[LORE] O COLT, por Thiago Rodrigues

Olá meus amigos e amigas do Supernatural Is Life. Sei que meu último texto aqui faz tanto tempo que pareceu um hiato da série e não sei quantos de vocês se lembram da LORE, a seção aqui do Is Life dedicada a desbravar um pouco mais sobre as lendas da série aos olhos dos escritores da série e da sua mitologia original.

E para marcar o retorno, nada mais justo do que falar de um dos objetos mais marcantes e desaparecidos sem pistas pelos últimos quase sete anos, o Colt!

Não sei vocês, mas tive um sentimento de felicidade incrível ao rever o Colt na série, e tal evento me ajudou a sair da minha aposentadoria como a do Bobby, em uma cadeira de balanço ouvindo Kenny Rogers. Então, sem mais delongas, vamos ao Colt.

Antes de qualquer outra coisa, é preciso esclarecer algo: vemos muito nas redes sociais, os hunters se referindo a ela como “a” Colt. Em uma busca rápida, a maioria o faz por pensar tratar-se da “pistola” Colt, quando na verdade ELE é um revólver. Pistola é uma arma automática ou semi-automática que tem mecanismo de pente (como a arma de Dean, que sempre aparece na série). Um revólver possui tambor, gatilho com “martelo” e apesar de poder repetir o tiro, todos os disparos são ativados manualmente. Portanto, o corretor é dizer “O” Colt.

Na realidade:

Por mais fantasioso que o design do Colt pareça, na realidade ele é baseado em uma arma real e muito famosa que, realmente, foi criada por Samuel Colt, mas em 1836, um ano depois do que a série indica sua criação. O revólver Colt Holster Model Paterson Revolver No. 5, nome original do Colt, foi o primeiro a ter mecanismo de repetição, tinha capacidade para cinco tiros, o que o tornava uma opção incrivelmente útil de se ter à mão nas guerras. Ela foi oficialmente a arma do Texas durante cerca de 11 anos, até que modelos mais modernos surgiram e ela foi aposentada.

O design da arma até hoje é referência na criação de revólveres e seu tambor de munição criou um novo conceito que perdurou até o surgimento das pistolas com pentes de mais fácil recarga. Outra característica que a tornou uma arma única era o sistema de segurança de disparo da arma, algo que obviamente é necessário até hoje. A arma aparenta não ter gatilho, e imagino que alguns ficarão surpresos ao descobrir que não se dispara essa arma pelo cão, como a série nos faz perceber, mas ao abaixar o cão da arma, o gatilho se torna visível, de forma a que surgisse apenas quando seu dono realmente quisesse utilizá-la, minimizando acidentes que eram tão comuns no manejo das ainda não totalmente práticas armas de fogo.

Na série:

“Em 1835, Samuel Colt fez uma arma especial. Dizem que essa arma pode matar qualquer coisa.” – John Winchester, Dead Man’s Blood.

Aqui, creio que minhas maiores apresentações sejam desnecessárias. O Colt foi a arma mais poderosa a cair nas mãos dos rapazes no início da série, ao ponto que foi necessário limitar a munição para não virar a saída fácil de qualquer episódio.

Na próxima postagem farei uma linha do tempo apresentando onde o Colt estava de acordo com os episódios em que apareceu, desde Dead Man’s Blood até Stuck in the Middle (With You), então por ora vou apenas falar sobre o uso que ela possuiu ao longo das 5 primeiras temporadas.

Um dos objetivos de John durante o ano em que se afastou de Sam e Dean era ser capaz de rastrear o então conhecido como “Demônio do Olho Amarelo” a fim de matá-lo e vingar a morte de sua esposa, e o outro era encontrar um meio de fazer isso, que veio a se tornar o Colt. Após o uso do revólver ao longo de mais de 150 anos, apenas 5 balas restavam das criadas originalmente por Samuel Colt, e foram usadas, a saber, na seguinte ordem:

-John mata o vampiro Luther para salvar a vida de Sam, no episódio “Dead Man’s Blood”.

-Sam atira em Azazel, porém ele se desfaz em fumaça e não é afetado, no episódio “Salvation”.

