[Spoiler] Entrevista com Samantha Smith

Olá, hunters! O TVLine postou hoje uma entrevista com a Samantha, nossa amada (?) Mary, pra que ela desse seu insight sobre a personagem e o que esperar dela esta noite. Segue a tradução para vocês:

Pais distantes já são uma constante em Supernatural, mas a mãe de Sam e Dean está se mostrando uma figura particularmente polarizadora.

Entre trabalhar secretamente para os Homens das Letras britânicos e colocar seus filhos em perigo, a mamãe Winchester não tem sido exatamente a mãe do ano. Mas, hoje à noite, “os fãs vão ver e compreender muito sobre Mary”, de acordo com Samantha Smith.

O episódio terá “muita ação” e “surpresas legais”, ela acrescenta. “Mary estará bem ocupada. Tem muita coisa acontecendo com ela, e ela vai aprender muito também”.

A seguir, Samantha compara Mary e John como pais e comenta sua luta para fazer Sam e Dean mudarem de ideia e ir para o seu lado.

John Winchester ainda é muito criticado por tudo o que ele fez enquanto pai. Como você classificaria a Mary nesse sentido?

Sei que o fandom não está muito feliz com seu comportamento atual. Eu entendo a Mary. Sei por que ela faz o que está fazendo. Eu entendo. Ela está tomando decisões que, por dentro, ela sabe que são certas – ou, pelo menos, é o que ela acredita – e sabe que não são opiniões muito populares, mas não vê alternativa. Às vezes, como mãe, esse é seu trabalho. Do ponto de vista da Mary, ela está fazendo o que pode, mesmo que seus filhos não gostem. Mas, pelo ponto de vista deles, estão um bocado desiludidos. Como você disse, John foi muito criticado por tê-los abandonado demais e tal. Mas a diferença é a seguinte: os meninos já estão na casa dos trinta. Quando era com o John, eles eram crianças. Em defesa da Mary, essa é uma diferença a se considerar [risos].

Uma das discussões que vi foi sobre Mary estar agindo mais como Campbell do que como Winchester. Quando o avô dos irmãos voltou, na 6ª temporada, ele também era misterioso e tinha planos escondidos.

Eu argumentaria dizendo que ele estava seguindo planos próprios, enquanto Mary está mantendo segredos para proteger seus filhos. Talvez seja uma ideia errada e, no 12º episódio, com certeza vai colocá-los em perigo. Mas as intenções são sempre de ajudar, de mantê-los seguros, dar a eles uma vida longe do perigo e de caçadas.

Acha que porque ela esteve ausente pela maior parte das vidas dos irmãos – no caso do Sam, pela vida inteira dele – eles a colocaram, injustamente, sobre um pedestal?

Absolutamente. Ela foi canonizada na memória, especialmente porque Dean tinha só quatro anos. Sua mãe é perfeita quando se tem quatro anos. E agora ela retorna em carne e osso, com falhas, medos, egoísta e confusa, mas ainda amável e incrível como eles a imaginavam. Eu não sei se a Mary sabe que está fazendo jus a essa imagem, e essa deve ser a razão porque isso tudo é muito confuso para ela.

Semana passada nós a vimos finalmente contar a verdade a Sam e Dean sobre trabalhar com os Homens das Letras. Como isso se desenrolará no episódio desta quinta?

Como pudemos ver no final do último episódio, eles não ficaram muito felizes. Ainda assim, isso não vai impedi-la de continuar. Ela realmente acredita que é a coisa certa, então não vai parar de tentar convencê-los a ver o lado dela.  Ela até conseguiu trazer Sam [para uma caçada]. Ela quer mostrar a ele o que estão fazendo e porque acha que é o caminho certo. Mas será um longo caminho até convencê-los, por causa do que aconteceu entre eles e os Homens das Letras.

Acha que os meninos estariam inclinados a ir um pouquinho para o lado dela? Parece que Sam é um pouco mais maleável.

Sam está mais aberto a ouvir o lado dela. Dean e Mary são tão parecidos e teimosos que é mais difícil para eles para, talvez, dar um pouco o braço a torcer e aceitar que estão errados ou ver pela perspectiva do outro. Sam é, com certeza, mais sensível e compreensivo.

O que o futuro reserva para Dean e Mary, então? Estão se desentendendo?

Ele está com muita raiva por ela estar trabalhando com os Homens das Letras. Dean é muito de “preto no branco”, ela vai ter que merecer sua confiança. Ele a ama, mas acho que ainda não a compreende. Já Mary ama Dean incondicionalmente. Para ela, não há problema, mas ela ainda sabe que tem que fazer o que for preciso. Eu acho até bonito como a Mary está disposta a colocar tudo isso em perigo para fazer o que acha certo, visando ao bem dos filhos, mesmo que isso faça com que eles não gostem dela.

Ao longo da temporada, os fãs tinham muitas expectativas pelo retorno da Mary, porque ela é um personagem muito importante na mitologia da série. Você criou muita expectativa acerca de como seria a história dela? E aconteceu na série o que você esperava ou acabou sendo completamente diferente do que você imaginava?

Não foi da maneira como eu imaginei, necessariamente, mas também não posso dizer que pensava em muita coisa mais do que Mary encontrar seu lugar. Acho que só supus que estaria caçando com meus meninos. Achei que ela não faria muito, que a personagem só iria até aí e não nos aprofundaríamos muito nela. Isso não seria muito interessante, é por isso que não sou roteirista. Eles me deram um processo maravilhoso para aprofundar na personagem. Por mais que alguns fãs estejam muito, muito, muito irritados com a Mary agora, acho que se ela voltasse só pra ser “ok, sou do time agora, vamos caçar!”, estaria ali à toa, de forma entediante. E uma mãe perfeita e amorosa o tempo todo não ajudaria a melhorar muito essa perspectiva.

Ela estaria só fazendo sanduíches para os meninos levarem nas viagens.

É! Estaria varrendo, lavando as louças [risos]. Não, isso acabou sendo muito mais do que eu esperava.

A série mata personagens a torto e a direito. Você espera que Mary fique por aí por mais tempo?

Sim. Assim que recebo todo roteiro, eu pulo logo para o final para ver se ainda estou viva [risos]. Até agora, tudo bem!

Related posts

4 thoughts on “[Spoiler] Entrevista com Samantha Smith

  1. cris

    Será que o objetivo da Mary afinal,ao trabalhar com os homens das letras, é deixar os meninos sem trabalho, pra que eles tenham enfim que mudar de vida? rsrsrsrs

  2. erickson

    e como se diz uma mae super protetora

  3. Aparecida

    Cris acredito nisso desde que ela começou a trabalhar com os Homens de Letra, pra mim ela se afatou pra não ver os meninos nessa vida, é muito dificil ver um filho correndo perigo, mas ela também sabe que não tem como ela escapar disso.

  4. Lani

    Acho que é exatamente isso Cris, ela está trabalhando com eles para exterminar de uma vez os monstros dos EUA e assim os meninos não teriam que viver mais nessa vida que ela nunca quis p eles. Acho que estou começando a entender o lado dela. rs

Leave a Comment