[Análise Hunter] “The One You’ve Been Waiting For”, por Gio Lacerda

Então, “The One You’ve Been Waiting For” é realmente aquele episódio que nós estávamos esperando desde que contaram pra gente que o Hitler iria aparecer na décima segunda temporada. Saber que ele seria dirigido pela Nina Lopez-Corrado, que fez um trabalho tão magnífico em “Red Meat” na temporada passada, me deixou mais ansiosa ainda, e eu não me decepcionei.

Na verdade, eu adorei o enredo da Sociedade Thule desde a primeira vez que eles apareceram, na oitava temporada, e gosto que os nazistas sejam colocados como monstros mesmo, sobrenaturais, (quase) imortais e tal, então eu já sabia que ia curtir muito o episódio.

Mas, bom, vamos do começo.

Dean está tão chateado que recusou uma torta!

Olha, eu entendo a Mary, entendo mesmo. É claro que não é fácil para ela, ser jogada de volta à vida do nada e ver que seus filhos se tornaram exatamente o que ela mais temia que eles fossem – além de ambos agora serem mais velhos do que ela –, mas não aceitei muito bem o fato de ela ter decidido sozinha que precisava de um tempo longe deles para colocar a cabeça no lugar e simplesmente ido embora.

“Eu não estou bem”

O Sam foi muito maduro em aceitar imediatamente a decisão dela, mas a verdade é que ele nunca chegou a ter a uma relação com a mãe. Para ele é mais fácil ver o lado dela.

Mas como o Dean devia ficar? Quando ele perdeu a mãe da primeira vez, foi uma separação forçada. Agora ela está indo embora por livre e espontânea vontade, e tudo bem que não é para sempre, mas a mim parece que o garotinho de quatro anos dentro dele sentiu a perda toda de novo.

Acho que fazer o Dean recusar uma torta foi uma forma muito sutil de mostrar o quão perturbado ele ficou, de uma forma engraçadinha, mas meu coração doeu.

Quanto à alma do Hitler estar preservada no relógio de bolso de ouro: a única coisa melhor do que a referência às Horcrux do Voldemort é essa referência chegar a ser verbalizada na série.

harry-potter-thing
“O relógio é como uma Horcrux”

Foi genial! A melhor forma de explicar o que raios era o relógio e como o Hitler seria trazido de volta, tudo isso em uma frase. Maravilhoso!

(Aliás, alguém mais achou que o Christoph, filho do Comandante Nauhaus, é basicamente uma mistura do Tom Riddle de “Harry Potter e a Câmara Secreta” e do Cedrico Diggory? Uma gracinha de menino!)

Sobre a descendente de Hitler, Ellie… Eu adorei essa menina! Claro que ela fugir pela janela (da segunda vez) foi o clichê da “menina assustada e confusa que tem o seu mundo virado de cabeça para baixo de uma hora para outra e só quer escapar para voltar à vida normal”, porque não faria sentido que ela realmente achasse que estaria melhor sozinha do que com Sam e Dean. Tudo bem que ela não sabe quem eles são, mas pela meia hora que eles passaram juntos, ela já devia saber que eles eram a melhor chance dela, não?

Mas mesmo assim, ela se redimiu bem, atirando em um dos nazistas e dando a oportunidade perfeita para os meninos fazerem o que fazem melhor: botar ordem no barraco. Obrigadinha!

Acho que quando eles deixaram o Tom-Riddle-Cedrico-Diggory-Thule ir embora, ficou implícito que, mesmo que o Dean tenha matado o Hitler, essa história com os Thule ainda não terminou. Gosto assim.

 

*RODADA BÔNUS* – Lista de coisas que o Dean matou:

Azazel (que o Dean mereceu matar ainda mais que o John!)

Ruby (que delícia de morte! Lavou minha alma… Amo você, Gen, mas adios, bitch!)

 

Zachariah (essa foi demais, ainda fico arrepiada com os olhos do Dean!)

A Fênix (com direito à sopradinha no Colt ;D)

Eve, a Mãe de Todos (que poderia ter sido um desafio maior, mas mesmo assim…)

“Eles me envenenaram”

Dick Roman (o cretino matou o Bobby. Nenhuma quantidade de piadinhas com “dick” compensaria isso. Foi tarde, babaca)

Abaddon (e foi com vontade!)

Caim (e a carinha do Dean depois acabou comigo!)

A própria Morte (cena não recomendada para cardíacos. Ainda não encontrei um hunter que não chorou.)

“Sammy, feche os olhos”

E eu mencionei que ele matou Hitler? xD

“‘Heil’ isto aqui”

É ser muito badass mesmo, ninguém tem chance.

