio reencontro com Sam . Sammy com a asa quebrada, promete salvar Dean ou morrer tentado . E fez das triplas coração para regenerar Dean . Em poucos episódios o milagre veio a luz.

    E assim dei um Tchau para Demônio Dean! Triste , gostaria de ver muito mas coisas tenebrosas. Afinal DEan gostava de torturar os demônios no inferno kkkk

    Talvez os roteiristas não quisessem manchar a memoria do Herói Dean Winchester ,não mostrado com ele extravasava sua violência .

    Divagando…………

    Mas sim esta era a temporada dele. E nosso herói , voltou ao normal, sem olhos escuro. Mas triste. A marca o dominava. Interessante foi a espada dentuça de Caim , pensei que ela seria um elo que ligava ao mal, mas não. Se livrarão dela . E a marca amaldiçoada continuou.

    Neste meio tempo eu desejava imensamente que a faca tivesse o mesmo enredo que o senhor dos anéis. kkkk Era só se livrar da diabinha , que tudo estaria legal novamente.

    Mas não, o buraco era mas embaixo. E depois de tantos episódios com Cole perseguindo Dean. Castiel passeando Com a anja Hannah sem graça. E de quebra deixando Metraton fugir.Mas readquirindo a graça meio xoxa kkkk

    E Crowley reavendo sua moma bruxa Rowena em seu lindo lar.Ela passou a fazer todo tipo de conspiração.

    E ainda Charley voltando de Oz . Com a errada ideia de ser irmãzinha dos Winchester . Mal sabia ela que eles eram amaldiçoados .E no final morreu indignamente.

    Mesmo assim o final não decepcionou.

    Sam fez de tudo para redimi-se da nona temporada ,e não precisou de muita porrada. Afinal estava desposto a morrer por Dean desde o começo desta temporada . Foi só assistir seu comportamento ao longo da temporada. Sam kamicaze custe o que custar ,indo até as últimas consequências .

    E por outra vertente :Dean lutando contra a coisa do mal que crescia dentro dele. E após se ver no espelho no que estava se tornando , ele decide que o mal não poderia tomar conta dele , tinha que acaba logo com toda esta porcaria.

    E DECIDE: invoca a morte , com o intuito de morrer.

    O morte cínico, apresenta apenas uma solução, Sammy morrer . Mas esta solução não vale , os Winchester querem morrer um pelo outro , não matando um ao outro.

    E assim em outra ponta ,Rowena que não tem apego com ninguém mata seu protegido com muita má intenção, quebra o selo ,liberta Dean da marca . E Dean não sabendo o que poderia provocar.Enfia a faca na morte .( Pensando bem os coitado não sabiam no que estavam se metendo) Mas o que vimo é que a desgraça é iminente e os persegue a vida toda.Salve maldição!Sem ela não teríamos Supernatural. E vem ai monstruosa escuridão. kkkk

    Dean sem Sammy não existe . Nenhum e melhor que o outro . Pois os DOIS FAZEM PARTE DE UM TODO, QUE SE CHAMA ,SUPERNATURAL .E que venham mas temporadas.

    Com sua análise: Fiquei inspirada. É muito divertido escrever sobre eles. Eu me pergunto: onde estão o pessoal para comentar ?

    Leilane me perdoe , quando começo não consigo para kkkk E Parabéns, você parece uma profissional do Spn is life.ABRAÇO

    1. Lule

      Sonyama não tem o quê desculpar. Essa é uma característica sua acrescida do seu bom humor que a gente se delicia ao ler.
      Você tem razão: não existe um sem o outro, nem melhor que o outro, os dois se completam, e é isso que me fascina. A dor ou a alegria de qualquer um dos dois me machuca ou me deixa feliz.
      Ps: Aquele karaokê foi uma coisa… Eu ria MUITO e me lembro de pensar: Caraca o Jensen é show. É um talento cantando, tem uma voz que hipnotiza e os caras botam ele pra fazer ISSO. E o mais estranho: eu tô amando.
      Obrigada pelo carinho.
      Beijos

  3. cris

    Nada aacrescentar, Leiliane. To aqui te aplaudindo de pé. Concordei com alguns pontos de vista, achei alguns que deixei escapar e com alguns com os quais não concordei em todas as analises que li até agora; mas a sua foi a que me disse tudinho do jeito que eu queria ouvir (ver). Foi por Dean, por Sam e por nós, sem dúvidas ( ou pros nossos cardiologistas, né). Faça mais analises, pois eu particularmente adoro achar quem vê SPN como eu, e o pessoal desse espaço é craque em me fazer feliz. Ps: eu parei de acompanhar, mas tinha escuridão em Smalville? como o superman foi sacana…!