-Dean atira em “Tom”, o demônio irmão de Meg, para salvar a vida de Sam, no episódio “Devil’s Trap”.

-Sam atira na perna de John, enquanto possuído por Azazel, também no episódio “Devil’s Trap.”

-Por fim, Dean atira em Azazel e o mata em “All Hell Breaks Loose – Part 2”.

O Colt, no entanto, possui outro propósito, que descobrimos no episódio “All Hell Breaks Loose – Part 1”, quando Azazel informa a Jake, uma de suas crianças, que o Colt é a chave para o Portão do Inferno selado por Samuel Colt e protegido por suas ferrovias construídas em forma de Armadilha do Diabo. Jake usa o Colt para abrir o Inferno e auxilia Azazel com seu plano de libertar Lúcifer.

O Colt ficou parado durante o início da terceira temporada, pois os garotos não sabiam como a sua munição mística funcionava, mas graças à ajuda de Ruby, Bobby foi capaz de criar novas balas para o revólver, mas ainda assim a série evitava usar o revólver a todo o tempo, até que no penúltimo episódio da temporada Bella, em uma tentativa de pagar a dívida de sua alma com Lilith, rouba o Colt dos rapazes e entrega à então líder do Inferno.

Só voltaríamos a ver o Colt duas temporadas depois, quando Becky Rosen informa o que Lilith fez com o Colt graças aos livros de Chuck: Ela o deu ao seu demônio mais fiel e amante, Crowley, para que cuidasse dela, afinal ele era o Rei das Encruzilhadas e cuidava de todos os demônios que faziam pactos. O Colt era então a última esperança de derrotar Lúcifer, considerando que Dean não queria ser possuído pelo Arcanjo Miguel. Infelizmente, Lúcifer não pôde ser morto pelo Colt, e informou aos Winchester que era uma das cinco coisas da Criação que não poderiam ser mortas pela arma.

O Colt ficou “esquecido” por todos esses anos então, tendo apenas uma aparição no episódio “Frontierland”, quando Dean a usa no passado para matar uma fênix, até que o episódio “Stuck in the Middle (With You)” revelou que Crowley tomou posse da arma após a derrota de Lúcifer em “Swan Song” e a ofereceu aos príncipes do Inferno como uma oferta de paz. A arma esteve oculta até que Mary foi incumbida pelos Homens das Letras britânicos a roubá-la para eles.

Por enquanto, ainda precisamos ver o que acontecerá a partir de agora, por isso eu gostaria de encerrar o artigo com algumas conjecturas pessoais sobre o Colt, seus efeitos e as tais outras quatro coisas que ele não pode matar. Notem que tudo ali dentro são opiniões minhas, baseadas em análises que já li online e em minha interpretação do que os episódios mostravam. Não refletem de forma alguma o que a série informa, ou são melhores ou piores que as opiniões do leitor.

Conjecturas pessoais:

-Considerando que na série se afirma que o Colt foi criado em 1835, e na vida real em 1836, é provável que o Colt que vemos na série seja um protótipo superpoderoso que Colt criou já tendo em mente sua função dupla de arma sobrenatural e chave de portal, enquanto o modelo seguinte foi feito com a intenção de lucrar o suficiente para financiar o projeto ambicioso das estradas de ferro.

-Não creio que as balas criadas em parceria de Ruby com Bobby possuíam o mesmo grau místico que as 13 balas originais, pois por mais que Ruby fosse capaz de entender como o processo poderia funcionar na teoria, Samuel Colt nunca publicou nem mesmo em seu diário íntimo como funcionava o procedimento de criação das balas. O que reforça essa minha teoria é que no episódio “Malleus Malleficarum” a demônio Tammy consegue segurar uma de suas balas no ar, o que um demônio de nível altíssimo como Azazel não conseguiu fazer.

-Considero também que esse efeito inferior da bala tenha sido o motivo pelo qual um disparo seu tenha causado tão pouco efeito em Lúcifer. Afinal, ainda que ele não seja mortalmente ferido por ela, provavelmente uma bala do Colt o deixaria em pior estado, considerando que mesmo seu demônio mais poderoso foi morto por ela e Lilith temia mais o poder de Sam do que o Colt.