“Do que você está rindo?”
“Dean Winchester está atrás de você…”

 

E não esqueçam:

“Eu matei o Hitler”

 

Related posts

15 thoughts on “[Análise Hunter] “The One You’ve Been Waiting For”, por Gio Lacerda

  1. Andreia Pereira

    Gostei do episódio,mas sinceramente esperava um pouco mais.
    A hora em que Hitler foi ressuscitado me deixou meio que WTF!!!!!
    Eu não esperava aquela reação dele,mais curti.
    Adorei a seção filme de ação,Dean e Sam apanhando,mais batendo com vontade naqueles nazistas,testosterona pura,amei.
    E pra mim o melhor de tudo,depois de ver Dean no início do episódio tão tristinho,a ponto de recusar uma torta,matar Hitler fez ele tão feliz que ele que merecia a uma torta das boas.
    Ele lembrando ao Sam que matou Hitler foi muito engraçado.
    Eu disse que esperava mais do roteiro,mas pra mim mesmo assim gostei.
    Abraços pra todos.

  2. Andréia Pereira

    Olha eu aqui outra vez,tá me esquecendo do lançador de granadas!
    Dean certo de que ia dar vida útil pra o artefato de guerra e Sam vai e corta o barato dele,ri demais.

    1. Cris

      rsrsrsrs
      Bem lembrado Andreia!
      Olha aí mais uma referencia muito bem- vinda das primeiras temporadas! Será que chega o dia em que o Dean estreia o seu brinquedo? rsrs

  3. Cris

    Gostei do episodio. Foi o mais “ameno” até agora na minha opinião, mas gostei muito.
    Afinal, quem aguentaria 23 episodios de adrenalina? Ta… eu aguentaria, e até queria; mas sei que é impossivel. E tambem sejamos sinceros: teve uma boa dose de adrenalina na cena de luta, como bem disse a Andreia. E que luta! Adorei a cena. E não canso de ver como eles brigam bem! ( e isso torna ainda mais misterioso o fato de eles por vezes serem subjugados com facilidade…vai entender.).
    Dean conseguiu dar uma “rachadinha” no meu coração recusando aquela torta. Ele tá tentando entender Mary, mas é obvio que não ta sendo muito facil; Sam leva uma vantagem compreensivel nessa.
    Mostrarem o fürer como um doido alucinado egocentrico, achei merecido. Gente desprezível tem que ser mostrada da maneira que deveriam ser vistas desde sempre; e eu acho que o cara era bem doidinho mesmo, alem de cruel e mesquinho, e tudo de ruim que possa ser imaginado.Ellie foi clichê, mas foi um bom clichê, bem dentro do contexto, e a garota fez bem a parte que lhe coube e até possibilitou cortar de vez hitler de cena
    Gio, voce disse que eles terem deixado o Tom -Riddle ir pode significar que a estória com os thule não acabou. Espero que esteja certa. Quanto às referencia as horcrux, foram geniais! E claro, Dean ficou boiando, e foi lindo de ver! rsrsrs
    Realmente nerdice não é com ele.
    Na lista de mortes do Dean, a m ais merecida foi Azazel com certeza, mas a que mais arrepia é mesmo do anjo babaca Zachariah. Aqueles olhos deram medinho…
    Mas, não sei se mencionei:ele matou hitler!
    Com certeza, o moço merece uma torta inteira. Só não sei se Sam merece ser lembrado disso o resto da vida. Tadinho…
    rsrsrs

    1. Gio Lacerda

      Aaah, com certeza, adrenalina não faltou na cena de luta! Verdade, Cris, se tem uma coisa que esses meninos sabem fazer, essa coisa é lutar. Se eles são subjugados, todos nós sabemos que é por motivos de: plot Hahaha
      Mas realmente, foi o episódio mais light até agora, e uma delícia de assistir. Adooooro Dean boiando com as nerdices ahahah
      Ah, quero muito ver esse Riddle-Diggory-Thule bonitinho de novo, mas a verdade é que não dá pra saber se vai rolar, né… Eu jurava que a história do Jesse, o anticristo, já teria sido abordada de novo, mas até agora nada kkkk

  4. Lule

    Esse episódio abordou um tema que sempre me deixa receosa com o que pode vir. Atualmente só SPN pra me fazer assistir sobre ele. O último (sobre esse tema) foi mais tenso e o Dean esteve muito intenso.
    Pra mim a parte que eu mais desfrutei foi a luta dos meninos.
    Gente o Sammy nunca lembra da torta, aí quando ele lembra o Dean não quer. Isso foi o que me preocupou o episódio quase inteiro. O meu coração também doeu Gio. Ainda bem que ele melhorou o ânimo depois que matou o cara lá e essa será uma preocupação a menos pra nós.
    PS: Obrigada pelos gifs. Me deliciei com o da Ruby. Também amo a Gen e acho que ela foi muito elegante nessa morte além de muito sortuda. Morreu entre os dois Winchesters e quando terminou ainda levou o mais novo pra casa.
    Beijos.