    1. Lule

      Certa vez li algo que é um desejo permanente em mim: “Que eu nunca Perca a capacidade do encanto” Pro dia-a-dia, pra vida mesmo.
      E é isso que os Winchesters fazem comigo. Me ENCANTAM.
      Tudo o que disse foi sobre como eles, o que acontece em volta deles e com eles, me afetaram.
      Sou incapaz (até esse momento) de um cometário crítico ou imparcial.
      Mas não sou imune a adrenalina. Claro que é legal algo agitado, com suspense e muita ação , terror e emoção, quero isso o tempo todo. Quando não gosto de certa coisa, revejo e tento ver tudo isso dentro do contexto mas raramente vou criticar por que eu sou terreno preparado pra gosta de Supernatural.
      Haja Cardiologista. Vou mandar a conta pra o Sac Supernatural né senhora?

  4. cris

    rsrsrsrsrs. É nisso que dá comentar antes de ler os comentários alheios! Oi Lule!!

    1. cris

      sim senhora,acho que ja podemos estar averiguando a disponibilidade desse serviço, senhora.rsrsrsrsrsrs

    2. Lule

      Oi Cris rsrs. Tem problema não eu também não respondi a sua pergunta.
      Pois é, na 10ª temporada tinha escuridão em Smalville sim.
      Era uma espécie de sentimento, alimento pelos medos internos que cada um tinha. Quando esses medos eram supervalorizados uma escuridão tomava conta da pessoa e servia de energia pra um planeta predador que estava em rota para destruir a terra.
      Claro o Superman tenta lutar contra o planeta predador e isso gera um sentimento de esperança enfraquecendo o tal planeta e afastando a escuridão da terra.

  5. Minamaluka

    Não sei porque você falou que não sabe escrever, achei seu texto muito bom. Com certeza foi uma temporada voltada para as aflições do Dean mas Dean e Sam vivem de uma forma tão simbiótica que não foi possível falar só dele, por isso temos momentos lindos da aflição do Sam também. Gostei muito disso nessa temporada.

    Adorei que você falou sobre o medo. Eu também tive medo em vários momentos nessa season e no episódio. Acho que depois de tantos anos acompanhando uma história maravilhosa como SPN você naturalmente fica com medo que no desenvolvimento da história os roteiristas destruam o amor que foi criado durante os anos. A gente sente como se a história fizesse parte de nós. Tenho medo e sempre vou ter que os roteiristas me façam odiar o fim de Supernatural.

    1. Lule

      Amo muuuuuuuito Sammy e Dean. De uma forma que ocupa mais tempo do que deveria em meu dia a dia. Como me identifico com os dois, pois sou irmã mais velha de dois garotos (imagina aí a trabalheira?!) agora já adultos e sou bem metódica, observadora, penso muito muito antes de agir mas muito esperançosa, imagina o quê eu teria pra dizer? Eles agitam um turbilhão de sentimentos em mim mas como o emocional do Sam foi comentado nas últimas temporadas então escolhi Dean.
      Supernatural pra mim é um “PRAZER”, não analisei a obra, expressei uma emoção e como ainda sofro do mesmo mal do Dean: sou louca pelo Sammy, disse que não sou boa em ser pratica mas no sentido de ser resumida, não falar muito, por isso escolhi focar em Dean pois pra falar do Sam a análise teria sido enorme nem sei se terminaria a tempo.
      PS: Acho que odiar SPN não é possível mas também tenho medo de algo parecido como a indiferença. Apesar da possibilidade me assustar não acredito, como disse eu sou esperançosa.
      Beijos

      1. cris

        acho eu que pra decepcionar, só mesmo se trouxerem a Sera de volta ( Chuck nos livre dessa!). Mas é um temor sim.Por isso acho que tantos prefeririam os 2 mortos no final;pelo menos condiria com a vida deles. Que demore ainda mais uns 10 anos (mas minha opinião particular), eu acho que há 3 possibilidades de final:ambos morrem; um final aberto, com os meninos no impala e tudo mais; ou um final aberto, mas só um deles ainda na estrada. Acho que esse seria o mais estraçalhante dos tres

        1. Lule

          Também acho terceiro seria realmente o mais duro.
          Apesar de gostar dos finais felizes (duvido que aconteça em SPN) torço por um final épico com as questões emocionais resolvidas e confirmação de missão cumprida.
          Acho que o final aberto é o mais provável.

  6. Fa

    Amo supernatural , mau consigo superar a ansiedade, para ver novamente os novos ep, mas encontrei um filme maravilhoso que conta a historia de dois irmão e o final desse filme é um espetáculo de emoção, pra quem quiser curar a dor da ansiedade assista o filme Guerreiro com Tom Hard

    1. Lule

      Superar ansiedade é missão difícil Fã. Guerreiro já está nos meus favoritos. Agora é me convencer a aproveitar o tempo de folga para assisti-lo no lugar de uma reprise de SPN.
      Abraços

    2. cris

      gostei do filme. Fez meus olhos ameaçarem transbordar. Valeu a dica!

  7. cris

    ja ta na minha lista,Fa. Obrigada pela sugestão.

  8. David

    assim concordo com tudo kk, mas mesmo assim eu ainda acho q o Dean como demonio deveria ter durado mais sei la minha opinião!! ^-^

    1. Lule

      Teria sido sem dúvida um grande desafio.

Leave a Comment