Acredito que as cinco coisas na Criação que não podem ser mortas pelo Colt são, pela lógica da própria série:

-Anjos, e não apenas Lúcifer. Até onde sabemos, as únicas coisas capazes de matar um anjo são lâminas angelicais, o poder absoluto de um arcanjo ou o equivalente em almas, como Castiel possuindo as almas do Purgatório e o poder da Morte.

-Cães do Inferno, considerando que podem apenas ser vistos em ocasiões especiais e não aparentam ter um corpo totalmente físico, e até agora só vimos eles morrendo com a faca da Ruby.

-Ceifeiros, cuja classificação os torna anjos ou pelo menos criaturas similares.

-Cavaleiros do Apocalipse, pois aparentemente não são demônios ou nada parecido, e mesmo usando as armas que tinham à mão nunca foram mortos, exceto por Fome, explodido pelo poder de Sam matando os demônios que ingerira, e Morte, morto pela própria foice.

-Fantasmas que não estejam habitando um corpo. Creio que o efeito seja o mesmo que quando Sam atirou em Azazel em Salvation, o fantasma desapareceria em uma nuvem, porém não seria destruído.

Por enquanto é só, pessoal, na minha próxima postagem vou colocar a linha do tempo detalhada mostrando o percurso que o Colt percorreu pela série. Gostaria da opinião de vocês sobre o texto, especialmente se preferem que a linha do tempo seja iniciada pela primeira aparição do Colt na série, ou se preferem que seja uma linha cronológica desde a sua criação?

Muito obrigado por lerem tudo e até a próxima LORE!

Related posts

5 thoughts on “[LORE] O COLT, por Thiago Rodrigues

  1. Odair José Galdino

    Parabéns pelo texto Thiago, gostei muito! Não sabia da existência dessa seção, mas fiquei feliz pela sua existência e vou procurar por textos antigos, pois gosto muito da mitologia da série, como todo hunter. Bom, gostaria de deixar minhas opiniões pessoais sobre o Colt, sobre os seres da criação que ele não pode matar. Em primeiro lugar, acho que os seres da criação aos quais Lúcifer se refere são todas as criaturas que Deus criou. E até onde sei ele não criou os ceifeiros (me corrijam por favor se estiver errado) nem os cavaleiros do apocalipse. Acho que os fantasmas não entram porque são seres da criação já mortos, e portanto não faz sentido falar em matá-los. Fico na dúvida quando ele fala em cinco seres da criação se ele se refere a seres individuais ou espécies, digamos assim. Se forem seres individuais, para mim o mais lógico seria: Os 4 arcanjos e talvez Eve. Se for espécies, bom, sinceramente nesse caso não faço ideia de quais outras além dos anjos, porque isso para mim soaria até estranho, considerando que Deus não criou muita variedade, digamos assim (claro que indiretamente temos vampiros, lobisomens, etc, mas acho que todos esses o Colt mata). Um abraço a todos e por mais textos nessa seção! Obrigado Thiago!

    1. Thiago Rodrigues

      Boa tarde Odair, e muito obrigado pela sua atenção ao texto e suas opiniões!
      Sobre essa questão das tais cinco coisas, realmente é difícil precisar o que Lúcifer quis dizer, mas gosto de pensar que são sim espécies, não criaturas individuais.
      Mas acho que esse enigma vai ficar sem resposta a não ser que os Homens das Letras respondam!
      Abração e até as próximas!

  2. Cristiana

    Olá, muito bom seu artigo. Gostaria que fosse publicada desde a primeira aparição na série.

    1. Thiago Rodrigues

      Muito obrigado mesmo, Cristiana, e anotado! Abração!

  3. Lu Pires

    Depois eu comento propriamente, mas deixem-me apenas fazer um comentário meio nada a ver… lendo o texto e relembrando tudo o que passou, não pude deixar de perceber que 8 balas dessa arma foram usadas num período de tempo de quase 200 anos… e, em 1 ano e meio, os Winchester detonam 5!

    Eu amo esses caras!

Leave a Comment