    1. Cris

      rsrsrsr
      Pois não é isso que é ironia, Lule!?
      Tambem amo a Gen e acho os dois juntos a coisa mais linda de se ver, tanto quanto a outra metade da familia, Dann e Jensen.
      O tema é realmente assustador menina. E do jeito que tem gente doida nesse mundo, é algo que enche mesmo a gente de receio.
      Quanto à intensidade do Dean no outro episódio, acho que ele compensou bem nesse quando recusou aquela torta.
      Não tem jeito não: Mr Ackles sempre apertando nosso coração, seja lá com que artifício for…
      beijos

  5. Juliana

    Oi gente!
    hahaha amei esse review de coisas que o Dean já matou! E claro, não podemos esquecer que ele matou Hitler. Já falamos disso né?! ahahahha
    Eu, sinceramente, não gostei do episódio 🙁 Não sei explicar porque… assisto sempre ao vivo pelo streamming e não consegui assistir até o fim. Depois, tentei de novo, e me via pulando várias partes sabe? É a típica característica de Juliana que não tá curtindo ahahahhaha E por ser direção da Nina (aliás, é tão legal né, pq dá pra ver o dedo dela nos detalhes!), eu esperava um super episódio, tipo Red Meat…. Esse, sei lá, ela merecia um episódio bombástico pra dirigir. Enfim, desculpem, rs!
    Bjs e carry on!

  6. João Lucas

    Episódio foi insano, mas pra mim o Hitler não poderia ter morrido (ainda). Acho que poderia ser aproveitado muito mais essa trama. Eu sinceramente fiquei triste pois queria ver mais do Hitler na série. Quando ele recucsita é demais, as atitudes, o jeito, tudo muito insano. Ele morrer daquele jeito foi meio chato… Mas de qualquer jeito foi um belo episódio.

  7. Leonardo

    Episódio bom, adorei as cenas do Dean kkkkkkkk ele derrubando o barquinho e brincando por que matou Hitler, claro que Jared Padalecki teve atuação boa, mas o Jensen Ackles foi hilário ele sabe fazer isso tão bem, no próximo episódio a mamãe volta, sabe foram 10 temporadas os irmãos juntos caçando coisas sobrenaturais não é por nada não mais acho a introdução da Mary na 12 temporada um lixo, mas pelo menos a temporada está sendo muito boa, de verdade.

  8. Leonardo

    Esqueci de mencionar adorei a referência sobre Harry Potter kkkkkkkkkkkk antes que me esqueça “Eu matei Hitler”

  9. Débora Lopes

    Oi Gio! Menina, gosto tanto dessas análises “ilustrativas”. Gifs são um convite a querer rever os episódios de onde foram tiradas. Quanto ao episódio, copiando minha amiga hunter Cris, esse foi sim, também na minha opinião o episódio “ameno”. Num tom certo e bem dirigido pela Nina Lopez (continuo estudando a arvore genealógica de minha família). Hitler – que por sinal foi morto pelo Dean -, por sim só já possuiu uma carga prá lá de negativa e pesada, assim acho que optaram por um roteiro mais leve, o que de repente deixou essa sensação de querer um pouco mais do episódio. Eu gostei. Dean foi durante o episódio todo, o menino de quatro anos.Ele literalmente, só fez “arte” e recusou comida! E só ficou feliz, quando ganhou um presente: no caso, ele matou o Hitler! Sam… tadinho, não consegue acertar. Finalmente ele não esqueceu da torta. Mas… sabemos o que aconteceu. E eu adoro suas nerdices! E como briga bem esse menino!! Quanto a Ellie e ao garoto thule, alguém avisou sobre um determinado Mr.Ketch (se estiver escrito errado, sorry)? E assim, entre mortos e feridos, no caso Hitler morto pelo Dean… eu gostei do episódio. Já estou louca pelo próximo, que foi ontem. Eu ainda não assisti. Valeu Gio, parabéns pela análise! Abraços meninas e meninos!!

    1. Débora Lopes

      desculpe:- … Hitler por si só, possui uma carga… melhorou!! Desculpem!!

  10. Leonzinho

    Gente, fiquei muito incomodado em não ver os corpos sendo queimados.
    Afinal, eles sabem que precisam queimar os corpos certo? Porque ficou complicado de aceitar tudo que rolou nesse episódio.
    Vou manter esse episódio na lista dos piores das últimas temporadas e ouso a classificá-lo como o episódio mais decepcionante dessa temporada. Fiquei balançando a cabeça em negação a todo instante incrédulo com o que estava vendo.
    Nem sequer o relógio foi removido do corpo, entendo que a alma do Hitler não foi transferida, então ela continua no artefato.
    Enfim, fiquei triste com o episódio e queria ter o mesmo ponto de vista otimista seu Gio.

    1. Débora Lopes

      Oi Leonzinho, tudo bem? Só um detalhe, ao final do episódio, quando Sam e Ellie estão conversando, ela fala que queimaram uma pilha de zumbis nazistas, entre outras coisas. Acredito então, que esses necromantes foram devidamente incinerados. Um abraço!!

Leave a Comment